-->Plastia dos Lóbulos das Orelhas - Educar Saúde

Plastia dos Lóbulos das Orelhas

Publicado em 25/01/2013. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

A plastia dos lóbulos das orelhas trata-se de uma pequena cirurgia para tratar as “rasgaduras” dos lóbulos das orelhas, de causa adquirida pelo uso de piercings ou brincos pesados durante anos. O pequeno orifício do brinco, pela acção do peso e da gravidade, vai-se abrindo, podendo chegar a rasgar completamente o lóbulo da orelha e dividindo-o em dois.

Esta cirurgia é realizada sob anestesia local, com sedação e geralmente não há dor no pós-operatório. As cicatrizes são feitas no lóbulo da orelha, seguindo princípios básicos de cirurgia plástica, de forma a quebrar a futura tensão dos brincos e a evitar recorrência.

Fonte: Clínica Milénio – Dr Ângelo Rebelo

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial baseiam-se em evidências científicas, sendo todos eles revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.

Publicidade