-->Pele oleosa: o que comer, e o que não comer? - Educar Saúde

Pele oleosa: o que comer, e o que não comer?

Publicado em 19/01/2015. Revisado por Dr Daniel Dourado (Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368) a 16 dezembro 2018

A pele oleosa é um tipo de pele que exige cuidados diários especiais, de modo a controlar a produção de oleosidade e manter um aspeto limpo, bonito e saudável.

framboesa

Entre os vários cuidados que a pele oleosa exige, encontram-se a lavagem correta e uma hidratação adequada a este tipo de peles. No entanto, há outros cuidados diários que deve ter de modo a evitar o excesso de oleosidade.

A alimentação, muitas vezes esquecida por quem tem pele oleosa, pode ter um papel importante na saúde e beleza da pele. Há alimentos mais adequados e outros que deve evitar a todo o custo, de modo a manter a produção de óleo controlada. Confira de seguida o que comer e o que não comer para quem tem pele oleosa.

Pele oleosa: o que comer

As frutas, devido ao seu alto teor em vitaminas e substâncias antioxidantes, são alimentos bastante úteis na manutenção da saúde das peles oleosas. Assim, frutas como morangos, romã e acerola ajudam a reduzir a oleosidade da pele, enquanto frutas como a melancia, a framboesa, o mamão papaia, o pêssego, a laranja ou o abacaxi promovem uma pele mais macia e firme.

Para aproveitar da melhor forma os benefícios destas frutas para a pele oleosa, deverá consumir diariamente três peças. Pode ingerir a fruta no seu estado natural ou em suco.

Quem gosta de fazer sucos deve no entanto lembrar-se que com o tempo, este perde muitas das suas propriedades. Dessa forma, em vez de fazer e reservar para beber mais tarde, deve consumir o suco logo.

Pele oleosa: o que não comer

Relativamente aos alimentos que deve evitar caso tenha pele oleosa, destacamos o chocolate, comidas de fast food, fritos, alimentos ricos em gordura, e ainda, frutos secos como nozes, avelãs ou amêndoas. Todos estes alimentos são ricos em gorduras, e como tal, o seu consumo irá estimular a produção de oleosidade da pele.

Continuação » 25 Remédios Caseiros para pele oleosa

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Dr Daniel Dourado (Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368)

Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368

O Dr. Daniel Seixas Dourado é Graduado em Medicina pela Universidade Severino Sombra – RJ – 2007. Para além disso possui:

- Especialização em Dermatologia: Hospital Eduardo de Meneses (FHEMIG) – 2009.

- Pós-Graduação Lato-Sensu em Medicina e Cirurgia Aplicada a Estética: CEMEPE – Belo Horizonte – 2010.

- Título de especialista em Dermatologia: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pela associação médica brasileira – AMB.

- Especialização em cirurgia da restauração capilar: Facultè de médecine Pierre et Marie de Curie de Paris / France – 2014.

- É membro titular da sociedade brasileira de dermatologia – SBD.

- Membro titular da sociedade brasileira de cirurgia Dermatológica (SBCD).

- Membro da associação brasileira de cirurgia e restauração capilar- ABCRC.

Endereço: Rua Bernardo Guimarães, 2717, sala 903 - Santo Agostinho, Belo Horizonte – MG

Email: atendimento@drdanieldourado.com.br

Telefone: (31) 9 9446 2446

Também pode encontrar o Dr. Daniel no Linkedin, Facebook e Instagram. Pode consultar o Currículo Lattes Aqui.