6 Pomadas para Candidíase: Veja Como usar, exemplos de dosagem

Causada pelo excesso de população do fungo Candida albicans, a candidíase é uma doença plenamente curável. Uma maneira eficaz de tratar a infecção é com o uso de pomadas para candidíase.

Geralmente, as mulheres são as primeiras a manifestar a candidíase, transmitindo a doença aos parceiros durante a prática sexual desprotegida. No entanto, isso não significa que os homens não possam desenvolver a doença sozinhos. Até porque, existem alguns fatores como o estresse excessivo e distúrbios hormonais, que também podem levar ao aparecimento da infecção.

As pomadas especificamente desenvolvidas para combater a candidíase possuem compostos antifúngicos. Entre as substâncias mais conhecidas e prescritas pelos médicos, estão:

  • isoconazol (exemplo Gyno-Icaden);
  • miconazol (exemplo Gino-Pletil);
  • clotrimazol (exemplo Gino Canesten).

Há medida que diminuem o excesso de população de fungos no local afetado, essas pomadas reduzem a intensidade da coceira, consequência direta do reequilíbrio da concentração de micro-organismos na área íntima.

Estas pomadas geralmente são bem aceites pelo corpo, não costumando causar reações inesperadas.

Pomadas Para Candidíase

Como usar as pomadas na candidíase vaginal

Para usar as pomadas na candidíase vaginal, basta aplicá-las diretamente sobre a área infectada e nas regiões próximas. É importante que a pomada também seja aplicada nos lábios internos da região vaginal. Essa utilização interna exige um mecanismo específico, que geralmente acompanha o próprio produto.

Como usar

Existem algumas diretrizes a serem adotadas durante o uso das pomadas para candidíase:

1) Antes de manipular a pomada, é fundamental que as mãos estejam secas e limpas. O mesmo cuidado se refere à área da vagina, que não deve apresentar nenhum resquício da aplicação anterior;

2) Após a abertura do produto, basta adicionar uma quantidade de pomada no aplicador até deixá-lo bem preenchido;

3) Com as pernas abertas ao máximo possível (pois facilita a aplicação), a mulher deve inserir o dispositivo de aplicação até o fundo do órgão sexual. Há medida que o dispositivo é removido, o volume do produto ficará em toda a região interna da vagina;

4) A paciente não deve se esquecer de aplicar também a pomada nos lábios vaginais.

Exemplos de dosagem:

  • Clotrimazol creme 1% – 1 aplicação (5 g) à noite durante 7 a 14 dias.
  • Clotrimazol creme 2% – 1 aplicação (5 g) à noite durante 3 dias.
  • Miconazol creme 2% – 1 aplicação (5 g) à noite durante 7 a 14 dias.
  •  Nistatina creme 100.000 UI – 1 aplicação (4 g) à noite durante 14 dias.
  • Terconazol creme 0,8% – 1 aplicação (5 g) à noite durante 3 a 5 dias.

Existem diferentes tipos de pomadas para candidíase, cada uma delas com substâncias e concentrações específicas. Cabe à paciente seguir à risca a utilização do produto e a indicação passada pelo médico responsável pelo tratamento.

O tempo de permanência do tratamento tópico e a frequência na aplicação da pomada devem ser seguidos rigorosamente pela paciente tal como indicam as instruções do produto, salvo indicações em contrário. Caso contrário, o medicamento pode não exercer o efeito benéfico esperado. Qualquer dúvida sobre o uso ou administração do produto deve ser manifestada ao ginecologista.

Pomadas para candidíase no pênis

Em geral, os compostos usados nas fórmulas das pomadas para candidíase vaginal também são eficazes para tratar o mesmo problema nos homens. Há apenas um detalhe em relação ao uso do produto, pois o aplicador é voltado exclusivamente às mulheres.

Como usar

1) Assim como no caso das mulheres, os homens também precisam estar com as mãos bem higienizadas antes da aplicação;

2) Se houver fragmentos cutâneos ou vestígios da aplicação anterior no local, ambos devem ser retirados antes da renovação da pomada na região;

3) Na região peniana, é recomendável a utilização de aproximadamente 0,5 cm de pomada;

4) Por fim, o produto deve permanecer no local entre 4 e 6 horas, tempo necessário para que ele cause o efeito desejado. Em seguida, basta repetir todo o processo.

Exemplos de dosagem:

  • Clotrimazol 1% ou o Miconazol 2%, duas vezes ao dia, durante 1 a 3 semanas.

Naturalmente, o homem também precisa ficar atento às recomendações médicas antes do uso da pomada. Além disso, o produto não deve ser substituido ou trocado por outro sem prévio aviso.

O período de aplicação da pomada deve ser respeitado e apenas deve ser finalizado após indicação médica. Isso vale até mesmo para os casos em que o paciente deixa de manifestar os sintomas da infecção. Se o tratamento for abandonado antes do tempo programado, existe o risco de o fungo não estar completamente eliminado.

Nos quadros de candidíase crônica, estas pomadas tendem a ser inócuas. Isso porque os fungos que originam a variedade crônica costumam resistir ao ataque do medicamento.

Quando a candidíase se torna muito recorrente, a abordagem terapêutica precisa incluir outras medidas, começando pela dieta. Os alimentos ricos em carboidratos, por exemplo, precisam ser excluídos do cardápio do paciente. Some-se a isso a necessidade de reforçar os mecanismos de defesa do organismo.

Gel oral para Candidíase na boca, garganta

Para infecções na boca e garganta temos o gel oral Daktarin® (Miconazol), indicado na prevenção e tratamento de infecções fúngicas da boca, garganta, estômago ou intestinos. Pode ser usado em adultos, crianças e bebês com quatro meses ou mais.

Como usar

1) Desaperte a tampa da bisnaga.

2) Inverta a tampa e empurre-a para perfurar completamente o selo de segurança.

3) Após as refeições, coloque a quantidade indicada (use a colher de medição) de gel na língua e mantenha-a na boca durante o maior tempo possível antes de engolir. O gel é pegajoso para garantir que permanece na boca durante mais tempo.

Para administrar o gel a lactentes e crianças pequenas, a dose indicada deve ser administrada em pequenas quantidades colocadas na frente da boca. Não administre a dose total de uma só vez. Não coloque o gel na parte de trás da boca, para garantir que a garganta não fique bloqueada pelo gel.

A menos que haja indicação em contrário o Daktarin Oral Gel deve ser administrado nas seguintes quantidades:

  • Adultos e crianças com 2 anos de idade ou mais: meia (1/2) colher quatro vezes ao dia.
  • Bebês (6-24 meses): Um quarto (1/4) de colher quatro vezes ao dia.

Remédio caseiro para Candidíase

Em casa, alguns produtos também podem ajudar na cura da doença. Uma das recomendações consiste em inserir iogurte natural no interior da vagina. O contato do iogurte com a vagina é benéfico por duas razões:

  • contribui para o balanceamento do índice de pH na região;
  • fornece bactérias que colaboram para a boa saúde da microbiota vaginal.

É preciso que o alimento fique lá dentro durante aproximadamente 3 horas, tempo necessário para que ele faça efeito. Além disso, o ideal é que sejam introduzidas novas porções de iogurte na vagina ao longo de todo o dia.

A aplicação de iogurte na vagina é aconselhável, inclusive, no período gestacional. Afinal, essa é uma fase marcada pela fragilidade do organismo da mulher, motivo pelo qual a adoção de tratamentos farmacológicos nesta fase fica restrita. Uma das soluções é justamente recorrer a soluções caseiras e eficazes que complementem o tratamento médico.

Como curar a candidíase mais rápido

Para acelerar todo o processo de cura, o uso de pomadas para candidíase deve seguir de mãos dadas com um melhoramento do cardápio alimentar. Tendo isso em vista, vale a pena seguir as próximas orientações:

  • tomar bastante suco aromatizado de limão;
  • usar quantidades generosas de salsinha na hora de temperar os alimentos;
  • aumentar o consumo de tomilho, alho, cebola e orégano. Além de realçarem o aroma de outros alimentos, esses ingredientes são muito importantes para eliminar os sintomas da candidíase mais rapidamente;
  • ingerir chás de gengibre ou poejo com algumas gotas de extrato de própolis — substância muito eficiente quanto ao aperfeiçoamento do sistema imunológico, algo essencial para acabar de vez com a candidíase.

Apesar de eficazes no tratamento deste quadro infeccioso é importante que a aplicação de pomadas seja sempre acompanhada por uma dieta bem equilibrada.

Vale destacar também que, as mulheres grávidas jamais devem usar qualquer produto sem o conhecimento do seu obstetra — nem mesmo uma aparente e inofensiva pomada. É importante manter o obstetra sempre informado sobre as recomendações do ginecologista antes de dar início a qualquer terapia medicamentosa, seja ela oral ou tópica.

VOLTAR PARA »
A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.

6 Pomadas para Candidíase: Vej…