-->Medicação sob controle - Farmácias deverão reter receitas de antibióticos - Educar Saúde

Medicação sob controle – Farmácias deverão reter receitas de antibióticos

Publicado em 08/06/2010. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Medicação sob controle – Farmácias deverão reter receitas de antibióticos

Além das mudanças quanto à disposição de medicamentos, as farmácias e drogarias também deverão reter as receitas de antibióticos. A medida ainda não está valendo mas, ao que tudo indica, a partir de setembro, o consumidor só poderá levar para casa aqueles que tenham sido prescritos pelo médico.

Até o momento, o paciente pode apresentar a receita e levá-la embora, porém, muitos são vendidos sem a prescrição. Com a nova medida, a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, pretende evitar o uso incorreto dos medicamentos, já que tal comportamento pode resultar numa resistência da bactéria, dificultando o tratamento.

O órgão também aumentará a fiscalização dos quatro tipos de antibióticos mais vendidos: azitromicina, sulfametoxazol, amoxicilina e a cefalexina, usados na composição de mais de 1500 medicamentos, fazendo com que as farmácias registrem os dados da compra do remédio, como nome do médico e quantidade adquirida.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

A essência da medicina não se restringe apenas ao diagnóstico e prescrição. A verdadeira missão está em informar, acolher, participar, apoiar e confortar as pessoas em suas dores e sofrimentos. Em ser uma referência técnica e humana em momentos de intensa insegurança e medo.

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial são revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.