Leite de Vaca para o Bebê

O leite de vaca para o bebê é um leite que poderá eventualmente ser dado ao bebê como uma forma de substituir o leite materno, por motivos de alergia ou incapacidade de produção láctea por parte da mãe.

No entanto, devemos ter noção desde logo que o bebê não deverá de todo consumir leite de vaca enquanto não tiver pelo menos 1 ano de idade.

Isso é importante porque este leite é de digestão mais difícil do que o leite materno, e para além disso possui pouca quantidade de ferro.

Dado que o organismo do bebê ainda é bastante frágil antes de este ter 1 ano de vida, deveremos tentar evitar dar-lhe este leite que é um leite mais composto ou mais pesado, digamos.

Caso o bebê não consiga amamentar por dificuldades por parte da mãe, o mais indicado é que até aos 6 meses de vida o bebê beba leite em pó numa fórmula especialmente desenvolvida para a sua idade ou leite de cabra, e não leite de vaca.

Conforme até já foi referido, o leite de vaca parece um leite mais forte, até mais forte que o leite da mãe.

A verdade é que o leite materno é efectivamente o leite que mais vai de encontro às necessidades do bebê, e é um leite mutável já que vai variando durante diferente amamentações e de acordo com o desenvolvimento do bebê.

Para além de tudo o que já foi até aqui referido, importa ainda mencionar que o leite de vaca é um leite que causa mais cólicas ao bebê, o que faz também com que este chore com maior frequência.

Fica no entanto o registo de que, caso não existam alternativas ao leite de vaca para dar ao bebê, este leite apenas deverá ser dado ao bebê depois de ser fervido.

Depois de este ferver, retire a nata que foi formada e deixe depois o leite ferver durante cerca de mais um quarto de hora.

No final, guarde no frio e dê-o ao bebê nas 24h subsequentes.

Conheça as Formas de Uso do Leite em Pó