Aumento mamário com gordura: Preço, pós operatório, indicações e dúvidas frequentes

O lipofilling das mamas ou aumento do peito com a própria gordura está indicado em pacientes que pretendem um aumento de mama discreto ou moderado e têm gordura suficiente em outras partes do corpo.

A lipotransferência de gordura para aumento da mama é um método ideal, pois evita a maioria das complicações da prótese de silicone.

Aumento Mamário Com Gordura 2

Limitações da técnica

Em mulheres muito magras a técnica não pode ser executada.

Quando a mama tem uma deformidade, por vezes não é possível resolver o problema apenas com um enxerto de gordura.

O procedimento

Trata-se de uma técnica cirúrgica que geralmente é realizada sob anestesia geral, mas não requer internação hospitalar.

O tecido adiposo é obtido de uma lipoaspiração com cânulas específicas finas e pouco traumáticas. O tecido adiposo obtido através da lipoaspiração é purificado antes de ser injetado nos seios.

O procedimento para purificar este tecido adiposo é através de centrifugação suave ou por limpeza com soro.

O processo de injetar a gordura nos seios é realizado através de 6 – 7 punções em cada mama e com microcânulas, injetando cuidadosamente o tecido adiposo para favorecer a integração como tecido vivo.

É extremamente importante o cirurgião evitar o excesso de manipulação deste tecido para que, posteriormente, não seja reabsorvido.

O pós-operatório

A partir do dia seguinte à intervenção, a vida pode ser praticamente normal, evitando grandes esforços para evitar a reabsorção de gordura.

É necessário usar um sutiã esportivo durante 2-3 semanas.

Normalmente o tecido enxertado fica estável aos 4 meses e, se a paciente desejar um maior aumento mamário pode fazê-lo novamente, 6 a 8 meses depois da primeira intervenção.

9 a 12 meses após a cirurgia, recomenda-se a realização de uma mamografia de controle.

Outras indicações

O enxerto de tecido gorduroso também pode ser usado para resolver complicações causados por implantes como bolhas duplas, retração cicatricial na abordagem periareolar, reaplicação (externamente sentida em alguma dobra da prótese), contorno da prótese visível demais, assimetrias mamárias com ou sem prótese.

Quanto custa?

Em Portugal os preços variam entre 1500 a 1800€.

Fotos antes e depois

Clique para ver as imagens: 1, 2, 3

Perguntas frequentes

Esta técnica pode ser feita em qualquer mulher?

Não. O aumento dos seios através de Injecções de gordura própria necessitam que as mulheres tenham áreas doadoras.

Você pode ser magra, mas tem que ter depósitos de gordura removíveis e não deixar sequelas estéticas.

A paciente ideal é a mulher que pretende um aumento de mama e ao mesmo tempo realizar uma lipoaspiração.

De onde é extraída a gordura?

A gordura pode ser extraída de qualquer área que a paciente deseje reduzir. Não existem áreas doadoras melhores do que outras à priori, embora as mais frequentes sejam o abdômen, flancos e glúteos.

Onde é colocada a gordura?

A gordura é implantada no tecido subcutâneo (ou seja, entre a pele e a glândula) e abaixo da glândula mamária.

O ideal não é introduzir gordura no tecido mamário, porque é quando os cistos e calcificações aparecem mais frequentemente na glândula.

Eu tive um aumento de mama com prótese e tenho uma contratura capsular. Posso remover os implantes e trocá-los pela gordura na mesma cirurgia?

Não exatamente. Quando realizamos um implante de tecido adiposo, devemos pensar que é um tecido vivo e que deve ser colocado entre o tecido vascularizado para que sobreviva.

Se colocarmos a gordura no orifício deixado pela prótese ela seria totalmente reabsorvida, portanto é necessário depositar a gordura entre a pele e a glândula (em pacientes portadores de próteses esse espaço costuma ser muito escasso).

Isso quer dizer que em uma única cirurgia não será possível dar-lhe o volume que satisfizesse as suas expectativas.

Como é extraída a gordura?

É extraída com cânulas de lipoaspiração específicas e finas (ligeiramente traumáticas) e com uma pressão de vácuo moderada para evitar danificar as células adiposas.

É possível guardar o excesso de gordura para procedimentos futuros?

Tecnicamente é possível.

O tecido pode ser preservado no frio como qualquer outro tecido, mas esse procedimento torna o tratamento caro e a porcentagem de tecido viável pode ser reduzida com o tratamento se todas as etapas da criopreservação não forem realizadas corretamente.

A gordura requer algum tratamento ou é colocada diretamente?

O tecido extraído requer um processo de purificação.

O mais comum é a centrifugação ou filtragem para obter células implantáveis ​​vivas e eliminar produtos residuais.

Quantos tamanhos posso aumentar?

Em uma sessão você pode ganhar uma copa. O processo pode ser repetido várias vezes para obter o tamanho desejado.

Nos procedimentos seguintes é mais fácil colocar mais volume, uma vez que a gordura infiltrada no tecido adiposo já é viável e a reabsorção será menor.

O tamanho da mama variará se eu engordar ou perder peso?

Ao aumentar o percentual de tecido gorduroso nas mamas é lógico pensar que o volume do tórax terá maior relação com o peso como ocorre com as mulheres na pós-menopausa que aumentam a porcentagem de tecido gorduroso, mas na realidade é difícil prever qual será o comportamento desta gordura implantada em relação ao peso.

O procedimento é muito doloroso?

O período pós-operatório é comparável à lipoaspiração.

A maioria dos desconfortos será na área doadora.

O peito terá alguma inflamação, mas em poucos dias é bom.

Posso colocar um implante depois de ter colocado gordura?

Não há nenhum problema em que a gordura implantada já faça parte do seu tecido normal e se comporte como o restante do tecido adiposo.

Eu tenho próteses de silicone. Posso aumentar mais com a gordura?

Sim não há nenhum problema. Na verdade, é uma técnica que geralmente é realizada  para corrigir problemas com próteses de mama.

Que efeitos indesejáveis ​​podem ocorrer no peito?

Por vezes, podem ocorrer cistos de gordura ou microcalcificações.

Microcalcificações são pequenos depósitos de cálcio visíveis na mamografia.

Recomenda-se a realização de uma mamografia antes e um ano após o tratamento para avaliar possíveis alterações.

O aumento mamário com gordura tem sido associado ao câncer de mama?

Não há relação conhecida entre transplante de tecido adiposo e câncer.

Isso afeta os testes de diagnóstico e prevenção do câncer de mama?

Não. A gordura parece “transparente” na mamograma e visualiza-se muito melhor.

É sempre necessário realizar uma mamografia antes do procedimento para que os especialistas possam avaliar as mudanças.

Que tipo de peito eu vou ter?

A vantagem desta técnica é que ela dá um seio mais natural.

Não funciona para obter muita projeção, mas sim para um aumento ou preenchimento de áreas específicas.

Permite à mulher ter um polo superior mais cheio e simetrizar seios de diferentes tamanhos.

A técnica é muito nova. Como posso ter certeza dos efeitos a longo prazo?

Na verdade, a lipoenxertia é uma técnica que os cirurgiões plásticos vêm realizando há muitos anos.

A diferença é que antes era usada principalmente para melhorar uma mama reconstruída ou para melhorar defeitos gordurosos de outras partes do corpo, e os métodos de coleta e tratamento de gordura eram menos eficazes e lesavam mais gordura.

Continua » 11 Incríveis Remédios Caseiros para Aumentar os Seios Naturalmente