Primeiros Sintomas de Gravidez: 17 Sinais Iniciais que Indicam que Pode Estar Grávida

Revisado por Equipe Editorial a 1 outubro 2018

Os primeiros sintomas de gravidez podem ser um momento extremamente emocionante na vida da mulher, no entanto eles vem acompanhados de milhares de outras coisas que a vão fazer pensar.

É importante compreender o conjunto e os diferentes sintomas iniciais da gravidez, para estar mais tranquila durante essa importante fase da sua vida.

Primeiros Sinais E Sintomas De Gravidez A Estar Atenta

Quando Aparecem os Primeiros Sintomas de Gravidez?

Os sintomas de uma gravidez tradicional normalmente começam a partir das 4 semanas, na mesma altura em que você estaria menstruando.

A ausência da menstruação costuma ser o primeiro indício de gravidez, embora algumas mulheres manifestem outros sintomas antes disso — após a ovulação e implantação (fixação do óvulo na parede do útero).

Após perceber que não menstruou, alguns outros sintomas, facilmente descartáveis, como cansaço, náuseas ou irritabilidade, podem se intensificar.

Uma vez que algumas mulheres sentem poucos sintomas relacionados à gravidez, o que pode confirmar a condição é a realização de um teste mais formal. A maioria dos sintomas surgem dentro de 4 semanas.

Conheça Também as Causas da Mola Hidatiforme (Gravidez Molar)

Sintomas iniciais de gravidez

Os primeiros sinais surgem antes da ausência da menstruação regular, sendo que alguns deles ocorrem durante o primeiro trimestre.

Alguns destes sintomas são: fadiga, mudanças de humor, cólicas, náuseas, vômitos, ausência de menstruação, mastalgia, sangramento, falta de apetite, dentre outros.

Fadiga

Fadiga E Cansaço Na Gravidez

Um dos primeiros sinais é também um dos mais fáceis de passarem despercebidos. Na correria do dia a dia, a sensação de cansaço é normal. Com isso, a fadiga que surge posteriormente à gestação pode nem ser notada.

Por outro lado, em alguns casos a fadiga pode ser bem intensa, há medida que o corpo começa a acomodar e a equilibrar o bebê que está prestes a nascer.

Alterações de humor

Irritabilidade e alterações de humor são sintomas primários nesta fase devido à súbita liberação hormonal pelo corpo, incluindo a progesterona e a gonadotrofina coriônica humana (hCG).

Esta ocorrência pode causar alterações no humor, no horário de sono, na paciência e na tolerância para determinadas atividades.

Cólicas

Cólicas

Assim que corpo percebe o que está acontecendo, ele inicia um rápido processo de mudança corporal para acomodar o bebê. Esta mudança pode causar cólicas na região pélvica, semelhante àquelas presentes antes do ciclo menstrual.

Estas cólicas podem continuar durante toda a gravidez e serem difíceis de se identificar. As cólicas são um sinal típico de que a mulher está menstruada, sendo que a cólica causada durante a gravidez significa exatamente o oposto.

Leia Também: Cólicas no Início da Gravidez: Causas e Tratamentos

Náuseas e vômitos

Náuseas E Vômito Na Gravidez é Normal

O enjoo matinal talvez seja o mais famoso e conhecido efeito colateral provocado pela gravidez. As náuseas e os vômitos podem começar a partir da 4ª semana e perdurar durante todo o primeiro trimestre.

Embora este sintoma geralmente seja reduzido ao longo do segundo e terceiro trimestres, essa fase desconfortável da gravidez é quase inevitável — esse evento específico é relatado por mais de 80% das mulheres grávidas.

Ausência de menstruação

Muitas mulheres usam a ausência de menstruação mensual como parâmetro para saber se estão ou não grávidas.

Contudo, a ausência da menstruação não significa necessariamente que você esteja grávida. Por vezes, os ciclos menstruais podem ser interrompidos ou atrasados — o que é bem comum.

No entanto, se você possui um ciclo bastante regular, mas não menstruou, pode ser a hora de fazer um teste de gravidez. Conheça os métodos caseiros AQUI.

Dor nos Seios (Mastalgia)

Seios Doloridos Na Gravidez

Quando o corpo libera uma explosão de hormônios após a fecundação do óvulo, o resto do corpo começa a reagir, incluindo os tecidos dos seios. A mama da mulher precisa começar a produzir leite, o que pode resultar em dor, sensibilidade e inchaço no peito.

Alterações no apetite

Se notar uma mudança súbita no seu apetite (perda de apetite ou fome extrema), esta ocorrência pode ser um sintoma inicial de gravidez.

Esta alteração também pode interferir no paladar e, a mulher pode também ser atingida por estranhas compulsões alimentares, o que geralmente sinaliza uma deficiência de um determinado nutriente necessário ao corpo.

Leia Também: Conheça a Importância do Ácido Fólico Durante a Gravidez

Sangramento

O sangramento é uma marca quase inevitável do início da gestação, especificamente 5 a 12 dias após a concepção, período em que ocorre a implantação do óvulo na parede do útero.

Uma pequena quantidade de sangue não é algo com o qual se deva preocupar. Porém, uma hemorragia consistente já é já motivo para consultar o médico.

Primeiros Sintomas de Gravidez Semana a Semana

Sinais e sintomas Timeline (da ausência da

menstruação)

cólicas leves e manchas na pele semana de 1 a 4
ausência da menstruação semana 4
fadiga semana 4 ou 5
náusea semana 4 a 6
formigueiro ou dores seios semana 4 a 6
micção frequente semana 4 a 6
inchaço semana 4 a 6
enjôo semana 5-6
mudanças de humor semana 6
temperatura corporal elevada semana 6
pressão alta semana 8
fadiga extrema e azia semana 9
aumento da frequência cardíaca semana de 8 a 10
alterações da mama e do mamilo semana 11
acne semana 11
ganho de peso perceptível semana 11
brilho da gravidez semana 12

Nota: O “brilho da gravidez” é uma das alterações da pele causada pelas mudanças e aumento de hormônios durante esta fase.

Para muitas mães, saber exatamente o que esperar pode ser um grande conforto. Portanto, um guia semanal de sintomas pode ser extremamente útil.

É importante observar, no entanto, que todas as mulheres são diferentes e que os sintomas mencionados abaixo podem surgir mais cedo ou mais tarde do que esse breve resumo sugere.

Ele representa uma média — quando a maioria das mulheres sente esses tipos de sintomas (fisiológicos, comportamentais e emocionais).

1ª à 2ª semana

Você ainda não está grávida, mas estas são as duas semanas que precedem a ovulação. Portanto, não há sintomas evidentes e o ciclo menstrual estará normal.

3ª à 4ª semana

Em algum momento, o óvulo será fecundado e, depois, começará a se movimentar através das trompas de Falópio em direção ao útero. Lá, ele se fixará na parede do útero e você está oficialmente “grávida”, Parabéns! Você pode nesta fase sentir algum sangramento após a implantação do óvulo.

5ª à 8ª semana

Você começará a sentir mudanças na pressão sanguínea e a manifestar alguns sinais iniciais da gravidez, como cólicas, distensão abdominal, náuseas, vômitos e fadiga.

Leia Também: Náusea, Vômito e Enjoo Matinal Durante a Gravidez: Causas, Tratamento para Aliviar e Prevenir os Sintomas

9ª à 12ª semana

Os seus seios continuarão inchando e ficarão moles. Os sintomas de náuseas podem piorar. Os mamilos podem crescer e mudarem de cor. Por fim, você pode ganhar de 2 a 3 kg 🙂

13ª à 16ª semana

A sua pressão arterial continuará oscilando. Nesta fase também poderá sentir tonturas e fadiga. Provavelmente, a náusea diminuirá, mas os seus seios permanecerão moles.

17ª à 20ª semana

Nesta fase é normal começar a sentir constipação intestinal, enquanto os seios continuarão inchados. Nesta etapa, a náusea deve estar desaparecendo, mas os incômodos e as dores podem piorar, já que o feto está começando a se mover pelo ventre.

Leia Também: Diga Adeus à Constipação Intestinal com estes 10 Laxantes Naturais

21ª à 24ª semana

Os seios podem começar a produzir pequenas gotas de leite, que extravasarão pelos mamilos. Você continuará sentindo falta de ar, constipação intestinal e tonturas. Algumas mulheres manifestam pequenas contrações contínuas durante este período, o que pode causar preocupação. Mas é perfeitamente normal!

25ª à 28ª semana

À medida que o útero começa a crescer mais rapidamente, os incômodos e dores nas costas tendem a piorar, assim como as cólicas. Você nesta fase deve sentir menos tonturas, assim que sua pressão sanguínea começar a normalizar.

29ª à 32ª semana

Micção Frequente Na Gravidez

Nesta fase é normal urinar com mais frequência e sentir pequenas contrações ou cólicas na pélvis. A formação de varizes e inchaço nas pernas e tornozelos é comum devido ao excesso de peso, o que também afeta as costas, causando dores e inflamação.

33ª à 36ª semana

Dores Nas Costas Na Gravidez

Infelizmente, nesta fase poderá desenvolver mais estrias e varizes, além de ficar com os pés inchados e sentir dores e incômodos. Você precisa descansar mais, pois a fadiga será frequente.

Provavelmente, os problemas com a prisão de ventre e azia devem continuar ou piorar até o momento do parto.

Mas para isso nós temos algumas sugestões naturais: Conheça 9 Óleos Essenciais para Prisão de Ventre

Referências

http://onlinelibrary.wiley.com/
http://www.sciencedirect.com/
http://onlinelibrary.wiley.com/
https://academic.oup.com/
https://jamanetwork.com/
http://onlinelibrary.wiley.com/
https://academic.oup.com/
http://www.sciencedirect.com/