Os 4 Fitoterápicos que Ajudam a Emagrecer

Toda vida deve implicar em um viver saudável e para se ter saúde, para se ter vida com qualidade, é importante que se combata a obesidade.

Então, se você quer emagrecer 1kg, 10 kg, 50 ou 60 kg e deseja fazer isso de forma equilibrada, leia com atenção.

A maioria das pessoas quer emagrecer de forma rápida e, dessa forma, acaba perdendo não só peso, mas também, saúde.

Fitoterápicos Que Ajudam A Emagrecer

Atenção: não existe receita milagrosa quando se trata de emagrecimento. Você não precisa de remédios, injeções ou de dietas radicais. O ideal é que você faça algo que dure a vida inteira.

Para isso, vamos falar sobre os fitoterápicos.

E o que são fitoterápicos?

São produtos farmacológicos, são cápsulas que contém substâncias que existem na natureza, em plantas, em folhas.

Dos mais variados que existem, quero me deter em apenas quatro.

Faseolamina

Feijão Branco Phaseolus Vulgaris

O primeiro deles é a faseolamina, que é uma substância que existe no feijão branco (Phaseolus vulgaris) e que inibe uma enzima que nós temos nosso corpo, chamada amilase.

E o que faz a amilase? Ela quebra os carboidratos e acelera o processo de digestão, fazendo com que os carboidratos mais completos sejam quebrados e absorvidos pelo intestino.

Logo, se você consome um produto que inibe a amilase, você vai absorver menos carboidratos, menos açúcar e vai controlar o peso e de uma forma natural.

E sendo a faseolamina encontrada no feijão branco, só comer o feijão branco, é suficiente para ter todos os nutrientes necessários?

Não, pois o feijão não vai conter a quantidade necessária para auxiliar no processo de emagrecimento.

Como médico ortomolecular, eu prescrevo esse produto numa cápsula, muitas vezes com vários outros produtos, sendo a faseolamina apenas uma das peças da engrenagem para emagrecer.

Outra coisa bastante significativa é que a faseolamina, ajuda no sono e tudo que ajuda a dormir à noite, tudo que faz dormir melhor, faz com que produza mais serotonina e que libere mais GH, que é o hormônio do crescimento.

Dessa forma, o metabolismo aumenta e a ansiedade diminui.

Quanto aos diabéticos, é preciso que tenham cuidado ao utilizar a faseolamina, porque o diabético tem uma alteração no metabolismo da glicose, dos carboidratos, precisando ter acompanhamento médico.

É importante ressaltar que, nem só os diabéticos precisam desse acompanhamento para os medicamentos fitoterápicos.

O consumo sem acompanhamento, pode levar a uma intoxicação, levando até à morte.

E apenas tomar faseolamina resolve? Não! Não adianta tomar, se a cabeça também é de gordo.

Assim sendo, é necessário também mudar a cabeça e transformá-la em uma cabeça de magro, de pessoa saudável, que dá valor ao que realmente tem valor, ou seja, tem que começar a entender que alimento gorduroso não é alimento gostoso e começar a deixar de tratar tão bem os alimentos que te machucam.

Priorize o que te faz bem e comece a se doutrinar e a tratar mal esses alimentos que te emporcalham, como fritura, gordura, bolo, chocolate, croissant e tudo que só te engorda e faz mal ao seu organismo.

Pholia Negra

Pholia Negra

Outro fitoterápico, chama-se pholia negra, que era bastante usada pelos nossos antepassados indígenas em forma de chá.

Esse chá retarda o esvaziamento gástrico, ou seja, a comida sai mais lentamente do estômago, dando assim uma coisa chamada saciedade precoce, ou seja, come-se pouco e fica satisfeito mais rápido.

Hibisco

Hibiscus Sabdariffa

O terceiro fitoterápico é o hibisco. Feito com as flores do Hibiscus sabdariffa, o chá de hibisco é capaz de estimular a queima de gordura corporal, facilitar a digestão, regularizar o intestino e combater a retenção de líquido, ajudando a desinchar o corpo.

Ele também é muito importante para inibir o apetite.

Hibisco ajuda também na recuperação muscular, após qualquer atividade física, não devendo ser tomado antes de dormir,porque pode gerar um pouco de insônia.

Griffonia simplicifolia

Griffonia Simplicifolia

O quarto fitoterápico é a griffonia simplicifolia, substância que tem cinco HTP, ou seja, 5 hidroxitriptofano e essa substância é o precursor da serotonina, que é o hormônio cerebral do prazer, da tranquilidade, da felicidade.

Para quem não consegue ficar sem comer doce, encontra nessa substância um inibidor natural dessa vontade.

Este fitoterápico é praticamente antidepressivo natural, no entanto, quem tem depressão não pode substituir seu medicamente por griffonia, mas pode consumi-la como aliada, uma vez que ela combate a ansiedade e o estresse e, assim, vai ficar em um estado de plenitude, tranquilidade, além de ter uma melhoria significativa na qualidade do sono.

Infelizmente, a nossa medicina convencional ainda não colocou esses produtos ainda na faculdade para os médicos aprenderem.

As pessoas procuram cirurgia bariátrica, enquanto a cura para obesidade está na própria cabeça, na mudança de hábitos alimentares e na seleção do que vai consumir.

Quatro fitoterápicos, que muito podem auxiliar no processo de emagrecimento, no entanto, eles só serão verdadeiramente eficazes se estiverem aliados à mudança nas práticas diárias, se forem aliados à prática de exercícios físicos, se andarem de mãos dadas com uma mudança de mente, onde essa nova mente vai priorizar tudo aquilo que faz bem ao físico, ao psicológico e ao espírito.

Quando se vive de forma equilibrada, o emagrecimento é consequência.