Maquiagem Permanente

Revisado por Equipe Editorial a 28 outubro 2018

A maquilhagem permanente, também conhecida como micropigmentação, consiste na aplicação de pigmentos de cor na camada externa da pele, a epiderme.

antes e depois maquiagem definitiva

Este tipo de maquilhagem consiste em destacar as linhas naturais da face, fazendo uma pintura definitiva, como acontece com as tatuagens. Como permite economizar tempo, uma vez que esta maquilhagem se mantém após uma noite de sono ou após a prática de desporto, está a tornar-se uma escolha de muitas pessoas.

No caso dos lábios, a maquilhagem permanente ajuda a realçar o contorno natural destes, que vai desvanecendo com o tempo. Já no caso das sobrancelhas, é feito um desenho bastante subtil, para reconstituir falhas que possam existir, como é o caso de queda de pelos, ou de alguma cicatriz.

Também é possível aplicar maquilhagem permanente nos olhos, de modo a definir e melhorar a expressão do olhar.

Assim, é possível corrigir pequenos e variados defeitos: sobrancelhas e pestanas com pouca definição natural, sobrancelhas com demasiadas falhas e depiladas em demasia, contorno dos lábios com pouca delineação.

Este tipo de maquilhagem pode ser realizado por pessoas de todas as idades, em centros de estética apropriados.

Procedimento

Como a pele reage à micropigmentação

Inflamação

Os tecidos ficam inflamados, devido à penetração contínua da agulha. Os glóbulos brancos, de modo a combater o agente exterior, reagem, originando-se assim uma inflamação.

Cicatrização

Forma-se uma crosta pequena à superfície, denominada microcrosta. Esta crosta dura entre três a quatro dias, podendo dar a ideia de que a cor fica mais escura, mas com o desaparecimento da crosta, esta cor volta ao normal.

Reparação

Acontece no décimo dia após o tratamento, aproximadamente. Nesta fase, a epiderme repara-se, o colagénio da derme remodela-se e as partículas do pigmento são redistribuídas.

Além disso, a tonalidade diminui devido à eliminação do pigmento das camadas superficiais da derme, devido à queda da crosta, descrita na fase anterior.

Fase final

Após 28 dias, a derme repara-se completamente. As partículas do pigmento são distribuídas, acabando assim o tratamento e obtendo o resultado final.

Desvantagens

Até aqui enumerou-se o lado positivo deste procedimento. Convém olhar também para o lado negativo. O lado negativo que mais se destaca é a dor, que é evidente quer nos lábios, quer nos olhos, quer nas sobrancelhas.

A dor é equivalente à do processo de tatuagens. Além disso, há também o problema da cor aplicada se desvanecer ao longo do tempo. No caso particular dos olhos, poderão nascer hematomas.

Antes de experimentar este tratamento é necessário garantir que o centro de estética é seguro, e que o profissional está capacitado para o fazer. Fazer maquilhagem permanente também pode expor a pessoa a várias doenças, como por exemplo a sida e a hepatite C. Convém ponderar sobre esta decisão.

Fotos antes e depois