Dieta durante a gravidez, é necessária em alguns casos

Em alguns casos a gestante necessita controlar os alimentos que consome. Desde que o faça devido a uma prescrição médica e seja acompanhada pela nutricionista ou ginecologista, não existe qualquer problema.

Dieta Durante A Gravidez

Segundo explica o Dr. Rafael Botín, «todas as grávidas devem levar uma alimentação equilibrada e compensada. Quando se verifica que a mulher tem excesso de peso, aconselha-se a a grávida a vigiar o que come, e seguir uma dieta específica.

No entanto, essa dieta não deve consistir em eliminar alimentos arbitrariamente, mas sim comer de forma mais saudável, com mais fruta, verduras e peixe.

E nestes casos, em que a grávida tem que seguir algum tipo de regime, é especialmente importante tomar um bom complexo vitamínico». Sempre que seja necessário fazer dieta, o obstetra de cada mulher, será a pessoa indicada para controlar o seu aumento de peso e aconselhar que tipo de alimentação lhe convém.

Ele levará em conta o seu complexo, o seu estilo de vida e o mês de gravidez em que se encontra. Em geral, recomenda-se eliminar ou diminuir aqueles alimentos que têm mais calorias, como o açúcar e as gorduras.

Voltar à normalidade depois do parto

Quanto à recuperação do corpo após o nascimento da criança, temos de ter em conta que só 28% das mulheres conseguem voltar ao seu peso entre as seis ou oito semanas após o parto. As restantes levam meses a consegui-lo.

O ficar magra não tem que ser uma prioridade, pois é um momento que requer tanto esforço físico e mental (parto e pós-parto, atenção ao bebé, actividades profissionais e pessoais…).

Sem dúvida, isto tão pouco significa baixar os braços: a gravidez, o pós-parto e o amamentar não servem de refugio, para o afastamento da mesa.

As mulheres preocupam-se em recuperar o peso inicial e, mais importante que pôr-se a fazer regime, será realizar exercícios de ginástica, guiados por especialistas para recuperar bem os tecidos musculares.

O primeiro ano da criança é intenso e emocionante, apesar de ser muito duro para a mãe. Esse quilos que sobram da gravidez, também servem de reserva física na mulher nesta altura tão complicada. Só há necessidade de dar tempo ao tempo.

Recuperar a imagem

Depois de ter um bebé, muito poucas mulheres podem voltar a usar as roupas que usaram nove meses antes. Mas no final, os quilos desaparecem. O processo de recuperação é mais ao menos o seguinte:

Durante o parto, com a expulsão do bebé, da placenta e do líquido amniótico, a mulher perde metade do peso que ganhou durante a gravidez.

Também se perde peso enquanto dura a hemorragia do pós-parto e o útero recupera o seu tamanho normal.

Nos dois ou três primeiros meses de amamentação, o peso da mulher e mantido, mas depois a recuperação é mais rápida e a reprodução do leite requer um desgaste de energia adicional.

Comendo de forma saudável, levando uma vida activa e fazendo algum exercício, os últimos quilos desaparecem antes do primeiro ano do bebé.