-->10 Remédios Caseiros para Micose na Virilha (Tinea Cruris) - Educar Saúde

10 Remédios Caseiros para Micose na Virilha (Tinea Cruris)

Publicado em 14/09/2016. Revisado por Dr Daniel Dourado (Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368) a 21 maio 2019

A micose na virilha, medicamente conhecida como tinea cruris, é uma infecção fúngica causada pelo fungo Trichophyton rubrum, e em alguns casos pelo fungo Cândida albicans. A micose afeta tanto homens como mulheres e ocorre geralmente na virilha. No entanto também pode disseminar-se para as nádegas, zona genital, região interna das coxas, região púbica e perianal.

Remédios Caseiros Para Micose Na Virilha

A condição é mais comum nos homens. Outros fatores que aumentam o risco de desenvolver a condição são o excesso de peso, o uso de roupas íntimas apertadas, a transpiração excessiva e o indivíduo ter um sistema imunológico enfraquecido.

Os principais sintomas de micose na virilha são a coceira intensa na região, vermelhidão, sensação de ardência e descamação da pele.

A tinea cruris é uma infecção contagiosa, portanto, não devem ser compartilhados objetos pessoais com outras pessoas. Mesmo não sendo uma infecção fúngica muito grave, não deixa de ser uma situação bastante desconfortável e embaraçosa, principalmente quando a coceira é intensa.

micose-na-virilha-tinea-cruris

Existem alguns remédios caseiros que parecem proporcionar algum alívio rápido da coceira e do ardor. No entanto, os tratamentos caseiros nunca devem ser vistos como um substituto aos medicamentos antifúngicos indicados pelo dermatologista.

Como se livrar da Micose na virilha

Na sequência listamos algumas formas de tratar da micose na virilha naturalmente, no entanto, entenda que as evidências dos seus benefícios e segurança ainda não são bem claras. É imprescindível consultar o dermatologista.

Óleo Árvore-do-chá (Melaleuca alternifolia)

óleo Da árvore Do Chá, óleo de Melaleuca (Melaleuca Alternifolia)

Óleo da árvore do chá tem propriedades antifúngicas naturais que podem tratar eficazmente a micose na virilha, juntamente com outros tipos de infecções de pele. Também oferece qualidades de limpeza profundas e elementos estimulantes, juntamente com poderosas propriedades antibacterianas.

O óleo da árvore do chá também parece ajudar a aliviar a coceira e inflamação associada à micose.

Como usar: Use uma bola de algodão para aplicar o óleo essencial da árvore do chá na pele afetada duas vezes ao dia. Continue a aplicar durante alguns dias até que os sintomas desaparecem completamente.

Se durante a aplicação do óleo houver sensação de queimadura, misture quatro ou cinco gotas de óleo da árvore do chá com uma colher de sopa de óleo de coco, para o diluir e reduzir o ardor.

Outra opção será adicionar algumas gotas de óleo essencial da árvore do chá na água do banho e mergulhar a zona afetada durante cerca de 15 minutos.

Também pode usar gel de banho ou sabão que contenha óleo da árvore do chá nos seus ingredientes. Nestes casos, dê sempre preferência a produtos naturais.

Amido de milho

O Amido de milho é um produto derivado dos grãos de milho secos e é o principal ingrediente em muitos pós para bebê. Pode ajudar a pele ao causar uma sensação de frescura e ao secar o local, reduzindo a vontade de coçar a região infectada. (Fonte) Pode ser aplicado após a área ter sido seca, e é um ótimo método preventivo.

Vinagre de maçã

Vinagre De Cidra De Maçã

Lavar a pele infectada com vinagre de maçã diluído em água é uma ótima estratégia de lidar com a micose na virilha. O vinagre de maçã tem uma forte ação antifúngica e antibacteriana que ajuda a curar e controlar várias infecções de pele.

  • Misture duas colheres de sopa de vinagre de maçã (vinagre de sidra) em dois copos de água morna.
  • Lave a área infectada com esta solução e deixe secar.

Repita o processo duas ou três vezes ao dia, e aplique sempre antes de ir para a cama.

Calêndula

A calêndula é um anti-séptico e anti-inflamatório natural que pode proporcionar propriedades maravilhosas de cura da pele. É perfeita para quem tem a pele sensível por ser muito reconfortante e calmante. As flores da calêndula são usadas em muitos remédios caseiros e são lhes atribuidas mais de 35 propriedades benéficas – o que a torna uma boa opção para o tratamento da coceira na virilha. (Fonte)

Óleo de Lavanda

O óleo de lavanda também beneficia a pele por ser um ótimo antisséptico que contém propriedades antifúngicas. Acelera a cicatrização de feridas e pode ajudar a prevenir a formação de tecido cicatricial. Por ser um óleo essencial leve, normalmente é seguro o uso em crianças. Saiba mais sobre o óleo de lavanda.

Estudos publicados no Mycology Medical mostram que o óleo de lavanda é altamente eficaz no combate de infecções, e portanto, pode reduzir a progressão de fungos e a disseminação da infecção nos tecidos do hospedeiro. (Fonte)

Leitura recomendada Remédio natural para tinha (Tinea, dermatofitose)

Banho de água salgada

Sal de Epsom (sulfato de magnésio)

Os banhos de água salgada são das formas mais simples de combater micoses. O sal ajuda a controlar o crescimento dos fungos e acelera o processo de cura. Os banhos salgados também são eficazes no tratamento de furúnculos e bolhas localizadas na região íntima. Pode usar Sal de Epsom, sais de banho ou sal marinho.

  • Encha a banheira com água morna e misture uma quantidade generosa de sal.
  • Deixe atuar na pele durante 20 a 30 minutos.

Repita o banho duas vezes por dia, no mínimo, para obter melhores resultados.

Leitura recomendada Remédio caseiro para micose nas unhas (Onicomicose)

Aveia e Sal de Epsom

Esta mistura pode ser uma forma simples de conseguir alívio da coceira e curar a micose. Como fazer? Adicione duas xícaras de aveia e uma xícara de sal Epsom a uma banheira com água morna. Mergulhe na água durante 15 a 20 minutos. A água não deve estar muito quente, caso contrário pode causar coceira na pele o que origina mais irritação no local. Para usufruir de um bom momento de relaxamente adicione 10 a 20 gotas de óleo de lavanda na água. (Fonte)

Alho

Alho

O alho, devido às suas propriedades antifúngicas, é outro ingrediente conhecido como eficaz para o tratamento da micose na virilha. Ele alivia a coceira e o desconforto.

  • Esmague alguns dentes de alho e aplique a pasta sobre a pele afetada.
  • Deixe a pasta de alho atuar durante alguns minutos (sem exagerar) e de seguida lave bem a zona.

Aplique a receita duas ou três vezes ao dia, mas atenção! Quem tem a pele muito sensível, não deve usar este remédio.

Outra opção é fritar em lume baixo alguns dentes de alho em azeite de oliva. Depois de esfriar e coar, aplique sobre a área infectada. Deixe atuar algumas horas antes de lavar, e repita a aplicação duas a três vezes ao dia.

Tente incluir o alho na dieta. A ingestão de alho cru ajuda a fortalecer o sistema imunológico e promover a cura de infecções. Também pode usar o alho em forma de suplemento (óleo de alho em forma de cápsulas, por exemplo).

Mel

mel-de-manuka

As propriedades anti-sépticas, antifúngicas e calmantes de mel podem ser de grande ajuda para combater a micose na virilha. O mel de Manuka (Leptospermum scoparium), em particular, é excelente em infecções fúngicas que causam coceira na virilha, fungos nas unhas (tinea ungueal, onicomicose ungueal) ou dermatofitoses (tinhas ou frieiras).

  • Aplique o mel puro, de preferência mel de Manuka, sobre a área afetada e deixe atuar por pelo menos 30 minutos.
  • Lave e seque a área cuidadosamente.
  • Siga o procedimento uma ou duas vezes por dia até que a infecção melhore.

Juntamente com o uso destes remédios é importante manter uma boa higiene pessoal para impedir que a micose na virilha se espalhe para outras zonas do corpo.

“A maioria dos remédios caseiros não mostra evidências claras dos seus benefícios, nem tão pouco se são seguros para uso na virilha, já que a aplicação de vinagre de cidra e outros produtos naturais poderá causar problemas secundários em peles mais sensíveis”.

Caso identifique uma micose no corpo, é importante consultar o dermatologista.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Dr Daniel Dourado (Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368)

Dermatologista - CRM: 46.608 / RQE: 32.368

O Dr. Daniel Seixas Dourado é Graduado em Medicina pela Universidade Severino Sombra – RJ – 2007. Para além disso possui:

- Especialização em Dermatologia: Hospital Eduardo de Meneses (FHEMIG) – 2009.

- Pós-Graduação Lato-Sensu em Medicina e Cirurgia Aplicada a Estética: CEMEPE – Belo Horizonte – 2010.

- Título de especialista em Dermatologia: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pela associação médica brasileira – AMB.

- Especialização em cirurgia da restauração capilar: Facultè de médecine Pierre et Marie de Curie de Paris / France – 2014.

- É membro titular da sociedade brasileira de dermatologia – SBD.

- Membro titular da sociedade brasileira de cirurgia Dermatológica (SBCD).

- Membro da associação brasileira de cirurgia e restauração capilar- ABCRC.

Endereço: Rua Bernardo Guimarães, 2717, sala 903 - Santo Agostinho, Belo Horizonte – MG

Email: atendimento@drdanieldourado.com.br

Telefone: (31) 9 9446 2446

Também pode encontrar o Dr. Daniel no Linkedin, Facebook e Instagram. Pode consultar o Currículo Lattes Aqui.