-->Hipertireoidismo - Tratamento, Causas, Sintomas e Diagnostico

Hipertireoidismo

Publicado em 22/02/2010. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 8 dezembro 2018

Hipertireoidismo – Sintomas, Causas e Características do diagnóstico
Os principais sintomas são Sudorese, perda ponderal, intolerância ao calor, irritabilidade, fraqueza, aumento no número de evacuações e irregularidade menstrual.
Taquicardia sinusal ou fibrilação atrial, tremor, pele úmida e quente, achados oculares (olhar fixo, retração palpebral); bócio
difuso, sopro tireóideo e exoftalmia na doença de Graves.
FT4 e FT3 séricos aumentados; TSH baixo ou indetectável.
A cintigrafia com captação de iodo radioativo distingue entre doença de Graves, nódulo tóxico e tireoidite; também pode ser
util na identificação do raro tecido tireóideo ectópico (teratoma ovariano).
A imunoglobulina estimulante da tireóide e os auto-anticorpos antitireóideos são frequentemente positivos na doença de Graves.

Diagnóstico diferencial
. Ansiedade, neurose ou mania
. Feocromocitoma
. Administração de tireóide exógena
. Doença catabólica
. Alcoolismo crônico

Hipertireoidismo Tratamento
Tratamento de apoio aos pacientes com tireoidite.
Propranolol para alívio sintomático dos sintomas mediados por catecolaminas.
Antitireoideanos (metimazol ou propiltiouracil) para pacientes com doença de Graves leve; chance de remissão maior em casos mais leves/bócios menores, enquanto os casos mais graves podem exigir tratamento com iodo radioativo.
A Ablação com iodo radioativo constitui uma terapia definitiva e está indicada para a doença de Graves refratária e para os pacientes com doença nodular tóxica; em pacientes idosos ou naqueles com hipertireoidismo grave tratar inicialmente com antitireóideos.
Tireoidectomia subtotal para os casos que não respondem à terapia clínica, se o iodo radioativo estiver contra-indicado
(p. ex., gravidez) ou para bócios nodulares muito grandes; deve-se alcançar o estado eutireóideo clinicamente antes da cirurgia.

Dica
Em pacientes com mais de 60 anos de idade, quando for cogitado o diagnóstico de hipertireoidismo, trata-se de hipotireoidismo, e, vice versa; as doenças tornam-se cada vez mais atípicas á medida que a idade avança.
Referência
Cooper DS: Hyperthyroidism

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858