Fístula arteriovenosa

Publicado em 21/04/2011. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

A fístula arteriovenosa dural é uma comunicação anormal existentes na dura-máter que representa cerca de 10 a 15 % das malformações vasculares intracranianas tendo diferentes graus de gravidade consoante a sua localização e tipo de drenagem venosa. A repercussão oftálmológica aparece quando a drenagem venosa se faz para as veias oftalmicas ou também dependendo do tipo de aporte arterial. Diferentes alternativas terapêuticas por via endovascular existem nomeadamente com utilização de partículas, cola ou coils destacáveis.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉
Saiba mais sobre:
Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.

Publicidade

Fístula arteriovenosa