Prótese de silicone

Revisado por Equipe Editorial a 24 outubro 2018

As próteses de silicone são das estruturas mais utilizadas na cirurgia plástica, tendo a função de modelar o contorno corporal, melhorando a figura e tornando-a mais equilibrada e atraente. Saiba mais sobre a prótese de silicone, os cuidados a ter antes e após a sua colocação.

Prótese de silicone

O silicone é um material incolor, insípido, inodoro, resistente à água, calor e oxidação. Tendo todas estas características, e não sendo absorvido pelo organismo, é por isso a substância base das próteses utilizadas na medicina estética.

Nos anos 80 e 90, o silicone não era tão resistente como é hoje, sendo que as próteses tinham de ser trocadas ao fim de 10 anos. Hoje em dia, o desgaste natural é mais lento, podendo durar até 15 anos.

Na cirurgia plástica, as próteses de silicone podem ser colocadas em qualquer área corporal, sendo no entanto as regiões mais comuns as pernas, bumbum e seios.

Cuidados a ter antes de colocar uma prótese de silicone

Se está a pensar em colocar uma prótese de silicone, é importante ter em conta alguns cuidados. Afinal, apesar de ser simples, a colocação da prótese é um procedimento cirúrgico, com os riscos inerentes. Deve então procurar um cirurgião plástico reputado e experiente, e estar atento quanto à durabilidade e qualidade do silicone.

O que fazer após colocar uma prótese de silicone

Após a prótese de silicone, é importante fazer algumas verificações para confirmar se tudo decorrer na perfeição. Assim, o paciente deve fazer exames de rotina manuais, onde é feita a palpação da região intervencionada, para verificar se está mais dura ou não, mas também outros exames, como um ultrassom ou uma ressonância magnética.