Lúpulo (Planta Medicinal)

Publicado em 12/04/2012. Revisado por Drª Caroline Vallinhos (Nutricionista Clínica e Estética - CRN-3 nº 37006) a 15 novembro 2018

O lúpulo, planta medicinal usada no fabrico da cerveja, é uma planta trepadeira que pode ser macho ou fêmea e pode atingir sete a 8 metros desde que cresça à luz e ao sol.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

As plantas macho são utilizadas para reprodução e não têm aplicação na cerveja, enquanto as fêmeas produzem lupina (matéria utilizada para a fabricação de cerveja que lhe dá o seu sabor caracteristico).

Propriedades Medicinais, Benefícios e Indicações Terapêuticas

O lúpulo tem o papel de melhorar o aroma da cerveja e dar-lhe o mais do que conhecido sabor amargo que lhe é caraterístico. Funciona também como um excelente conservante, graças às suas propriedades antibióticas, evitando assim a contaminação da cerveja.

Antigamente, o lúpulo era utilizado também para o fabrico de pães e servia como vegetal para saladas. Já foi utilizado para problemas de anorexia, ansiedade, diarreia, cistos, doença do Crohn, dores de cabeça e de ouvidos, feridas, gases, histeria, indigestão, lepra, tumores, tuberculose, tensão, tosses e simples dores comuns.

Este tipo de planta encontra-se sobretudo em sebes, zonas frescas ou frias por toda a Europa, Estados Unidos, China e até mesmo nas Ilhas Canárias.

Apresenta excelentes propriedades medicinais e é uma milagrosa solução para quem pretende acalmar os nervos, dormir melhor, equilibrar o estado de ânimo e a saúde.

As propriedades medicinais que se destacam no lúpulo são : anafrodisíaco, antibacteriano, antiespasmódico, diurético, emenagogo, hipnótico, relaxante muscular e sedativo.

Há muitos anos que o lúpulo é utilizado para tratar estados nervosos e insónias graças às suas propriedades sedativas, sendo que vários estudos já confirmaram isso mesmo. É responsável pelo efeito tranquilizante e relaxante, sendo excelente para pessoas com problemas de ansiedade.

Publicidade

Chá de lúpulo

Se decidir optar pelo chá de lúpulo, utilize 20 gramas dos cones do lúpulo por cada litro de água e tome três a quatro chávenas por dia, a fim de combater o nervosismo, insónias, e enxaquecas. Pode aplicar também o chá quente sobre a zona afetada se sofrer de nevralgia.

Publicidade

São muitos os estudos que se fazem sobre o lúpulo e procura-se constantemente que potenciais benefícios terapêuticos podem ajudar no combate a várias patologias. Foi provado também que esta maravilhosa planta contém ácidos amargos que funcionam como antimicrobianos e o pó que se desprende e sacode das pinhas do lúpulo conferem uma excelente ação sedativa e sonífera.

Pode também utilizar o lúpulo dentro dos travesseiros porque ajuda a adormecer mais fácilmente bem como usa-lo em cataplasmas para tratar cistos (quistos), feridas, dores de cabeça, de ouvidos e de dentes.

Se acrescentar pomadas, é extremamente útil e pode ser usado para esfregar a região do tórax a fim de aliviar a tosse. É também utilizado na industria cosmética na elaboração de cremes para a pele e para ervas de relaxamento para o banho.

Os flavonoides (ou bioflavonoides) presentes nesta verdadeira erva medicinal podem ajudar em problemas de ossos, reduzir o risco de diabetes, melhorar níveis de colesterol elevado e até mesmo ajudar a combater a obesidade (Ler: Balão Intragástrico), que é sem dúvida cada vez mais um problema de todos os comuns mortais.

Contra Indicações e Efeitos Secundários

No entando também existem alguns malefícios. O lúpulo deve ser evitado durante a gravidez, em pessoas que sofrem de depressão e a planta pode causar dermatite se tiver contato direto com determinadas pessoas a este alérgicas.

Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Clado: rosídeas
Ordem: Rosales
Família: Cannabaceae
Género: Humulus
Espécie: H. lupulus
Nome binomial
Humulus lupulus
Saiba mais sobre:
Autores
Drª Caroline Vallinhos (Nutricionista Clínica e Estética - CRN-3 nº 37006)

Nutricionista Clínica e Estética - CRN-3 nº 37006

A Drª Caroline Vallinhos é graduada em ciências da nutrição pela Universidade de Guarulhos/SP. Possui 7 anos de experiência em Nutrição clínica e estética. Forte atuação em coaching de emagrecimento e qualidade de vida para pessoas em busca de melhoria alimentar e enfermos com necessidade de melhoria de quadro clínico.

Vasta experiência com consultoria para empresas do ramo alimentício, tais como grandes indústrias de alimentos, cozinhas experimentais e mercado de food service.

Com registro no Conselho Regional de Nutricionistas CRN-3 (Brasil) nº 37006

Também pode encontrar a Drª Caroline Vallinhos no Linkedin, Facebook: e Instagram.

Telefone: (11) 97670-1909 Atendimento em Guarulhos - SP (Região Jardim Maia)

Publicidade

Lúpulo (Planta Medicinal)