Rastreio Combinado do 1º Trimestre

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Efectuado entre as 11 semanas + 1 dia e as 13 semanas + 6 dias de gravidez, o rastreio combinado do 1º trimestre combina a informação do exame ecográfico do 1º trimestre e de um teste sanguíneo. A medição da translucência da nuca e a avaliação dos ossos próprios do nariz são depois combinados com os resultados do teste sanguíneo para calcular o risco específico para síndrome de Down e trissomia 18. A colheita de sangue é efectuada no consultório através de uma picada no dedo e a amostra é enviada para um laboratório de genética. O resultado é enviado para o médico assistente que fornecerá essa informação à sua paciente. O rastreio combinado, detecta 97% dos bebés com síndrome de Down, podendo ainda detectar outras anomalias.