-->Quem pode fazer lipoaspiração? - Educar Saúde

Quem pode fazer lipoaspiração?

Publicado em 20/12/2014. Revisado por Equipe Editorial a 24 outubro 2018

Uma das cirurgias plásticas mais populares na medicina estética é a lipoaspiração. Este procedimento permite retirar gordura em excesso localizada em determinadas áreas do corpo, como o interior das coxas, a parte inferior dos braços, o bumbum ou a barriga, apenas para dar alguns exemplos.

foto de Lipoaspiração Tumescente antes e depois  4

A lipoaspiração é assim uma cirurgia que irá promover uma figura e um contorno corporal mais definido, melhorando dessa forma a imagem do paciente. Contudo, nem todas as pessoas estão aptas para realizar este procedimento. Confira de seguida quem pode fazer lipoaspiração.

Abaixo você tem um índice com todos os pontos que discutiremos neste artigo:

Para quem é indicada a lipoaspiração

Apesar de a lipoaspiração ser um método que permite remover quantidades consideráveis de gordura, este procedimento não é indicado para pessoas com um peso muito acima do seu valor normal.

Assim, pessoas obesas ou bulímicas não são indicadas para realizar esta cirurgia plástica, especialmente porque os resultados nunca serão os desejados, acabando por não alterar em nada na vida desses indivíduos. Além disso, e falando apenas no caso das pessoas com um grande excesso de peso, o emagrecimento deve ser gradual e acompanhado por verdadeiras alterações nos hábitos que levaram ao desenvolvimento desse problema.

A lipoaspiração é assim mais indicada para indivíduos com um ligeiro excesso de peso, mas sobretudo focado em determinadas áreas. Este procedimento irá assim ajudar a remover as gorduras localizadas mais difíceis de eliminar.

Publicidade

Desta forma, este método é recomendado apenas para pessoas com hábitos alimentares saudáveis e que pratiquem regularmente exercício físico, mas que sintam muitas dificuldades em se livrar de alguma gordura, especialmente aquela localizada nas áreas mais problemáticas, como o abdômen ou o bumbum. Além disso, apenas deve realizar uma lipoaspiração indivíduos saudáveis, tanto física, como mentalmente.

Realização da lipoaspiração

Existem vários tipos de lipoaspiração, sendo a lipoaspiração tumescente considerada a mais segura por vários artigos científicos. Neste procedimento, o indivíduo poderá ficar com anestesia geral ou apenas epidural. Neste último caso, o paciente ficará assim acordado, apenas com a zona intervencionada paralisada.

Se você já fez tudo para se livrar daquelas gordurinhas indesejáveis, com uma alimentação equilibrada e com a prática regular de atividade física, e mesmo assim não consegue o contorno corporal desejado, então a lipoaspiração é uma excelente opção para si. Mas atenção, sendo um procedimento cirúrgico, não está isento de riscos. Consulte o seu médico e decida se você pode ou não realizar esta cirurgia plástica.

Antes e depois

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Equipe Editorial

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial baseiam-se em evidências científicas, sendo todos eles revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.

Publicidade