nilotinib – leuceima mielóide crónica

Publicado em 18/06/2010. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

O nilotinib produz uma resposta molecular mais profunda e reduz significativamente a progressão para a doença avançada, na leuceima mielóide crónica. Esta é uma das principais conclusões do estudo de 18 meses (follow-up intermédio), que demonstra ainda que o nilotinib “supera significativamente” o imatinib, avança um comunicado de imprensa. A Novartis apresentou estes dados na recente reunião anual da Sociedade Norte-Americana de Oncologia Clínica (ASCO 2010).

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉
Saiba mais sobre:
Autores
Equipe Editorial

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial baseiam-se em evidências científicas, sendo todos eles revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.

Publicidade

nilotinib – leuceima mielóide crónica