O Cabelo Volta a Crescer Depois do Implante Capilar

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Será que o meu cabelo vai crescer depois de realizar um implante Capilar?

Esta é uma das questões mais frequentemente colocadas por quem procura submeter-se a um implante Capilar, e para a mesma existe uma resposta bem simples: Tudo dependerá imenso do tipo de implante realizado. Actualmente, são dois os tipos de transplantes capilares que costumam ser praticados com maior frequência: O natural e o artificial.

Assim sendo, consoante a alternativa de restauração capilar escolhida, as características dos resultados esperados poderão variar significativamente, na medida em que estes representam dois procedimentos completamente diferentes que darão origem a resultados bem distintos, que poderão ou não apresentar os resultados pretendidos no tratamento dos seus problemas de calvice.

A calvície é um problema que poderá ter origem em diversas disfunções, e por isso é importante que, antes de qualquer tipo de transplante, seja primeiro identificada a causa da sua queda cabelo.

Implante Capilar com Cabelo artificial

O Implante Capilar artificial é realizado com materiais inorgânicos, e basicamente consiste em longas cadeias de cabelos artificiais que serão cirurgicamente inseridos na área do couro cabeludo afectada pela queda de cabelo.

Ao submeter-se a um procedimento deste tipo, é importante estar consciente de que, devido ao facto de estes serem cabelos artificiais, permanecerão para sempre do mesmo tamanho, o que contribuirá para impossibilitar a personalização do seu aspecto visual através de cortes, como seria possível fazer com o cabelo natural.

Por esta razão, os implantes artificiais não representam alternativas muito procuradas por quem sofre de problemas de queda de cabelo, na medida em que os resultados a serem alcançados deixarão sempre muito a desejar.

Os implantes artificiais deverão ser apenas realizados quando o paciente já não possuir o volume de cabelos naturais necessários a um transplante verdadeiramente completo, ou quando os fios de cabelo não se apresentarem suficientemente fortes e saudáveis para serem utilizados como uma alternativa de transplante viável.

Poucas são as situações em que os implantes artificiais se poderão revelar como a alternativa mais adequada, mas é importante que nenhuma decisão seja tomada sem a aprovação de um profissional especializado, na medida em que só ele poderá confirmar a viabilidade de cada uma destas técnicas.

Implante Capilar  com Cabelo natural

implante capilar antes e depois

Os implantes naturais são efectuados recorrendo à utilização do próprio cabelo do paciente, o que significa que, após terem sido transplantados, apresentarão um comportamento idêntico ao dos fios de cabelo localizados nas restantes áreas do couro cabeludo.

Este é o tipo de transplante mais aconselhado, na medida em que é através dele que conseguirá obter os resultados mais naturais e diminuir as probabilidades de algo vir a correr mal após a cirurgia. Casos em que os fios de cabelo acabam por não crescer são raríssimos, por isso esta representa uma aposta extremamente segura na sua restauração capilar.

Apesar de tudo, é importante ter imensa paciência após a cirurgia de Transplante Capilar, na medida em que o crescimento poderá demorar alguns meses até ter inicio. Após completa a cicatrização e todo o processo de tratamento, recuperará todas as características que definem um cabelo verdadeiramente orgânico, podendo assim atingir um resultado natural ao ponto de se revelar completamente imperceptível a olho nu.

Ao contrário dos fios de cabelo artificiais, os naturais permitir-lhe-ão modificar o seu estilo da forma que bem preferir, sem quaisquer tipos de limitações associadas. Quando realizada correctamente, a cirurgia permitirá que o paciente siga com a sua vida sem nunca se vir a sentir condicionado, seja de que forma for, por causa dos seus implantes.

A diferença entre os fios naturais e os cabelos de origem revelar-se-á praticamente nula para o paciente, e é por essa razão que os transplantes naturais deverão sempre ser encarados como a opção mais viável de combate à queda de cabelo.

Independentemente das características de cada um destes implantes e das preferências do paciente, é importante que a decisão final seja tomada com a supervisão de um profissional especializado, na medida em que, nem sempre aquilo que o paciente quer será o melhor para o seu caso em particular.

Cada situação exige uma abordagem única e independente, que deverá procurar suprimir na totalidade todas as necessidades do paciente, levando sempre em conta todas as limitações associadas ao seu estado de saúde, de modo a que determinadas complicações possam ser eficazmente evitadas evitadas.

Leia Também: