Mecônio

Revisado por Equipe Editorial a 1 outubro 2018

As primeiras fezes do bebé são chamadas de mecônio. O mecônio apresenta uma textura espessa e pegajosa e uma cor que varia entre o preto e o verde.

Quando o bebé faz as suas fezes no interior da sua mãe, as fezes podem misturar-se com o líquido amniótico que o rodeia. Quando tal acontece, o bebé acaba por respirar a mistura de líquido amniótico e fezes, o que resulta em problemas graves para a sua saúde.

Nas situações em que o nascimento ocorre depois do período de gestação de 40 semanas, a aspiração do mecônio pode ser especialmente preocupante, uma vez que os recém-nascidos passaram mais tempo rodeados pela mistura nociva.

A aspiração meconial é um problema grave, que pode causar danos sérios e irreversíveis na saúde do bebé. Os pulmões do bebé podem ser seriamente afetados, devido à escassez de surfactante pulmonar. As vias respiratórias também podem ser afetadas.

Isto faz com que o bebé tenha dificuldade em respirar, o que pode impedir que o seu cérebro recebe a quantidade de oxigénio necessária, originando danos que podem ser irrecuperáveis.

Tratamento do Síndroma de Aspiração de Mecónio

O tratamento para a aspiração meconial comece logo após o parto. Assim que o bebé nascer, o médico deve aspirar a sua garganta, nariz e boca, com o objetivo de retirar qualquer vestígio de mecónio.

Após a aspiração, pode ser necessário colocar um tubo na traqueia do bebé, para tentar eliminar o resto.