HISTÓRIA NATURAL DO CÂNCER DO PULMÃO

Atualizado e Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 07/08/2019

HISTÓRIA NATURAL DO CÂNCER DO PULMÃO

Em geral, os carcinomas broncogênicos manifestam-se inicialmente na forma de tosse, perda de peso, dor torácica e dispnéia.
A taxa de sobrevida global de cinco anos é de, aproximadamente, 9%. A ressecção cirúrgica de tumores solitários (de células não-pequenas) proporciona alguma melhora da sobrevida (sobrevida de cinco anos de 30% a 40%) numa minoria de pacientes com doença localizada. O carcinoma de pequenas células quase sempre sofreu metástases por ocasião do diagnóstico, afastando a possibilidade de intervenção cirúrgica.

Mostra-se responsivo à quimioterapia, porém acaba sofrendo recidiva. Outros tipos apresentam respostas desencorajadoras à quimioterapia.
As síndromes paraneoplásicas associadas ao carcinoma broncogênico quase sempre resultam na liberação dos seguintes hormônios:

• hormônio antidiurético (síndrome de liberação inapropriada de hormônio antidiurético);
• hormônio adrenocorticotrópico (síndrome de Cushing);
• paratormônio ou prostaglandina E (hipercalcemia);
• calcitonina (hipocalcemia);
• gonadotropinas (ginecomastia);
• serotonina (síndrome carcinóide).

Outras síndromes paraneoplásicas incluem miopatia, neuropatia periférica, acantose nigricante e osteoartropatia pulmonar hipertrógica (por exemplo, baqueteamento dos dedos das mãos).
Agressividade câncer do pulmão sobrevida

A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.

HISTÓRIA NATURAL DO CÂNCER DO…