Mozart Melhora a Saúde de Bebês Prematuros

Revisado por Equipe Editorial a 24 outubro 2018

Nos últimos anos têm surgido vários estudos científicos que comprovam a eficácia da música de Mozart como fator estimulante do desenvolvimento dos bebês prematuros.

Estes bebês, que nascem mais cedo, interrompendo a gestação antes do tempo, têm assim de terminar o seu desenvolvimento fora da barriga da mãe com auxílio médico.

Nascendo antes dos 9 meses de gestação, não têm ainda todo o organismo preparado para a vida exterior, apresentando por isso dificuldades no desenvolvimento motor e correndo risco de vida.

De acordo com estes estudos, a música de Mozart estimula o cérebro do bebê, ficando assim mais calmo. Dessa forma, consegue ganhar o peso necessário, crescendo mais depressa e desenvolvendo-se mais facilmente.

Nestes estudos científicos ficou demonstrado que se o bebê prematuro ouvir 30 minutos de músicas de Mozart diariamente, a sua saúde e o seu desenvolvimento saem beneficiados.

Apesar de se acreditar que outros compositores e outros estilos de música poderão ter também uma influência positiva na evolução dos bebês prematuros, os estudos que o poderão comprovar ainda estão a ser realizados.

Por enquanto, ainda apenas se demonstrou a eficácia das músicas de Mozart, e como tal, é este compositor que deve ser utilizado para ajudar os bebês prematuros a se desenvolverem melhor.