Porque é tão difícil deixar de fumar?

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Porque é tão difícil deixar de fumar?
Aproximadamente 80% dos actuais fumadores gostaria de deixar de fumar e 50% experimenta cada ano. Apenas 25% das tentativas para parar de fumar duram mais de uma semana e sem ajuda especializada menos de 3% tem sucesso. Parar de fumar é um processo difícil em que as tentativas para parar podem terminar no reatar do tabagismo várias vezes, até completa abstinência.

Sabemos actualmente que a dependência do tabaco é tão forte como qualquer outra dependência de drogas, e a nicotina é a substancia que provoca a dependência. O tabagismo induz uma dupla dependência: psicológica e farmacológica. A dependência psicológica e comportamental é constante e está associada a rituais de manuseamento e a hábitos sociais e individuais que criam verdadeiros reflexos condicionados.

Relativamente á dependência fisiológica, a adição á nicotina segue o clássico modelo de adição também aplicado a outras drogas: o uso regular da nicotina leva ao desenvolvimento de tolerância e a cessação abrupta conduz a sintomas de abstinência. Com efeito todos os fumadores experimentam sintomas de abstinência quando param de fumar.

Os médicos devem estar conscientes destes aspectos e da necessidade de intervir na dependência do tabaco dos seus doentes, e ajudá-los com o melhor aconselhamento, suporte comportamental e farmacoterapia para a cessação tabágica.

Ler Também:

NicVax – A Vacina para Deixar de Fumar