-->Primeiros dentes do bebê - Sintomas, Sinais e o que fazer?

Primeiros dentes do Bebê

Publicado em 01/02/2011. Revisado por Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541) a 16 dezembro 2018

A dentição inicia-se quando os novos dentes começam a irromper através das gengivas.

Os primeiros dentes aparecem entre os 4 e os 9 meses de idade.

As gengivas podem ficar dolorosas e sensíveis durante 2 a 3 dias enquanto o dente tenta irromper. Aos 3 anos de idade a criança terá já cerca do total de 20 dentes. (Dentição de Leite ou 1ª dentição)

Sinais e sintomas

A criança poderá trincar os dedos ou outros objectos.

O facto de a criança se babar, uma maior irritabilidade ou uma febre ligeiramente elevada (37,7 C) poderão ser sinais de que irão surgir os primeiros dentes da criança.

Durante esta fase a criança poderá sentir maiores dificuldades em dormir.

O crescimento dos dentes poderá fazer com que a criança não coma nem beba tanto quanto o habitual.

Febre elevada (superior a 37,7 C), o vómito, eritema das fraldas ou diarreia não costumam ser provocadas pelo nascimento dos dentes.

O que fazer

Os actos seguintes poderão ajudar a criança a sentir-se melhor durante a fase de nascimento dos dentes.

Esfregue suavemente a gengiva inchada com um dedo limpo durante cerca de 2 minutos. Faça-o durante o tempo que considerar necessário de forma a ter um efeito calmante para a gengiva da criança.

O bebê poderá gostar de trincar um pano limpo.

Comece por humedecer o pano com água fria e forme um círculo com ele. Coloque-o de seguida no frigorifico durante cerca de 30 minutos, permitindo depois que a criança trinque.

Não deixe a criança sozinha enquanto estiver a trinque o pano.

Tente dar à criança uma borracha dura em forma de anel dura.

Algumas crianças gostam de uma borracha arrefecida em forma de anel. Não ate a borracha em redor do pescoço da criança, poderá ficar presa em algum lado e estrangular a criança.

Dê à criança sumos frios, gelados ou banana congelada que tenha sido cortada em pequenos pedaços. A criança poderá apreciar comer biscoitos próprios para o nascimento dos dentes. Não dê à criança alimentos duros que poderão fazer com que a criança se engasgue, como por exemplo cenouras.

Não use gel ou loções especiais para este período a menos que os médicos dêem o seu consentimento.

Não permita que o bebê dormite ou durma com o biberão.

Fale com os médicos em relação aos medicamentos que a criança deverá tomar:

Dê sempre os medicamentos à criança da forma prescrita pelos médicos. Contacte o médico da criança se achar que os medicamentos não estão a ajudar ou se a criança manifestar efeitos secundários.

Não deixe de dar os medicamentos à criança antes de falar com o médico.

Se receber a concordância por parte dos médicos, dê à criança paracetamol a cada 4 a 6 horas. Leia as instruções da embalagem de modo a fornecer à criança a quantidade adequada de medicamento. Contacte o médico se tiver questões a colocar relativas à quantidade de medicamento a dar à criança.

Não dê aspirina a crianças. Poderá provocar o síndroma de Reye, que é uma doença bastante grave.

Se a criança estiver a tomar antibióticos dê-lhos até terminarem mesmo que a criança se sinta melhor.

Mantenha uma lista escrita dos medicamentos que a criança está a tomar e das alturas em que os está a tomar. Leve sempre consigo a lista dos medicamentos ou os frascos dos medicamentos quando tiver consultas com os médicos.

Saiba por que razão a criança está a tomar cada medicamento. Solicite aos médicos mais informações sobre os medicamentos da criança.

Contacte o médico caso:

O bebê tenha uma temperatura superior a 38° C.

A criança apresente sinais de infecção, como pus ou gengivas bastante inflamadas na região onde está a nascer o dente.

Conheça 6 Remédios Caseiros para Aliviar os Sintomas dos Primeiros Dentes do Bebê

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541)

Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541

A Dra Gizele Ferreira Cunha é Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto - SP - 2004. Além disso possui:

- Especialização em Alergia e Imunologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2009.

- Especialização em Pneumologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2007.

- Especialização em Pediatria pela Universidade de Ribeirão Preto - 2006 .

Endereço: Avenida Senador César Vergueiro, 571 - Ribeirão Preto - SP - Email: cviver@bol.com.br - Telefone: (16) 33291337

Também pode encontrar a Drª Gizele no Linkedin e Facebook