-->Estrias, o que fazer? Será o Peeling Químico a melhor Solução? - Educar Saúde

Estrias, o que fazer? Será o Peeling Químico a melhor Solução?

Publicado em 04/11/2014. Revisado por Equipe Editorial a 1 outubro 2018

Quem tem estrias e não sabe o que fazer, deve ponderar recorrer a um tratamento designado de peeling químico. Este tratamento é uma das formas mais eficientes de eliminar as estrias, sendo por isso amplamente utilizado.

Antes e depois do peeling químico em estrias

peeling quimico para estrias antes e depois

Mas o que é o peeling químico?

Este tratamento envolve a aplicação de uma pequena porção de ácido glicólico, diretamente em cima estria. Depois de colocado, o ácido glicólico deve atuar por alguns segundos, sendo logo depois retirado.

Este tratamento é eficiente na eliminação de estrias, uma vez que atua descamando toda a área em que é aplicado. Até as estrias brancas, geralmente mais espessas e mais difíceis de eliminar que as estrias vermelhas podem ser removidas com o auxílio do peeling químico.

Após o tratamento, surge uma nova camada de pele, em resultado do estímulo realizado sobre a derme. Outras consequências positivas são o aparecimento de mais fibras de colagénio e vasos sanguíneos.

» Conheça + 5 Remédios Apoiados pela Ciência

Duração do Tratamento com peeling químico

Quem tem estrias e procura o que fazer para resolver este problema, tem quase sempre urgência em encontrar uma solução. Qual é a duração do tratamento para estrias através do peeling químico?

Na verdade, não é possível apontar uma duração certa para a realização de um tratamento com estas caraterísticas. O tempo de aplicação do tratamento depende de diversos aspetos como a grossura e a dimensão das estrias.

É muito importante referir que o ácido glicólico deve ser sempre aplicado por um profissional apto para realizar o tratamento. O peeling químico não deve ser aplicado mais do que uma vez por semana.

Também não existe um calendário certo relativamente aos resultados. Em alguns casos é possível ver melhorias após uma ou duas sessões, mas em outras situações são necessárias várias aplicações até que os resultados sejam percetíveis.

Durante a realização de um peeling químico, os pacientes devem evitar a exposição solar e utilizar um creme que ajuda a peele a cicatrizar.

Outros Tratamentos

Outra alternativa, também com excelentes resultados é Laser fracionado não ablativo (não lesiona a pele), ao contrário do laser co2 fracionado, que lesiona a pele.

O peeling de cristal (microdermoabrasão) é também um tratamento indicado para estrias, que utiliza microcristais de hidróxido de alumínio para promover uma esfoliação superficial na estria.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.