Remédios Caseiros que Provocam o Aborto e estão Totalmente Proibidos na Gestação

Terminar uma gravidez é um processo complicado. E a realização de um aborto caseiro é ainda mais complexo e perigoso, portanto não o faça! As diretrizes médicas estão totalmente contra estes métodos, já que não existem pesquisas que suportem a sua segurança.

Infelizmente, por serem uma forma de manter toda essa fase em segredo, os remédios caseiros são muitas vezes a primeira opção para muitas mulheres.

As tradições populares chamam-nos de métodos seguros e eficazes, no entanto, são totalmente desaconselhados.

Para confirmar a sua gravidez, conheça alguns Testes de gravidez Caseiros.

Conheça 57 Incríveis Plantas, Medicamentos, Pílulas E Remédios Caseiros Para Abortar No Início Da Gravidez

Remédios Caseiros que Provocam o Aborto e estão Totalmente Proibidos na Gestação

Existem muitas plantas perigosas durante a gestação, pois podem provocar o aborto. A lista seguinte é constituída por alimentos e plantas potencialmente abortivas, proibidas quando a mulher está grávida:

Papaia (Mamão)

A Papaia Ou Mamão Verde Pode Provocar O Aborto

A papaia, de nome científico Carica papaya é um fruto com nomes diferentes em diferentes regiões e Países. Por exemplo, esta fruta em forma de pera é chamada pawpaw em algumas ilhas da Austrália e Índia Ocidental.

Na Índia Oriental e Sul da Ásia, o fruto é conhecido por várias designações incluindo lapaya, Tapaya e kepaya.

No Brasil, é conhecida como mamão e em Portugal como Papaia.

O mamão não é apenas uma fruta deliciosa, como também extremamente saudável. A fruta contém grandes fontes de fibra dietética, vitamina E, e C, ácido fólico, riboflavina, flavonoides, carotenos, magnésio, ferro, e potássio.

Portanto, não é surpresa para ninguém o porquê do seu consumo ser tão recomendado.

No entanto, o mamão é conhecido como uma fruta abortiva, principalmente o mamão verde (em estado imaturo).

Porque a papaia pode causar o aborto? Sabe-se que tanto a prostaglandina como a ocitocina são utilizadas durante o parto para fortalecer as contrações. Tendo em vista este fato e alguns estudos publicados, pode-se facilmente chegar à conclusão de que os alimentos ricos em prostaglandinas e ocitocina devem ser evitados durante a gravidez para evitar complicações graves. (R)

O látex presente na papaia verde (um líquido leitoso encontrado em muitas plantas) contém prostaglandina e oxitocina, sob a forma de papaína ou pepsina vegetal, em quantidades elevadas, daí ser muitas vezes utilizada pelo povo como uma simpatia caseira para o aborto. Portanto não coma mamão se estiver grávida

Arruda (Ruta graveolens)

A Arruda (Ruta Graveolens) é Uma Planta Abortiva

A arruda é outra planta que deve ser evitada durante a gravidez pois tem sido usada historicamente como um chá abortivo. É um abortivo ainda hoje usado pelos povos latino-americanos no Novo México.

Também conhecida como arruda-de-França, arruda-dos-jardins, erva-das-bruxas, arruda-fedida, arruda-doméstica, e ruta-de-cheiro-forte, a planta contém dois compostos químicos com a capacidade de causar complicações durante a gravidez.

Uma dessas substâncias é a pilocarpina, usada na medicina veterinária como abortivo para cavalos. O outro composto é a Rutina (vitamina P), um bioflavonoide hidrossolúvel que endurece os ossos e dentes, fortalece as artérias e as veias.

Portanto, a arruda é uma erva muito forte, que estimula o útero e o sistema nervoso e o seu consumo está totalmente proibido durante a gravidez, seja na forma de chá, tintura ou cápsulas. (R)

Para além disso, é uma planta que não deve ser usada regularmente, estando totalmente desaconselhada em pessoas com problemas cardíacos, renais e hepáticos. O óleo essencial de arruda é outra forma altamente tóxica da planta e nunca deve ser usada internamente.

Canela

Canela

A canela (Cinnamomum cassia) em pó é conhecida por causar contrações uterinas durante a gravidez que podem levar à expulsão do feto, estando proibido o seu consumo durante a gestação. Durante a gravidez, não use a canela em nenhuma das suas formas, incluindo o seu óleo essencial. (R) (R)

Goji Berry

O Goji Berry (Lycium Barbarum) Ajuda A Interromper A Gravidez Indesejada

Todas as partes da fruta são utilizadas (casca, fruto e folhas) pela medicina tradicional chinesa há séculos.

Depois de recolhidas, as bagas Goji passam por um processo de secagem e, em seguida, são embaladas. O processo de secagem tem como objetivo preservar os nutrientes e benefícios presentes na fruta.

O Goji Berry (Lycium barbarum) é usado para tratar muitos problemas de saúde, uma vez que tem uma grande fonte de antioxidantes, 18 aminoácidos, carotenoides, vitaminas: vitamina A, vitamina E, vitaminas do complexo B, ômega-3 e ácidos gordos ômega 6, proteínas, e 21 minerais essenciais, tais como zinco, ferro, selênio, cobre, germânio, cálcio, fósforo, magnésio, manganésio, etc.

Além disso, estas bagas maravilhosas têm propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas, antifúngicas, e antioxidantes.

No entanto, embora existam vários benefícios em comer bagas de goji, o consumo em excesso pode pôr em perigo a sua gravidez. Abaixo, listamos alguns efeitos colaterais comuns:

1. Defeitos congênitos:

As quantidades de selênio presentes nas bagas de goji podem levar a defeitos congênitos no feto. (R) .

2. Aborto espontâneo:

As bagas de Goji contêm betaína, substância nitrogenada orgânica, que pode levar ao aborto espontâneo (R) .

Evite comer um excesso de bagas de goji e comê-los no limite depois de consultar o seu médico.

Alguns estudos mostraram também que a betaína presente no fruto pode prejudicar as mulheres grávidas com diabetes ou hipertensão. Portanto, é importante consultar o médico antes de consumir o Goji Berry durante a gestação.

Exercícios proibibos na gestação

O exercício rigoroso pode levar ao aborto, devendo ser totalmente evitado durante esta fase. Alguns dos exercícios proibidos nesta fase são, o levantamento de peso, correr, saltar à corda, fazer escalada ou subir escadas.

Absinto (Artemisia absinthium)

Sabia Que O Absinto (Artemisia Absinthium), Artemísia, Losna E Sintro Induzir O Aborto

Na medicina popular Europeia, o absinto (Artemisia absinthium), também conhecido como artemísia, losna e sintro, foi talvez um dos mais agentes abortivos mais usados no passado. É uma planta abortifaciente que causa contrações uterinas que não deve ser usada durante a gestação, principalmente a espécie artemisia monosperma. (R)

No antigo Egito, foi utilizada para dissipar vermes e no tratamento de dores na região anal. Atualmente ainda é usada no Iêmen para aliviar as dores associadas ao parto.

Reflexologia, Acupuntura e Acupressão

Sabia Que A Acupuntura A Reflexologia E A Acupressão Ajudam A Tirar A Gravidez, Esta é A Localização Do Ponto SP6 Meridiano Do Baço Pâncreas

De todas as plantas que habitam a terra, apenas algumas são consideradas venenosas para o consumo humano e devem ser evitadas a todo o custo. O mesmo pode ser dito para os pontos da acupuntura.

Dos cerca de 1.000 pontos de acupuntura usados no corpo humano, existem alguns que mostraram através da experiência histórica e clínica, ser contra-indicados para determinados tipos de estimulação.

Estes pontos não são proibidos para o tratamento, no entanto, são expressamente proibidos para uso de acordo “como” eles são estimulados.

De acordo com Sandifer (1997), a acupuntura, quando aplicada aos seguintes pontos (ver abaixo) durante a gravidez pode causar o aborto, devendo ser totalmente proibida durante essa fase.

1. SP6 (Meridiano do Baço-Pâncreas) – Localização do ponto: Também conhecido como ponto San Yin Jiao, cruzamento dos três yin, ou “Interseção de três Yin“, este ponto situa-se a três tsun proximal à extremidade do maléolo medial, na margem distal da tíbia. (Ver localização do ponto SP6)

2. BL60 (Meridiano da Bexiga) – Localização do ponto: Situa-se a meia distância entre o maléolo lateral e o tendão do calcâneo. (Ver localização do ponto BL60)

3. LI4 (Meridiano do Intestino Grosso) – Localização do ponto: Situa-se na metade do 2º metacarpo, entre o 1º e o 2º ossos metacarpianos, ou sobre a saliência muscular, quando se faz a adução do polegar. (Ver localização do ponto LI4)

Não estimule/pressione nenhum dos pontos acima indicados durante a gestação.

Óleo de Onagra/Prímula

Óleo De Onagra Prímula Oenothera Biennis

O óleo de prímula, do Inglês Evening Primrose Oil, é um óleo extraído a partir da semente da planta Oenothera biennis.

Também conhecida como canária, erva-dos-burros, onagra e zécora, o óleo da planta é usado no tratamento de muitas doenças de pele, incluindo psoríase, eczema e acne.

Além disso, é extremamente utilizado no tratamento de ossos fracos, artrite reumatoide, esclerose múltipla, síndrome de Raynaud, colesterol elevado, dores nas pernas, asma, síndrome da fadiga crônica, diabetes, obesidade, tosse convulsa (coqueluche), síndrome do intestino irritável, colite ulcerosa e úlcera péptica.

A erva é conhecida por dilatar o colo do útero, estando totalmente proibido o seu consumo ou uso durante a gestação. (R) (R)

Algodão do México

Algodão Do México, Algodão Upland Gossypium Hirsutum

A Raiz de algodão do México ou Algodão Upland (Gossypium hirsutum) tem o efeito de desligar a capacidade do corpo lúteo produzir progesterona.

O corpo lúteo é criado quando ocorre a ovulação, um pequeno buraco feito pelo óvulo quando se dá o rompimento do folículo ovárico, e onde se dá a produção e concentração de progesterona, que favorece a gestação.

A progesterona é essencial para a mulher engravidar, e sem este hormônio esteroide a gravidez não consegue manter-se até ao ponto onde a placenta assume a produção dos hormônios.

Uma pesquisa realizada na China apoia esta afirmação, mostrando que a casca da raiz de algodão do México pode levar à perda da gravidez devido ao seu efeito anti-progesterona e anticorpo lúteo (anti-COL). Estes efeitos fazem com que o revestimento do útero não seja favorável ao óvulo fertilizado, interferindo com o implante e em alguns casos causando o aborto.

Portanto, as gestantes não devem usar a planta. (R)

Sementes de Sésamo/Gergelim

Sementes De Gergelim Ou Sésamo

O consumo de sementes de gergelim (Sesamum indicum) pode provocar contrações uterinas, e eventualmente leva à expulsão do óvulo fertilizado. Evite a semente durante a gravidez.

Abacaxi

A Vitamina C E Bromelina Presentes No Abacaxi Podem Provocar O Aborto Espontâneo

O abacaxi (ananás) é uma das frutas mais amigas da mulher. É riquíssimo em enzimas, dando suporte à saúde da mulher. Por exemplo, é rico em antioxidantes, que ajudam na prevenção do câncer da mama.

No entanto, ele contém vitamina C e bromelina, uma enzima proteolítica responsável por enfraquecer as paredes do colo do útero, que por sua vez pode resultar no aborto espontâneo, devendo ser evitado na gravidez.

Dong Quai (Angélica Chinesa)

Dong Quai Angelica Sinensis

A Angélica-Chinesa (Dong Quai), de nome científico (Angelica sinensis) é uma planta com uma ação poderosa sobre o sistema reprodutivo da mulher. Ela apresenta atividade emenagoga e abortiva (um tipo de ervas ou substâncias que estimulam o fluxo de sangue na região pélvica e útero).

O consumo da planta está totalmente proibido durante a gravidez.

Acteia ou erva-de-são-cristóvão (Actaea racemosa)

Tintura De Acteia Cimicifuga Racemosa

Uma erva anti-espasmódica, muitas vezes usada em conjunto com o Cohosh Azul (Caulophyllum thalictroides).

Tem sido notícia ultimamente pelo seu valor no tratamento de vários tipos de ‘queixas femininas’ como a Síndrome de tensão pré-menstrual, cólicas menstruais, desequilíbrios hormonais, sintomas da menopausa tais como afrontamentos e depressão.

Cientificamente falando, a acteia suprime a secreção do hormônio luteinizante, associado à ocorrência de ondas de calor, suores noturnos e outros sintomas da menopausa.

A hormona luteinizante é o que faz a ovulação acontecer. E uma vez que a planta tem esta capacidade, talvez seja melhor parar o seu consumo durante a gestação, seja na forma de chá, tintura, extrato ou cápsulas.

Algumas consequências do uso excessivo da planta durante longos períodos pode levar a uma redução da frequência cardíaca, sendo que as pessoas com algum tipo de doença cardíaca devem evitá-la.

Outros possíveis efeitos colaterais da planta incluem, tonturas, diarreia, náuseas, dores de cabeça, tremores e vómitos.

Os efeitos colaterais que ocorrem com o uso prolongado podem incluir irritação no útero, dor abdominal, coagulação sanguínea anormal, problemas de fígado.

Não deve também ser tomada por pessoas que tenham sido aconselhadas a não tomar contraceptivos orais.

Catinga de Mulata

Tintura De Tanacetum Vulgare, Da Planta Catinga De Mulata

De nome científico Tanacetum vulgare, a planta catinga-de-mulata também conhecida como tanaceto, atanásia, erva-de-São-Marcos e Palminha é uma erva extremamente forte.

O seu óleo essencial nunca deve ser tomado internamente, uma vez que é letal mesmo quando consumido em pequenas quantidades. O principal constituinte da catinga-de-mulata é a tujona, um composto químico tóxico, e muito concentrado no óleo essencial da planta.

A Tujona tem uma acção extremamente potente sobre o útero, pois é um estimulante, devendo ser evitada durante a gestação.

Cohosh Azul (Caulophyllum thalictroides)

Raiz De Cohosh Azul Caulophyllum Thalictroides Para Fazer Chá Abortivo

O Cohosh Azul, também conhecido como Raiz Índia, Raiz Papoose, Ginseng-Azul, Ginseng-Amarelo e Raiz-de-Mirtilo, é um poderoso aliado das mulheres, em que a sua ação principal está no útero. No entanto, deve parar o seu consumo durante a gravidez.

Ele tem uma grande variedade de usos, desde o tempo das mulheres ojíbuas, um povo indígena que habitou na América do Norte e Canadá, que o usavam como uma decocção forte para fins contraceptivos.

É uma erva muitas vezes usada também em combinação com outras plantas medicinais para a regulação do ciclo menstrual, aliviar cólicas dolorosas, e em fórmulas específicas para o tratamento da endometriose, clamídia e displasia cervical.

Como tônico uterino, nutre e revitaliza o tecido uterino numa variedade de circunstâncias, incluindo após a gravidez.

Pode ser usado durante o parto para aliviar as dores ou dar inicio ao trabalho parado. E depois do nascimento para fazer a retenção da placenta e parar o sangramento.

É  considerada um estrogênico natural, o que significa que contém substâncias semelhantes ao estrogênio e pode ter efeitos secundários semelhantes ao estrogênio (as pessoas com tumores sensíveis à presença de atividade estrogénica no organismo não devem usar esta erva).

A Caulosaponina, uma substância química encontrada na planta, tem uma ação de estreitamento das artérias, o que pode fazer com que as artérias do coração fiquem mais estreitas, não sendo desta forma recomendada para uso por pessoas que sofrem de problemas renais ou cardíacos, de qualquer tipo, incluindo doenças cardíacas, ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais, pressão sanguínea elevada e pressão arterial baixa.

Vitamina C (Ácido Ascórbico)

Cápsulas De Ácido Ascórbico

A progesterona prepara o útero para receber o óvulo fertilizado, e o ácido ascórbico interfere na produção de progesterona, impedindo o útero de tornar-se um lugar nutritivo para o óvulo, dificultando a sua implantação. Deve evitar o consumo de vitamina C durante a gravidez.

Salsa

Suco E Ramo De Salsa Para Abortar Feto

A salsa, salsinha ou perrexil (Petroselinum crispum) é outra planta que deve ser evitada durante a gravidez, uma vez que pode causar a perda do feto nos primeiros estágios da gestação.

Aspirina

O uso da aspirina durante o início da gravidez está estatisticamente associada a um maior risco de aborto espontâneo. (R) Outro Anti-inflamatório não esteroide com risco substancial de aborto é o Diclofenaco. Evite estes medicamentos durante a gestação.

Babosa (Aloe Vera)

O Extrato, Gel De Aloe Vera Ou Babosa Ajuda A Abostar O Feto E Tira A Gravidez

O aloe vera é conhecido por estimular os músculos uterinos e levar a possíveis hemorragias pélvicas. O extrato alcóolico da babosa pode causar problemas na implantação do óvulo fertilizado no útero, devendo ser evitada durante a gravidez.

Brotos de Folha de Bananeira e Acácia

Vagens Verdes De Acácia

As vagens verdes da acácia e os Brotos (rebentos) de folha de bananeira são outras 2 plantas que deve manter à distãncia durante a gravidez.

Chá de Camomila

Chá De Camomila é Abortivo

O útero, onde o bebê se desenvolve durante os nove meses de gravidez, pode ser suscetível aos efeitos colaterais do chá de camomila, quando ingerido em grandes quantidades, uma vez que provoca contracções no útero. Evite consumir o chá de camomila durante a gestação.

Poejo (Mentha pulegium)

Sabia Que O Chá D Poejo, Mentha Pulegium, Conhecido Como Hortelãzinho é Abortivo

Cientificamente conhecido como Mentha pulegium, o extrato desta erva também conhecida como Hortelãzinho é frequentemente utilizado na fabricação de pílulas anticoncepcionais. Ele contém um composto orgânico chamado pulegona, uma substância que induz o aborto. Seja fresca, em forma de chá ou óleo essencial, o seu consumo deve ser evitado durante a gestação.

Plantas potencialmente abortivas e Emenagogas proibidas na gestação

Destacamos ainda outras ervas usadas no Brasil e em Portugal que devem ser evitadas durante a gestação:

  • Taro, inhame-coco ou inhame dos Açores (Colocasia esculenta);
  • Erva-de-joão-pires, gorreiro, trovisco ou trovisqueira (Daphne gnidium);
  • Cacana ou kakana (Momordica balsamina)
  • Melão de São Caetano (Momordica charantia)
  • Erva-de-são-joão ou Hipérico/Hipericão (Hypericum perforatum);
  • Mimo-de-vênus, hibisco ou graxa-de-estudante (Hibiscus rosa-sinensis);
  • Congoça, pervinca ou pervinca-maior (Vinca major);
  • Boldo-do-chile (Peumus boldus);
  • Acônito (Aconitum napellus);
  • Cytisus scoparius;
  • Esparto, espárcio, giesta-dos-jardins, gesta ou retama (Spartium junceum);
  • Açafrão-do-prado (Colchicum autumnale);
  • Nux vomica, noz-vómica ou fava-de-santo-inácio (Strychnos nux-vomica);
  • Cipó-mil-homens;
  • Erva-de-bicho;
  • Aristolochia
  • Buchinha do norte;
  • Carqueja;
  • Sabina ou sabina-rasteira (Juniperus sabina)
  • Confrei;
  • Espirradeira;
  • Ferula assafoetida
  • Melão-de-são-caetano;
  • Erva-de-santa-maria;
  • Salsão ou aipo (Apium graveolens)
  • Pinhão-de-purga ou pinhão-paraguaio;

Plantas com propriedades ocitócicas: não devem ser consumidas durantea gestação porque são ervas que induzem as contrações uterinas, estimulando a oxitocina.

  • Raiz e semente de algodão;
  • Marijuana (Cannabis);

Plantas que contêm Tujona proibidas na gestação: a tujona é um óleo volátil encontrado em várias plantas conhecidas por serem um estimulante uterino. 

  • Baga de zimbro

Plantas que contraem o útero: Estas ervas seguintes têm propriedades únicas que causam contrações uterinas e devem ser evitadas nesta fase:

  • Gengibre (Zingiber officinale);
  • Alecrim (Rosmarinus officinalis);

Ervas que contêm propriedades estrogênicas: As plantas seguintes podem causar efeitos colaterais similares ao estrogênio, incluindo coagulação anormal do sangue.

  • Sementes da romã;
  • Cenoura-selvagem/Renda da Rainha (Daucus carota);

Plantas que inibem a Implantação do Óvulo: Estas ervas interferem com a implantação do óvulo fertilizado, ou seja, agem como um contraceptivo, devendo ser evitadas durante a gravidez.

  • Raiz de algodão;
  • Zimbro, zimbreiro, junípero e sabina (Juniperus);
  • Inhame-selvagem;
  • Óleo de nim (neem) Azadirachta indica;
  • Sementes de Cenoura-selvagem (Daucus carota);
  • Persea, persicária-mordaz, persicária-picante, pimenta-da-água ou pimentela (Polygonum hydropiper)
  • Rutina;
  • Arruda;
  • Amêndoa do alperce (miolo do caroço do alperce);
  • Romã (Punica granatum);

Se está grávida, seja responsável! Nesta fase a mulher não deve consumir plantas, chás, extratos, tinturas, ou qualquer tipo de suplemento sem aconselhamento médico, uma vez que a sua ingestão pode originar sérios riscos para a saúde do feto.