Febre no Bebê

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

A febre é um problema que pode afectar todas as pessoas, independentemente da sua idade.

Geralmente a febre é a manifestação de que o nosso organismo não conseguiu combater alguma agressão externa e perdeu o seu equilíbrio e a sua capacidade de defesa aos níveis normais.

Nos bebés, principalmente durante os primeiros tempos de vida, a febre é algo mais ou menos comum, mas nem por isso menos preocupante.

Em geral, a Febre considera-se assim quando a temperatura corporal do bebé ultrapassa os 38ºC. Temperaturas abaixo dos 38ºC não deverão ser motivo de preocupação excessiva, sendo no entanto que temperaturas acima dos 36ºC devem ir sendo controladas para termos a certeza que as mesmas não evoluem para um estado mais grave.

No caso de a febre chegar a valores perto dos 39ºC, nestas situações deveremos desde logo contactar o pediatra, especialmente se os bebés em questão tiverem menos de 3 meses de vida.

Esta preocupação é necessária porque podem ocorrer convulsões nestas idades mais iniciais da vida, o que poderá eventualmente originar outro tipo de problemas.

Medição da Febre nos Bebés

Para medir a febre dos bebés, deveremos utilizar um termómetro comum, preferencialmente um termómetro que não seja de mercúrio, por questões de segurança.

Quanto ao local para a medição, deve preferir-se colocar a ponta metálica do termómetro debaixo do braço do bebé. Deverá, dependendo também das indicações do próprio termómetro, medir a temperatura durante pelo menos 3 minutos.

Existem hoje em dia algumas chupetas que incluem um termómetro, para que possa medir a temperatura do bebé através da própria chupeta.

Também existem já termómetros digitais, que para além de serem mais seguros permitem medições de temperatura muito mais céleres.

O que fazer em caso de Febre

A febre pode ser baixada naturalmente, e muitas vezes mesmo sem recorrer a nenhum tipo de medicação ou de tratamento.

Existem algumas sugestões de práticas que podemos seguir para atingir este fim, nomeadamente:

  • Colocar roupas no bebé mais frescas e mais leves, e evitar agasalhar o bebé demasiado;
  • Aumentar o fornecimento de líquidos ao bebé, principalmente de água ou sumos ricos em vitamina C (laranja, por exemplo);
  • Colocar uma toalha molhada em água fria (ou morna) na testa do bebé durante alguns minutos é também uma boa técnica;
  • Ligar um ventilador ou ar-condicionado para tornar o ar menos quente, embora tal deva ser evitado durante muito tempo devido a mudanças de temperatura bruscas;
  • Dar banho ao bebé, com água a uma temperatura morna (mais para o frio), sem que a água esteja demasiado gelada ou demasiado quente. Idealmente, uma temperatura de 36ºC na água será uma boa temperatura.

Motivos da Febre

A febre nestas idades poderá ser causada devido a diversos factores, alguns deles não sendo de todo preocupantes. Nomeadamente, alguns dos factores poderão ser:

  • Infecções respiratórias;
  • Nascimento de dentição;
  • Vacinas;
  • Doenças virais (sarampo, por exemplo);
  • Infecções gastrointestinais;
  • Meningite;
  • Infecções urinárias (mais comuns nas meninas).

De qualquer maneira, se os sintomas de febre persistirem devemos considerar consultar um médico com a maior celeridade.