Medicação sob controle – Farmácias deverão reter receitas de antibióticos

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Medicação sob controle – Farmácias deverão reter receitas de antibióticos

Além das mudanças quanto à disposição de medicamentos, as farmácias e drogarias também deverão reter as receitas de antibióticos. A medida ainda não está valendo mas, ao que tudo indica, a partir de setembro, o consumidor só poderá levar para casa aqueles que tenham sido prescritos pelo médico.

Até o momento, o paciente pode apresentar a receita e levá-la embora, porém, muitos são vendidos sem a prescrição. Com a nova medida, a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, pretende evitar o uso incorreto dos medicamentos, já que tal comportamento pode resultar numa resistência da bactéria, dificultando o tratamento.

O órgão também aumentará a fiscalização dos quatro tipos de antibióticos mais vendidos: azitromicina, sulfametoxazol, amoxicilina e a cefalexina, usados na composição de mais de 1500 medicamentos, fazendo com que as farmácias registrem os dados da compra do remédio, como nome do médico e quantidade adquirida.