RebiSmart – Esclerose múltipla tem novo sistema terapêutico

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Esclerose múltipla tem novo sistema terapêutico, o RebiSmart, um Dispositivo electrónico que monitoriza o doente.

A Merck Serono colocou no mercado um novo dispositivo electrónico para gestão da esclerose múltipla.

O RebiSmart® visa melhorar a adesão do doente ao tratamento e potenciar o sucesso da terapêutica imunomoduladora.

No passado dia 22, decorreu, em Lisboa, o Simpósio iSmart – A Tecnologia como Meio de Potenciar a Adesão à Terapêutica.

No âmbito do encontro que reuniu médicos especialistas em Neurologia, a farmacêutica Merck Serono apresentou um novo dispositivo electrónico para gestão da esclerose múltipla.

O RebiSmart®, desenvolvido especificamente para o tratamento com Rebif®, “ajuda o doente a administrar a medicação da forma mais correcta, fornecendo, ao longo de todo o processo, instruções precisas, de fácil execução”, explica a farmacêutica, em comunicado de imprensa.

O aparelho possibilita ainda aos médicos assistentes monitorizar a terapêutica do doente, pois “permitir registar a data, a hora e a dosagem de cada injecção”, acrescenta o mesmo documento.

Esta informação pode ser descarregada para um computador, tanto pelo doente como pelo médico.

O objectivo final desta tecnologia é melhorar a adesão à terapêutica, potenciando o sucesso do tratamento imunomodulador.

No evento participaram Joaquim Pinheiro, Neurologista do Hospital de Pedro Hispano, em Matosinhos; Cristina Araújo, enfermeira especializada do Hospital dos Capuchos; Armando Alcobia, farmacêutico do Hospital Garcia da Orta; Leonor Sequeira, do Departamento de Neurologia da Merck Serono, e o actor Diogo Infante.

Conheça 12 Tratamentos Naturais para Esclerose Múltipla