Preparação de um bom churrasco – Dicas e Sugestões

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Fins-de-semana e férias com bom tempo convidam a churrascos ao ar livre, algo a que poucos conseguem resistir. Junte a família e os amigos e ofereça-lhes os petiscos que saem da grelha e da sua imaginação. As dicas ficam por nossa conta.

A preparação de um bom churrasco começa sempre de véspera e requer uma boa dose de entusiasmo e inspiração para que tudo corra sobre rodas. Faça uma lista dos convidados que lhe permita calcular, com a menor margem de erro possível, a quantidade de carne que deve comprar (cerca de 250 g por pessoa). E não escolha apenas um tipo – adquira um sortido de porco, frango e vaca, de forma a satisfazer os diferentes gostos dos seus convivas. Tenha cuidado na escolha da carne: esta será a estrela da confraternização e deve ser adquirida num talho da sua confiança.

Elabore também uma lista dos utensílios essenciais, para que nada lhe falte durante a tarde de convívio. Nós ajudamos: uma tenaz comprida para virar as carnes na brasa, pegas, facas bem afiadas, uma tábua para cortar e servir, um abanador, um avental e um ferro para espalhar as brasas.

Dicas para um churrasco divertido

É importante que calcule o posicionamento do grelhador, por forma a que o fumo que se desprende durante a confecção da carne não incomode os convivas nem os vizinhos. Faça uma selecção prévia de boa música. Destine um espaço para os mais novos brincarem, avisando-os que não devem correr ao redor da mesa dos adultos nem perto do grelhador.

Acima de tudo, lembre-se que o importante é a descontracção e o divertimento, pelo que é fundamental que todos estejam à vontade, sem constrangimentos nem regras de etiqueta desnecessárias.

Colaboração e originalidade

A preparação da carne deve ser, por si só, um trabalho agradável: se os convidados quiserem ajudar, aceite de bom grado. Distribua tarefas para que todos se sintam úteis e empenhados: estabeleça quem põe a mesa, quem trata das bebidas, das saladas e acompanhamentos, quem confecciona os molhos e até quem ajuda a tomar conta das crianças ou a lavar a loiça.

Como a fome pode apertar antes de a grelha estar pronta, tenha à mão pequenos cestos com pão variado e outros aperitivos, como queijos, pâtés ou enchidos.

Para acompanhamento, não aposte somente nas vulgares batatas fritas e saladas. Ofereça aos seus convidados uns saborosos legumes grelhados na brasa, como beringelas, courgettes , batata-doce e maçarocas.

Quanto à sobremesa, que tal experimentar um prato diferente e original? Tenha preparadas maçãs, peras e mangas descaroçadas ou bananas, polvilhadas com açúcar e canela. Embrulhe a fruta em papel de alumínio e coloque-a sobre a grelha, para que cozinhe a vapor.

Pode também pedir aos seus amigos para levarem gelados ou tartes e coloque-os no congelador ou numa geleira até ao momento de serem servidos.

Agora, sente-se e divirta-se: nem vai dar pelo tempo passar!

Confecção de gourmet

A preparação da carne não é difícil, mas pequenos truques poderão valer-lhe os maiores elogios:

1- Opte por uma grelha de aço inoxidável e aqueça-a muito bem antes de a utilizar.
2- Corte a carne no sentido transversal às fibras, para que fique mais macia.
3- Para que a carne não se pegue à grelha, pincele–a previamente com margarina derretida.
4- Tempere a carne de vaca com sal grosso só depois de ter sido sujeita ao calor e ter ganho uma crosta protectora que impeça a saída dos sucos.
5- Quanto maior for a peça a cozinhar, mais afastada deve ficar da fonte de calor para evitar que se queime demasiado por fora e fique crua no interior.
6- Use uma espátula ou uma tenaz para virar a carne na grelha, em vez de a espetar com um garfo. Desta forma, a peça que está a cozinhar não perderá suco e ganhará em maciez e sabor.
7- Para descobrir o ponto da carne sem a cortar, pressione-a com as costas de um garfo. Quanto mais macia, menos passada.
8- Junte ao carvão ervas aromáticas secas, próprias para churrascos, ou algumas folhas de alecrim, pois assim dará um gosto especial à carne.

Controlar o lume

Tarefa habitualmente destinada aos homens, controlar o lume no grelhador não necessita de grande sabedoria, mas de experiência e algum jeito:

1. Para os menos experientes, a forma mais fácil de acender o lume é recorrer a acendalhas, muito embora haja quem as acuse de alterarem o sabor dos alimentos. Se tiver papel de jornal, enrole-o numa bola e coloque-a no fundo do grelhador. Cubra-a com caruma ou ramos secos fininhos e pinhas. Dê-lhes fogo e, quando este estiver atea-do, cubra-o cuidadosamente com carvão vegetal, que é preferível à lenha.

2. Lembre-se que o braseiro demora a formar-se. Se começar a cozinhar a carne antes de as brasas estarem de um tom vermelho-vivo, arrisca-se a fazer uma grande fumarada.

3. Coloque rodelas de tomate sobre as brasas incandescentes; evitará, assim, que as brasas se ateiem por acção da gordura que for pingando da carne. Pode também usar uma garrafa de plástico com água: abra um pequeno furo na tampa e borrife as brasas sempre que necessário.