Ginseng

O Ginseng Coreano, é conhecido como uma das substâncias mais eficazes no combate da fadiga, astenia física, psíquica e sexual. Chegou ao Ocidente há cerca de 300, mas tem raízes milenares no Extremo Oriente, onde lhe são reconhecidos poderes únicos de revitalização do corpo e mente. O mundo ocidental ouviu falar pela primeira vez sobre Ginseng através de um missionário jesuíta que, em 1711, escreveu: “ninguém consegue imaginar a importância que os chineses dão a esta raiz. De certeza que se não tivesse os efeitos que lhe atribuem não lhe dariam tamanha importância.

E as palavras não podiam ser mais certeiras. O Ginseng, conhecido pelos chineses há mais de dois mil anos, como forma de “acalmar o espírito e a aumentar a sabedoria”, viajou no tempo e no espaço. Hoje assume-se como uma das plantas mais utilizadas em terapias naturais em todo o mundo.

Mitos e Realidades

Embora tenham qualidades diferentes e se destinem a diferentes efeitos, todos são utilizados como tónicos para fortalecer e regular as funções orgânicas. Sabe-se que o Ginseng Asiático tem qualidades “quentes” e que deve ser tomado após períodos de doença, para revigorar o corpo. Por seu turno, o Ginseng Americano tem qualidades “frias”. Deve ser tomado por pessoas com doenças “quentes”, que têm uma natureza mais viva e se encontram em estado mais exaltado.

Na tentativa de explicar o efeito milagroso do Ginseng, a ciência moderna tem efectuado inúmeros estudos para saber a razão pela qual esta raiz consegue produzir os efeitos que lhe são atribuídos. Os resultados têm sido pouco conclusivos. Segundo os especialistas do Centro de Pesquisas Farmacêuticas da Universidade de Illinois, não tem sido possível dizer com exactidão quais os efeitos do Ginseng nos seres humanos. De facto existem efeitos comprovados, mas contraditórios. Alguns componentes da raiz aumentam a pressão sanguínea; outros baixam. Uns actuam como sedativos; outros como estimulantes.

Os naturopatas consideram que a natureza complexa do Ginseng é o segredo do seu poder tonificante e capacidade para equilibrar as funções do organismo. Na realidade, estudos esfectuados ao Ginseng asiático e ao americano demonstram que a raiz actua também com eficácia do sistema imunológico.