Paul da Madriz

Revisado por Andre a 28 outubro 2018

O Paul da Madriz estende-se ao longo de 65 hectares, numa zona húmida integrada no sistema do Baixo Mondego, revelando um paisagem que merece ser observado por todos os que se interessam pela Natureza. Ao todo, engloba quatro tipo de habitats naturais, sendo prioritário um conjunto de charnecas húmidas atlânticas meridionais. É ainda constituída por charnecas secas (incluindo todos os subtipos) e por lagos eutróficos, assim como por uma florestas-galeria.

Autor da Foto: Luis Machado

Todo este espaço apresenta excelentes condições para a conservação de uma espécie que está classificada com estatuto de ameaçada – a lontra.

Esta Área foi instituída com medidas de gestão e acções de carácter geral pré-determinadas. Assim, pretende-se controlar a expansão da vegetação aquática, no sentido de assegurar a prevalência das espécies de fauna e flora que estão associadas a este meio natural. Por outro lado, pretende-se desenvolver acções de extensão rural com o objectivo de utilizar mais racionalmente os adubos e fitofármacos nas áreas que podem afectar a qualidade da água do paul. O objectivo é também manter e incentivar as práticas agrícolas tradicionais, que são perfeitamente compatíveis com a conservação dos valores naturais. Paralelamentes procura-se controlar as espécies infestantes e ordenar a actividade cinegética.

Área: 65 hectares

Concelho: Soure

Fauna

Alberga, para além da Lontra, o lagarto de água, o cágado, o boga e o ruivaco. Além disso, constitui uma área de grande importância para a conservação da avifauna aquática no Baixo Mondego.