Pele de Galinha

Publicado em 04/05/2011. Revisado por Dr Daniel Dourado (Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368) a 16 dezembro 2018

A pele de galinha, pele arrepiada ou também conhecida pelos termos médicos cutis anserina e queratose pilar, é um evento que afeta a maioria das mulheres, em especial nas pernas, mais propriamente nas zonas onde as pernas exercem pressão quando cruzadas.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Pele De Galinha

Abaixo você tem um índice com todos os pontos que discutiremos neste artigo:

Saiba como acabar com a pele de galinha

Porque ficamos com pele de galinha? É especialmente no Inverno que a pele das pernas se torna particularmente seca.

Os seus poros ficam mais fechados em consequência do frio, situações que dificultam o rompimento dos pêlos mais fracos e da penugem.

Por outro lado, também o facto da pele das pernas se manter sob a pressão das collants contribui para que este fenómeno se agrave dando à pele a aparência de pele de galinha, semelhante à que tem quando temos frio.

Desta forma, com a chegada do tempo quente, verifica-se que os pêlos formaram certas asperezas que, por vezes, se tornam avermelhadas, podendo mesmo inflamar.

Prevenção

Em primeiro lugar, há que ter durante todo o ano cuidados na hidratação da pele, mantendo-a o mais lisa e macia possível.

Este efeito é conseguindo através da sua fricção diária no duche e do uso de hidratantes depois.

Quando a pele é oleosa, forma-se na sua superfície uma acumulação do excesso de gordura que aí se deposita com as células mortas que também se vão acumulando na sua superfície.

Para tornar a epiderme mais fina deve usar, antes do seu creme hidratante, uma loção corporal regeneradora à base de AHA (ácidos de frutos) ou de ácido glicólico.

Publicidade

Tratamento da pele de galinha

Para além dos cuidados preventivos, é necessário tomar outro tipo de cuidados para que a pele de galinha desapareça o mais rapidamente possível. São eles:

Publicidade

Fricção com pedra pomes – esta deve ser cuidadosamente feita, já que a pedra-pomes pode ser irritante para a pele.

Para que o faça sem problemas, é importante que primeiro ensaboe muito bem a pele e passe depois a pedra-pomes, muito suavemente, apenas nas zonas mais ásperas.

Os movimentos devem ser rotativos e muito leves. É preferível fazê-los durante mais tempo com suavidade, do que rápida e energicamente;

Luvas de sisal, crina ou mesmo uma luva turca – conduzem a excelentes resultados, se tiver aplicado previamente sobre a pele um exfoliante corporal.

Molhe primeiro a pele das pernas; espalhe o exfoliante corporal como se fosse um creme e massaje depois com a luva, insistindo sempre nas zonas mais ásperas e problemáticas;

Não deve dispensar, sempre depois do banho ou duche, a aplicação de um creme nutritivo para amaciar a pele convenientemente.

Foto de pele de galinha

Saiba mais sobre:
Autores
Dr Daniel Dourado (Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368)

Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368

O Dr. Daniel Seixas Dourado é Graduado em Medicina pela Universidade Severino Sombra – RJ – 2007. Para além disso possui:

- Especialização em Dermatologia: Hospital Eduardo de Meneses (FHEMIG) – 2009.

- Pós-Graduação Lato-Sensu em Medicina e Cirurgia Aplicada a Estética: CEMEPE – Belo Horizonte – 2010.

- Título de especialista em Dermatologia: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pela associação médica brasileira – AMB.

- Especialização em cirurgia da restauração capilar: Facultè de médecine Pierre et Marie de Curie de Paris / France – 2014.

- É membro titular da sociedade brasileira de dermatologia – SBD.

- Membro titular da sociedade brasileira de cirurgia Dermatológica (SBCD).

- Membro da associação brasileira de cirurgia e restauração capilar- ABCRC.

Endereço: Rua Bernardo Guimarães, 2717, sala 903 - Santo Agostinho, Belo Horizonte – MG

Email: atendimento@drdanieldourado.com.br

Telefone: (31) 9 9446 2446

Também pode encontrar o Dr. Daniel no Linkedin, Facebook e Instagram

.
Publicidade

Pele de Galinha