11 Remédios Caseiros para Combater Coceira na Vagina e Ardor na região

O ardor, irritação e coceira na Vagina e na vulva podem ser situações muito desconfortáveis.

São muito comuns entre as mulheres, mas a grande maioria não sabe a sua origem.

Esta reação e irritação da pele pode ser resultado de uma alergia, candidíase vaginal ou outro tipo de vaginite.

remedios-caseiros-para-coceira-na-vagina-e-ardor-genital

Algumas causas comuns de coceira vaginal incluem, infecções bacterianas ou fúngicas, doenças sexualmente transmissíveis (DST), menopausa, substâncias químicas irritantes, estresse excessivo, e sistema imunológico enfraquecido.

Se o ardor, a irritação, e a coceira na vagina for causada por uma alergia, então as partes mais afetadas são as externas como o clitóris, os lábios vaginais e a vulva.

Por outro lado, se for uma ardência ou coceira dentro da vagina, então a sua origem pode ser algum tipo de fungo ou bactéria.

Além da coceira e sensação de queimação e ardor, pode haver vermelhidão, inchaço em redor da vagina, vulva, e desconforto durante a micção ou relação. Nestas situações normalmente também ocorre corrimento vaginal e mau cheiro na região íntima.

Para evitar a coceira, não deve utilizar calças que não sejam confecionadas de algodão nem que sejam justas às suas pernas, bem como ter diariamente uma higiene saudável, lavando com água e sabão a região externa da sua vagina, principalmente após ter relações sexuais.

Outro fator que também deverá ter em consideração é a sua alimentação. Evite ao máximo comer doces ou alimentos fritos e prefira comida saudável como vegetais e fruta.

Além disso, tente alguns remédios caseiros simples para obter um alívio temporário dos sintomas. Nunca se esquecendo que, para um diagnóstico e tratamento adequados, deve consultar sempre o seu médico, neste caso, o ginecologista.

Remédios caseiros para coceira na vagina

De seguida estão listados os 11 melhores remédios caseiros para coceira vaginal e queimação (ardência).

Vinagre de maçã

vinagre-de-maca-para-ardor-e-coceira-vaginal

O vinagre de maçã é um remédio maravilhoso para o tratamento da coceira vaginal, devido à sua propriedades antibacterianas e antifúngicas.

A acidez presente no vinagre de cidra ajuda também a restaurar o equilíbrio do pH vaginal, evitando assim a proliferação de bactérias más, causadores de vaginites.

  • Adicione 2 colheres de sopa de vinagre de maçã biológico num copo de água morna. Use esta solução para lavar sua vagina duas vezes por dia durante alguns dias.
  • Além disso, misture 1 colher de sopa de vinagre de maçã com 1 colher de chá de mel biológico num copo de água morna e beba duas vezes por dia.

Nota: Use apenas vinagre de maçã biológico, Cru, não filtrado e não pasteurizado.

Compressas frias com gelo

compressas-frias-com-gelo

Para obter um alívio imediato da coceira vaginal, use uma compressa fria. Ela irá ajudar a adormecer a área e reduzir a coceira e inflamação.

  • Enrole alguns cubos de gelo a um pano limpo.
  • Coloque este bloco de gelo na vagina durante alguns minutos.
  • Faça uma pausa de 30 segundos e volte a aplicar novamente.
  • Repita até que a coceira pare.
  • Use este remédio, conforme necessário.

Você também pode lavar a área genital com água fria algumas vezes por dia.

Lavagem vaginal com água salgada

lavagem-vaginal-com-banho-de-assento-com-agua-salgada

Desfrutar de um banho de água salgada também pode ajudar a aliviar a coceira vaginal. O Sal vai controlar o crescimento dos microorganismos que causam a infecção e, por sua vez reduzir o prurido e outros desconfortos.

  • Adicione 1 colher de sopa de sal marinho integral (não refinado) num copo de água e use-o para lavar a sua vagina sempre que sentir coceira. Esta receita vai proporcionar-lhe um alívio imediato.

Alternativamente, pode realizar um banho de assento. Encha a sua banheira com água morna e adicione ½ xícara de sal marinho.

Sente-se na água em posição de cócoras durante 10 a 15 minutos. Repita 2 ou 3 vezes por dia durante alguns dias para obter melhores resultados. Também pode realizar o procedimento numa bacia grande.

Nota: Não este remédios com sal se você tiver quaisquer feridas abertas na pele.

Iogurte

iogurte grego

O iogurte natural, sem açúcar, com culturas ativas (probióticos), o tão conhecido Lactobacillus acidophilus, é um remédio maravilhoso para parar a coceira e o ardor vaginal.

As culturas ativas ajudam a controlar a propagação da infecção pelo corpo, matando as bactérias e as leveduras prejudiciais para a vagina, e ao meste tempo promover o crescimento de bactérias boas.

Mergulhe um tampão no iogurte e insira-o na vagina durante duas horas. Realize este procedimento duas vezes por dia até obter alívio.

Além disso, é aconselhado comer iogurte natural (sem açúcar) todos os dias.

Alho

Alho

Alho contém propriedades antibacterianas, bem como antibióticas, que podem ajudar a matar bactérias e leveduras. O alho aumenta as defesas do nosso sistema imunológico de forma surpreendente, e ajuda o corpo a combater infecções bacterianas.

  • Misture algumas gotas de óleo de alho com uma colher de chá de óleo de vitamina E biolégico e aplique sobre a área afetada.
  • Aguarde 10 minutos, e lave com água morna.

Use este remédio duas vezes por dia durante algumas semanas, ou:

Mastigue 3 dentes de alho cru por dia, ou, alternativamente, pode tomar suplementos de alho (sempre depois de consultar o médico).

Neem (Azadirachta indica)

Folhas da planta medicinal Azadirachta indica, Neem

Também conhecida como nim, amargosa e neem, a Azadirachta indica é uma árvore maravilhosa, é um excelente remédio para todas as mulheres que sofrem de coceira na vagina devido a infecção causadas por fungos. As suas propriedades anti-sépticas ajudam a combater a infecção, reduzir o ardor e outros desconfortos vaginais.

  • Ferva um punhado de folhas de neem em 2 a 3 copos de água filtrada.
  • Coe e deixe esfriar.
  • Utilize esta solução para lavar a área vaginal uma vez ao dia durante algumas semanas.

Como alternativa, adicione algumas gotas de óleo essencial de neem a uma bacia de água morna e use-a para lavar a vagina.

Repita este remédio duas vezes por dia durante 2 semanas.

Pode também beneficiar das propriedades da planta ao tomá-la em forma de chá, 2 vezes de vezes por dia, ou tomar cápsulas de Azadirachta indica (sempre após consulta médica).

Tomilho, Sálvia, Alecrim

extrato de alecrim

Outra forma eficaz de eliminar a coceira na vagina é com a aplicação de um remédio caseiro à base de Tomilho, Sálvia, Alecrim. Esta mezinha não tem qualquer efeito secundário e tem uma eficácia na redução dos sintomas, perto dos 100%. Apenas vai precisar de:

  • 2 colheres de chá de tomilho seco
  • 1 colher de chá de salvia seca
  • 1 colher de chá de alecrim seco
  • 375 ml de água

Como fazer:

  • 1) Comece por ferver uma panela com água;
  • 2) Junte-lhe as ervas mencionadas acima;
  • 3) Deixe a panela tapada durante 20 minutos;
  • 4) Coe esta mistura;

Por fim, utilize este remédio caseiro para realizar uma lavagem genital.

Realize o procedimento no mínimo duas vezes por dia, uma vez que a receita possui propriedades antimicrobianas, impedindo os fungos e bactérias de crescerem, bem como propriedades regeneradoras e calmantes para a mucosa da vagina.

Kefir

kefir-alimento-probiotico

O Kefir é um produto lácteo, fermentado e rico em probióticos. É um tratamento simples de fazer em casa e bastante eficaz para a coceira vaginal e todos os sintomas a ela relacionados.

A grande variedade de bactérias probióticas, particularmente o Lactobacillus bifidus, disponíveis no kefir, ajudam a eliminar as leveduras e as más bactérias, causadoras de infecções vaginais e coceira.

Esta bebida probiótica também estimula o sistema imunológico a prevenir infecções futuras.

  • Neste caso em particular, vamos mergulhar um tampão no kefir e inseri-lo na vagina durante duas horas.
  • Realize este procedimento duas vezes por dia até se livrar do problema.

Além disso, beber 1 a 2 xícaras de kefir diariamente, durante algumas de semanas.

Mel

mel

O mel orgânico, cru, puro, não pasteurizado é outro remédio bastante eficaz para a vagina parar de coçar.

Este alimento maravilhoso disponibiliza propriedades antibacterianas e antifúngicas que ajudam a livrar-se de qualquer infecção microbiana que poderia estar causando o problema.

  • Aplique o mel como uma pomada, na área afectada.
  • Deixe-o atuar cerca de 30 minutos, e em seguida, lave a vagina com água morna.

Repita a aplicação do mel pelo menos duas vezes por dia até que os sintomas melhorem.

Além disso, inclua o mel na sua alimentação. Ingira 1 a 2 colheres de sopa de mel não pasteurizado com um copo de água morna duas vezes por dia.

Conheça 6 Géis e Cremes que Prometem Estreitar a Vagina

Cranberry, Arando, mirtilo vermelho, Oxicoco

cranberry-arando-vermelho-oxicoco

São precisos vários nomes para descrever esta fruta maravilhosa, bastante usada no tratamento de infecções do trato urinário. 

Beber suco de cranberry (sem recurso a açúcares), ajuda a tratar a irritação vaginal e coceira. Os Arandos criam um ambiente ácido que ajuda a inibir o crescimento de leveduras e bactérias.

Além disso, a frutinha ajuda a evitar infecções do sistema urinário e outros tipos de infecções da bexiga.

  • Beba cerca de 2 copos de suco de cranberry por dia até que a coceira pare.

Se tiver dificuldade em encontrar cranberrys à venda, pode sempre optar por tomar cranberry em forma de comprimidos e cápsulas, duas vezes por dia. Consulte o seu médico para uma dosagem mais correta.

Ácido Bórico

supositorios-vaginais-de-acido-borico

O Ácido bórico é uma solução bastante efetiva que fornece um alívio rápido da coceira vaginal e irritação, graças às suas propriedades anti-sépticas e anti-fúngicas.

  • Dilua um pouco de ácido bórico em água.
  • Aplique a solução na área afectada.
  • Deixe atuar em 1 a 2 minutos, depois lave cuidadosamente com água morna.

Realize este remédio uma vez por dia durante duas semanas. Como alternativa, pode comprar o ácido bórico em forma de supositórios vaginais (como na imagem ilustrada acima).

Consulte também: 13 Remédios Caseiros incríveis para Curar a Vaginose Bacteriana

Dicas adicionais

Mantenha a área genital seca, tanto quanto possível. A Umidade existente em torno da vagina vai piorar a situação.

Manter uma boa higiene para evitar a coceira vaginal. Após usar o banheiro, limpe sempre a vagina da frente para trás.

  • Use apenas tampões e roupas íntimas de algodão e mude-as duas vezes por dia.
  • Se possível, dorma sem calcinha até que o prurido diminuiu.

Evite sabão perfumado, papel higiênico perfumado, banhos de espuma, absorventes perfumados e quaisquer outros irritantes químicos. Além disso, resista à tentação de coçar a área.

  • Evite ter relações sexuais até que a coceira pare.
  • Após o exercício ou depois de nadar em piscinas públicas, tome um banho imediatamente.
  • Coma alimentos ricos em vitamina C para fortalecer o sistema imunológico. Estes alimentos ajudam a reduzir infecções no corpo.
  • Evite ingerir açúcar quando sofre de prurido vaginal crônico, causado por infecção por fungos.
  • Tome Suplementos de vitaminas
  • Use Probióticos (probiótocos são bactérias amigáveis que previnem o crescimento de organismos prejudiciais ao organismo. Para infecções fúngicas temos o Lactobacillus acidophilus, o Lactobacillus rhamnosus GR-1 (alguns estudos mostram que é muito útil para infecções vaginais: candídiase, vaginose bacteriana e infecções do trato urinário), e Lactobacillus fermentum RC-14)
  • Consuma suplementos ou alimentos ricos em ômega 3.

Atenção: Nos casos em que a coceira persiste, não deixe de realizar uma consulta com o seu ginecologista.

Através do uso de antifúngicos orais (ex: fluconazol em comprimidos ou o Itraconazol), ou tópicos intravaginais, cremes (ex: Clotrimazol, Miconazol, Nistatina, Terconazol), óvulos e pomadas para candidíase vaginal, é possível tratar o problema de forma rápida e eficaz.

O Meu Testemunho

Espero com este meu testemunho poder ajudar muitas mulheres com o mesmo problema. Eu já passei pelo mesmo, e na altura também fiquei pensando que era uma infecção vaginal (vaginite), no entanto o diagnóstico deu negativo!

Todo esse ardor, coceira e dor vaginal que sentia era originado por uma reação alérgica a produtos químicos e alimentos específicos!!!

Fui no alergista e depois das análises fiquei a saber que tenho alergia ao látex, níquel, e amêndoas.

Os produtos que continham látex, preservativos, tampões, absorventes, pensos higiênicos perfumados, biquínis e roupas íntimas, foram completamente eliminados da minha vida!

Usava um gel de banho que continha óleo de amêndoa, troquei por outro!

A minha depiladora elétrica contém níquel, comprei uma nova de aço inoxidável!!

Mudei para preservativos sem látex, lubrificantes vaginais naturais, tampões,  absorvente ou penso higiénico e cueca, tudo livre de latex.

Estou agora em busca de um biquíni novo 🙂 sem látex. Mas o que importa é que finalmente fiquei livre deste ardor e coceira vaginal insuportáveis!!!!

Nota muito importante: Não usem sabão ou qualquer outro produto químico na zona íntima. É melhor lavar a vagina apenas com água pura ou sabão natural, neutro.

Para a secura vaginal usem um lubrificante natural como o Emerita por exemplo, que não contem parabenos, ou óleo de semente de gergelim.

Continuação » 11 Incríveis Remédios Caseiros para Apertar a Vagina Larga e Flácida