Lecitina: Benefícios, efeitos colaterais e fontes alimentares

Atualizado e Revisado por Drª Adriely Silva (Nutricionista - CRN-6 Nº 25902) a 17/09/2019

As gorduras são muitas vezes incompreendidas e evitadas em muitas dietas. No entanto, a lecitina é uma gordura saudável e 100% natural que pode ajudar a alcançar alguns objetivos de saúde. Se pretende melhorar a função hepática ou equilibrar o colesterol, a lecitina certamente fará um excelente trabalho. Continue a ler para descobrir quais os alimentos ricos em lecitina e os seus possíveis benefícios na saúde.

Os Benefícios Da Lecitina São Incríveis Para A Sua Saúde

 

O que é e para que serve?

Trata-se de uma gordura natural encontrada em muitas fontes, plantas e animais R , R ]. A substância mantém e estabiliza a gordura em muitos produtos alimentares. Fornece também textura a muitos alimentos e aumenta a sua vida útil.

A gordura tem a capacidade de vincular as fontes de água e gordura, tornando-se um ótimo aditivo a muitas sobremesas, chocolates, molhos para saladas, carnes e óleos de cozinha R , R , R ].

As lecitinas mais populares incluem a lecitina de soja e a lecitina de girassol.

Lecitina de soja

A lecitina de soja é extraída da soja. É composta por ácidos graxos livres e pequenas quantidades de proteínas e carboidratos. O principal componente presente na lecitina de soja é a fosfatidilcolina, que compreende entre 20% a 80% da quantidade total de gordura R ].

Componentes

Os componentes ativos presentes na substância incluem  [ R ]:

  • Glicerofosfato
  • Oleato de sódio
  • Colina
  • Fosfatidilinositol

A fosfatidilcolina, a principal gordura encontrada na substância, é uma fonte de colina, um nutriente extremamente importante e necessário para 4 principais propósitos no corpo humano R ]:

  • Estrutura e sinalização da membrana celular
  • Síntese do importante neurotransmissor acetilcolina, necessária para a função cerebral e muscular [ R ]
  • Ajuda o processo que controla a ativação e bloqueio de genes (usa grupos metilo para marcar o DNA)
  • Transporte de gordura e manutenção das gorduras que circulam na corrente sanguínea em equilíbrio

A colina também é muito importante na degradação da homocisteína R ].

Caminho Da Fosfatidilcolina E Da Colina

Mecanismo de ação

A gordura contém ácidos graxos que podem ativar os receptores que controlam os genes (receptores ativados por proliferadores de peroxisoma). Uma vez ativados, esses receptores desempenham um papel importante no equilíbrio energético e na função metabólica R , R ].

Os receptores ativados por proliferadores de peroxisomas existem em muitos tipos de tecidos, como no coração, fígado, músculos, gordura e intestino.

Estes tecidos dependem da ativação do receptor para a promoção dos ácidos gordos, corpos de cetona e metabolismo da glicose. Os corpos de cetona são usados ​​pelo corpo como fonte de energia R , R ].

Benefícios

Lecitina Em Granulos

Redução de colesterol

Colesterol elevado crônico leva a muitas complicações relacionadas ao coração, como ataques cardíacos.

Num estudo de 30 pacientes, em que os participantes com níveis elevados de colesterol ingeriram 500 mg de lecitina de soja diariamente durante 2 meses, verificou-se que após 2 meses, os níveis de colesterol total e os níveis de colesterol ruim ( LDL ) reduziram em cerca de 42% a 56%, respectivamente [ R].

Outro estudo realizado durante 4 semanas, verificou que a lecitina de soja aumentou a produção hepática de colesterol bom ( HDL ) em 65 pacientes. O bom colesterol remove outras formas de colesterol do corpo, e a presença de níveis mais elevados protege o organismo contra ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais R ].

Melhor digestão

A lecitina pode ajudar a reduzir o estresse digestivo em pessoas com a colite ulcerosa. Algumas pesquisas sugerem que a atividade emulsificante da lecitina melhora o muco no intestino, protegendo o revestimento gastrointestinal. Isso ocorre porque a lecitina contém fosfatidilcolina (PC), que também é um componente do muco.

Melhora o cérebro

A colina, um componente da fosfatidilcolina, desempenha um papel no desenvolvimento do cérebro e pode melhorar a memória.

Ratos recém-nascidos que receberam suplementos de colina experimentaram melhora da memória ao longo da vida devido a alterações no centro de memória dos seus cérebros.

Devido ao efeito do cloro no cérebro, foi proposto que a lecitina pode ser benéfica em pessoas com distúrbios neurológicos, doença de Alzheimer e outras formas de demência.

A fosfatidilserina (da lecitina de soja) misturada com ácido fosfatídico melhorou a memória, o humor e a capacidade de pensamento num estudo de 3 meses realizado em 72 pacientes idosos [ R ]. A mesma mistura também mostrou uma melhora no humor em 56 pacientes com Alzheimer R ].

Pode tratar distúrbios mentais

A lecitina contém também outro fosfolípido (fosfatidilinositol), um composto natural eficaz no tratamento do transtorno de pânico [ R ].

Num menino chinês de 16 anos com transtorno bipolar, insônia e uma forma leve de mania (Episódios maníacos) suplementado com fosfatidilcolina durante 14 meses, verificou-se que os padrões de sono voltaram ao normal e os sintomas maníacos foram reduzidos R ].

Melhora a função imunológica

A suplementação com lecitina de soja pode melhorar a função imunológica, principalmente em pessoas com diabetes.

Um estudo brasileiro realizado em ratos descobriu que a suplementação diária de lecitina aumentou a atividade de macrófagos em 29%. Macrófagos são glóbulos brancos que fagocitam detritos, micróbios, células cancerígenas e outros materiais estranhos no corpo.

Além disso, o número de células assassinas naturais (linfócitos), vitais para o sistema imunológico, aumentou 92% em ratos não diabéticos. São necessárias mais pesquisas em humanos para confirmar essas descobertas.

Como auxiliar na amamentação

A Lecitina Pode Ser Recomendada Como Medida Preventiva Para Mulheres Que Experimentam Ductos De Leite Entupidos.

A lecitina pode ser recomendada como uma medida preventiva em mulheres que experimentam dutos de leite entupidos, situação em que o leite materno não flui corretamente através do duto. A condição é dolorosa e dificulta a amamentação.

Também pode levar ao desenvolvimento de mastite, uma infecção do tecido mamário que afeta aproximadamente 10% das mulheres que amamentam.

Para ajudar a prevenir a mastite e facilitar a amamentação, a Canadian Breastfeeding Foundation recomenda as mulheres que experimentam o problema de forma recorrente a tomarem 1.200 mg de lecitina quatro vezes ao dia como medida preventiva.

No entanto, a lecitina não funciona como um tratamento em mulheres que já possuem os dutos obstruídos.

Outros usos

A lecitina é promovida como tratamento para:

  • doença da vesícula biliar
  • doença hepática
  • transtorno bipolar
  • ansiedade
  • eczema, dermatite e condições de pele seca.

É importante notar que a pesquisa sobre a eficácia da lecitina no tratamento destas condições é muito limitada ou inexistente.

Efeitos colaterais

Lecitina

Pode causar alergias

Uma vez que a lecitina de soja provém do óleo de soja, contém proteínas de soja que podem desencadear alergias em pessoas alérgicas ao alimento. [R].

A substância contém proteínas de ligação à imunoglobulina E (IgE). Quando estas proteínas se ligam aos anticorpos do sistema imunológico, os anticorpos desencadeiam uma resposta alérgica que pode causar inflamação rápida e algum desconforto digestivo. [RR].

Pode coagular o sangue

Um estudo realizado em 60 pacientes mostrou que uma dosagem diária de lecitina de soja aumentou a acumulação de células sanguíneas (adesão plaquetária) no sangue. As plaquetas sanguíneas são responsáveis ​​pela selagem dos vasos sanguíneos danificados. No entanto, o aumento da atividade das plaquetas no sangue está associado à doença cardíaca [RR].

Pode aumentar o risco de infertilidade em homens

Os produtos à base de soja, contêm o hormônio vegetal fitoestrógeno, que atua como hormônio humano, estrogênio [R].

Os pesquisadores realizaram um estudo em ratas grávidas que carregavam fetos masculinos, e adicionaram fitoestrógenos à sua dieta. Mais tarde, no seu desenvolvimento, os ratos machos mostraram uma contagem mais baixa de espermatozoides e um maior desequilíbrio hormonal [RR].

Pode ser nociva durante a gravidez

A colina presente no composto pode ser uma causa de preocupação durante a gravidez. Quando a colina atinge o intestino grosso, as bactérias intestinais e o fígado convertem-na em óxido de trimetilamina (TMAO). Níveis elevados de óxido de trimetilamina podem aumentar o risco de doença cardíaca R , R ].

Pode causar acumulação de gordura

Um estudo realizado em ratos verificou que o composto promoveu a produção e o armazenamento de gordura nas células do fígado. R ].

Interações medicamentosas

Não existem efeitos colaterais bem-documentados ou reações adversas ao tomar a substância.

No entanto, demonstrou-se que a lecitina aumenta a adesão plaquetária, o que poderá reduzir a eficácia dos medicamentos diluentes de sangue, como a aspirina. A aspirina dilui o sangue diminuindo o efeito de coagulação das plaquetas sanguíneas R ].

Fontes alimentares

A Gema Do Ovo é Rica Em Lecitina

A lecitina é um suplemento alimentar bastante comum, mas também pode ser encontrada em muitas fontes naturais.

Algumas fontes vegetarianas incluem [ R , R , R ]:

  • Leite
  • Iogurte
  • Queijo
  • Gema de ovo
  • Couves de Bruxelas
  • Brócolis
  • Legumes
  • Soja
  • Óleo vegetal
  • Couve-flor
  • Nozes

A maioria das fontes animais geralmente fornece quantidades maiores, tanto de lecitina como de colina. Algumas fontes animais incluem [RRR]:

  • Peixe
  • Fígado de galinha
  • Rim de frango
  • Carne de porco
  • Bife de fígado

Suplementos

Suplemento De Lecitina Em Cápsulas

A substância também está disponível sob a forma de suplemento:

  • Em Cápsulas
  • Em Pó (não-OGM e girassol)
  • Em Grânulos
  • Em líquido

Dosagem

Não existe uma dosagem recomendada para a lecitina. Como regra geral, a dosagem não deve exceder 5.000 mg por dia.

VOLTAR PARA »
A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.