-->O Que fazer em caso de Hemorragia - Educar Saúde

O Que fazer em caso de Hemorragia

Publicado em 14/10/2010. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Só se pode agir de maneira eficaz sobre um hemorragia exterior, ou seja sobre aquelas que são visíveis. Saiba, no entanto, que deve suspeitar de uma hemorragia interna quando a vítima está pálida, transpira, tem as extremidades (mãos e pés) frias e sobretudo quando acabou de sofrer um choque forte. Uma hemorragia intensa e rápida pode causar a morte: torna-se, por isso, indispensável agir o mais rapidamente possível.

O que fazer em caso de hemorragia?

• Rasgue a roupa para tornar a lesão visível

• Se a hemorragia for num braço ou numa perna, deite a vítima e levante ligeiramente o membro ferido, para diminuir a pressão sanguínea neste local e evitar que o sangue continue a escorrer

• Aperte com firmeza a lesão com a palma da mão, durante alguns minutos.

• Aplique um pano limpo sobre a lesão, sem deixar de fazer pressão, e envolva-a com uma ligadura bem apertada. Deve sempre ter o cuidado de verificar que existe pulsação em volta da ferida.

• Se a lesão for demasiado grande ou associada a uma fractura exposta (osso que furou a pele), ou se existe um corpo estranho, não aplique nem compressas nem penso. Deve, nesse caso, tentar parar a hemorragia comprimindo um ponto acima da ferida. Com o polegar ou o punho, deve comprimir contra o osso a artéria que alimenta a hemorragia, o mais perto possível da lesão. Por trás da clavícula se a lesão for no ombro, ao nível das virilhas se a lesão for na perna e em cima do cotovelo se a lesão for no braço.

• Se for obrigado a largar o ponto de compressão para pedir ajuda, aplique um garrote acima da lesão, utilizando um tecido largo (gravata, lenço), e tome nota da hora em que o fez.

• Se suspeita de uma hemorragia interna, deite a vítima e previna as entidades necessárias.

O que não se deve fazer em casos de hemorragia
Retirar ou desapertar um garrote enquanto não tiver em presença de assistência médica num hospital.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.