10 Remédios Caseiros para Dermatite de Contato

Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 19 novembro 2018

A dermatite de contato é uma reação de natureza alérgica que ocorre na pele. Esta reação surge na sequência do contato da pele com algum objeto ou substância que cause alergia ou irritação.

Sendo a pele um órgão que reveste todo o corpo, a dermatite de contato pode manifestar-se em qualquer região.

eczema dermatite

Esta doença é especialmente comum em crianças alérgicas a ácaros ou com peles sensíveis, podendo também ocorrer em adultos, quando existe o contato com determinados objetos ou substâncias. Por exemplo, bijuteria, sabonetes, borracha, detergentes, tintas, medicamentos, etc.

Sintomas da dermatite de contato

Os sintomas mais habituais da dermatite de contato é a coceira, irritação e vermelhidão.

Eventualmente pode também ocorrer descamação da pele, ou mesmo a formação de pequenas bolinhas.

Saiba Como se Livrar da Descamação da Pele nos Pés

Tratamento para a dermatite de contato

Na hora de tratar este problema, há várias soluções disponíveis, entre medicamentos e remédios caseiros. No caso da dermatite de contato, sendo uma reação alérgica, deve optar por ambos.

Assim, se tiver uma reação alérgica na sua pele, deve consultar um dermatologista, que irá receitar-lhe um creme corticoide ou anti-histamínico.

Como complemento a esta medicação, pode então fazer um remédio caseiro em casa, que o ajudará a aliviar os sintomas da dermatite de contato.

Em baixo poderá encontrar uma lista extensa de remédios caseiros para dermatite de contato. Além disso, deve igualmente passar a região afetada com água fria, de forma a reduzir a coceira e ajudar a hidratar a pele.

Pode fazê-lo com água corrente ou através da aplicação de uma compressa húmida.

Como se livrar da coceira da dermatite de contato de forma natural

Existem formas alternativas de curar a sua pele e manter a coceira sob controle, sem o uso de medicamentos prescritos, incluindo cremes corticosteroides tópicos, tais como a hidrocortisona.

Eu, pessoalmente, sofri bastante com uma dermatite de contato irritante e grave, localizada nas mãos, devido ao uso constante de luvas, pois trabalho na área da saúde.

Embora não seja médico ou especialista de pele, descobri diferentes métodos de prevenção e alguns tratamentos naturais que aliviaram e curaram a minha dermatite de contato.

E por esta razão, gostaria de compartilhar com vocês as minhas observações!

As mãos são as mais afetadas, uma vez que são a única parte do corpo que está em constante contato com algo. Na verdade, por vezes tocamos em coisas que somos alérgicos, mesmo sem percebermos – contacto com produtos químicos perigosos, lavar muito as mãos etc…

Para um diagnóstico adequado é sempre aconselhável visitar o médico especialista da pele (dermatologista), uma vez que é muito fácil confundir uma simples queixa de pele com algo completamente diferente.

Por exemplo, pequenas saliências ou bolhas na pele são sintoma de eczema pompholyx (Eczema desidrótico). Esta é uma condição de pele desenvolvida como resultado da dermatite de contato.

Identificar a causa

Para mim, a parte mais difícil foi identificar as coisas que estavam fazendo a minha pele reagir de forma tão negativa, e, tentar não tocar nessas coisas. Analisei cuidadosamente o meu dia-a-dia e descobri a causa. Até não foi muito difícil! Era mais que óbvio!

As causas do meu problema era um dos meus hábitos de higiene diários, as luvas de borracha nitrílica que usava no trabalho (as chamadas luvas hipoalergênicas que substituíram as luvas de látex).

Também descobri que tinha desenvolvido duas alergias alimentares, que agravaram os sintomas alérgicos. Tive que removê-los da minha dieta até os sintomas melhorarem.

Depois da pele se tornar sensível, tudo agravava a alergia. . . o sabonete, secar as mãos em toalhas de papel, preparar a comida, etc. Após remover a causa, a pele simplesmente curou-se.

É necessário estar atento a todas as coisas a que entra em contato, durante vários dias, a partir do momento que você acorda até à hora de dormir. Aqui estão algumas situações a analisar:

  • Quando você começou a desenvolver a dermatite de contato?
  • Onde você tocou nas últimas 24 – 48 horas que poderia ter agravado a sua pele?
  • Você tem alergia a alguma coisa que saiba ou desconhece totalmente este fato? Níquel, prata, conservantes, etc? Se você não tem certeza, realize um teste de alergia! Este exame pode dar-lhe pistas importantes sobre a causa da condição de pele. Eu desenvolvi repentinamente alergia ao leite e limão.
  • Você lava a loiça ou roupa à mão regularmente? Os detergentes podem ser irritante para a sua pele.
  • Mudou algo na sua higiene pessoal ou está a usar algum produto de limpeza doméstico diferente?

Aprenda a Escolher os seus Produtos de Higiene Pessoal

Encontrar bons produtos para o corpo e cabelo, gel de duche e shampoo, já é um começo positivo. Devem ser de preferência hipoalergênicos, isentos de fragrâncias, e produtos químicos tais como o Dodecil sulfato de sódio (lauril sulfato de sódio). Também pode considerar um “estilo de vida livre de sabão. ”

Pessoalmente, adoro comprar produtos sem cheiro e adicionar os meus próprios óleos essenciais (aromaterapia), conseguindo uma fragrância fantástica e ao mesmo saber que não me vai prejudicar a pele.

Atualmente para hidratar a pele já não uso o Creme Aqueous Cream BP (usei em tempos), porque se verificarmos a parte de trás do rótulo, diz lá que “O produto contém álcool cetoestearílico que pode causar reacções cutâneas locais (por exemplo dermatite de contacto), Dodecil sulfato de sódio e óleos de fraca qualidade.

A inflamação não desaparece da noite para o dia

Mesmo após ter descoberto a causa do problema e evitar entrar em contato com os culpados da alergia, a pele continua vulnerável. Isso ocorre porque as células da pele podem ficar inflamadas “até oito a nove meses” após o início deste tipo de dermatite.

A pele pode não estar com aquela aparência física avermelhada, mas, não vai demorar muito até perturbá-lo novamente! Sem dar conta, a pele vai voltar novamente ao estado dolorido e irritante no momento em que entrar em contato novamente com o irritante ou alérgeno proibidos.

Esta situação pode ser realmente um problema se você não souber “o que a causa essa reação na pele”. Potanto, essa é a sua missão para hoje! Descobrir o culpado pela reação alérgica 🙂 !

Quando a pele começar a melhorar, tome cuidados extra para protegê-la de danos futuros! Se o seu problema de pele for causado por uma alergia alimentar, evite o alimento completamente, se puder. Isto é, quando você notar que a inflamação começou a acalmar.

Pode demorar vários meses até chegar a esta fase, mas vai valer a pena, acredite!

Lavagem das mãos

Muitos de nós passamos grande parte do dia com as nossas mãos dentro e fora de água, em contato com detergentes etc, porque o nosso trabalho ou estilo de vida a isso nos obriga. . . não podemos simplesmente deixar de lavar as mãos. O que devemos fazer então?

Se você ainda não o fez, seria uma boa ideia trocar o seu sabonete por outro. Compre uma garrafinha pequena e encha-a com sabão hipoalergênico, sem perfume, bastante útil sempre que você estiver em movimento. Eu levo sempre uma comigo para o trabalho, e uso outra na minha bolsa sempre que estou fora ou em viagem.

Importante: Cuidados na Hidratação para Pessoas com Alergias

Manter a pele macia e suave é muito importante, mas cuidado, os hidratantes podem, em alguns casos, facilitar a entrada de alérgenos e irritantes mais profundamente na pele e piorar o problema, especialmente no caso de alergia ao látex ou alergia a luvas de borracha nitrílica.

Por outro lado, se a sua pele está ferida devido ao excesso de lavagem das mãos, ai sim, a hidratação é muito importante para ajudar a pele a reter os níveis de umidade vitais.

Tente fazer alguma pesquisa antes de assumir que os hidratantes e os cremes barreira são a resposta para o seu problema. Dai ser tão vital a visita a um dermatologista. Eles são diplomados para saber informações como esta.

Água!

A água pode ser um grande problema quando está em causa uma patologia como a dermatite de contato. Muito pouco se fala sobre a qualidade dos próprios abastecimentos de água.

A água da torneira contém grandes quantidades de metais, minerais e produtos químicos como o cloro, flúor e pesticidas, com o propósito de matar as bactérias e micróbios perigosos. . . mas, e os efeitos colaterais destes químicos? Na nossa pele e não só!

Desde que comprei um filtro de água para o chuveiro, que noto uma diferença dramática na minha pele e cabelo. A minha pele não fica tão seca, o meu cabelo fica brilhante e os meus olhos não ficam tão irritados com a água durante o banho.

Para quem desejar melhor a qualidade da água e ter menos exposição aos produtos químicos, recomendo, definitivamente, a compra de um sistema de purificação de água para a sua casa.

Os filtros de água variam de preço, dependendo do seu orçamento e necessidades. Por cerca de 30 reais, já é possível comprar um acessório para a cabeça do chuveiro que remove a maioria dos produtos químicos.

Em segundo lugar, é importante manter-se atento à temperatura da água utilizada. A água muito quente remove os óleos naturais da pele e promove a inflamação da pele, um verdadeiro incômodo se você for um amante de banhos quentes como eu!

Cuidado com o uso de luvas

Para alguns de nós, o uso de luvas é uma necessidade no local de trabalho. Se for o seu caso e tem o azar de ser alérgico às luvas, então enfrenta um enorme desafio. “Sem elas”, somos expostos a uma multiplicidade de riscos para a saúde. “Com elas”, não corremos esse risco, mas sofremos com este incomodo.

A alergia mais comum no que diz respeito ás luvas, é ao látex, apesar das luvas de borracha nitrílica também serem problemáticas para algumas pessoas. Os hospitais geralmente, e atualmente, usam mais, luvas de borracha nitrílica, que o látex tradicional, porque as primeiras acredita-se serem hipoalergénicas.

Poucos são os casos de alergia ao nitrilo, no entanto, quando acontece, algumas reações são muito graves. De acordo com algumas pesquisas, diz-se que podemos experimentar uma reação alérgica ao látex e á borracha nitrílica até 72 horas após a exposição!

Em alguns casos, as luvas simplesmente podem agravar os sintomas da dermatite de contato. Foi o que aconteceu comigo.

Um dia, de forma repentina, desenvolvi uma erupção cutânea inesperada em todos os meus dedos e palmas das mãos. Inicialmente pensei que fosse das luvas, como mais óbvio.

Mais tarde realizei o teste de alergia e foi-me diagnosticada uma nova alergia alimentar. Quem iria imaginar que uma alergia ao leite pudesse causar uma erupção cutânea localizada tão desagradável nas minhas mãos? Isto porque, a erupção não apareceu em nenhum outro lugar, foi apenas nas mãos.

As luvas basicamente aumentaram os sintomas ao fazer as mãos ficarem mais quentes e transpiradas. Não demorou muito até progredir para um eczema pompholyx (Eczema desidrótico).

eczema-pompholyx-eczema-desidrotico

Superei o problema eliminando os lacticínios da dieta e usando luvas de algodão por baixo das luvas de borracha nitrílica durante vários meses, até toda a inflamação e vermelhidão desaparecer.

Após a pele ficar completamente saudável, comecei então a usar novamente luvas de borracha nitrílica, sem os forros de algodão! Mas lacticínios, só em sonhos!

luvas-de-algodao

Se não fossem os forros de algodão, acho que nunca teria curado as minhas mãos. A não ser que trocasse de emprego 🙂 !

Remédio caseiro para dermatite de contato com farinha de aveia

Um excelente remédio caseiro para dermatite de contato é uma mistura de água com farinha fina de aveia, com a qual irá realizar um banho.

Ingredientes:

  • água;
  • farinha fina de aveia (duas xícaras).

Como preparar:

Aqueça a água até uma temperatura que lhe seja agradável, e de seguida coloque-a na banheira. Depois de adicionar a farinha, tem apenas de tomar um banho nessa água. Este remédio caseiro irá ajudar a aliviar a irritação e a coceira causadas pela dermatite de contato.

Bálsamo/Pomada Curativa

Para todos aqueles que foram aconselhados a hidratar a pele um creme barreira ou óleo, tenho uma receita caseira excelente para vocês:

Ingredientes:

  • 1 parte de cera de abelha
  • 1 parte de óleo de jojoba
  • 2 partes de óleo de amêndoa

Algumas gotas de óleo essencial de lavanda orgânica. (Pode ser substituído por óleo essencial de camomila azul essencial, óleo da árvore do chá (Melaleuca alternifolia), ou óleo de patchouli.)

Procure uma loja onde venda os melhores óleos essenciais (por óleos de aromaterapia, quero dizer óleos orgânicos, puros, extraídos de plantas, e não aqueles óleos baratos e adulterados, que contêm ingredientes sintéticos e produtos químicos).

Método: Derreta a cera de abelha, o óleo de jojoba e o óleo de amêndoa juntos em banho-maria até derreterem completamente.

Retire do fogo e espere um pouco antes de adicionar o óleo essencial. A razão pela qual você não deve adicionar o óleo essencial durante o processo de cozimento é porque o calor extremo desnatura os óleos preciosos. Se você gostar do bálsamo/creme com mais fragrância, perfume, adicione mais óleo essencial, se necessário.

Comece por mexer a mistura para misturar todos os ingredientes. O objetivo aqui é não deixar o bálsamo se fixar completamente no fundo do recipiente. Mexer continuamente enquanto a mistura esfria, irá fazer o bálsamo ficar com a consistência ideal, espessa como mousse de chocolate. Se você não realizar esta etapa, o bálsamo vai solidificar completamente e vai ser muito difícil retirá-lo do recipiente.

O processo deve demorar cerca de 5 minutos, dependendo da quantidade de bálsamo que você fizer.

Coloque o bálsamo herbal num recipiente esterilizado, limpo (um pequeno frasco de vidro por exemplo). Se possível use um frasco de vidro azul escuro ou âmbar (laranja-amarelo), (facilmente encontrado em lojas de aromaterapia ou on-line), uma vez que vai proteger o bálsamo da luz solar.

Aplique este bálsamo caseiro na pele antes de dormir, todas as noites, e durante o dia, sempre que tiver essa oportunidade. É incrivelmente suave para a pele seca. Os óleos essenciais ajudam a reduzir a inflamação e a combater a infecção.

Por favor, faça a coisa mais sensata e realize um teste de alergia (patch test) 48 horas antes de usar (apenas para garantir que a sua pele responde bem ao tratamento, e não o enverso).

Se você estiver grávida ou amamentando, sugiro que visite o dermatologista como forma de obter respostas em relação à segurança destes óleos durante esta fase. Alternativamente, pode eliminar completamente os óleos essenciais da receita.

Lembre-se que, se você é alérgico ao látex ou às luvas de borracha nitrílica, os hidratantes e cremes de barreira são uma má opção a usar até a reacção alérgica diminuir. Situação que pode demorar até 72 horas.

Evite coçar

Tente não arranhar ou coçar a área com dermatite, uma vez que só irá atrasar o processo de cicatrização. Se tem o costume de coçar durante o sono (sem saber), tente manter as unhas curtas e hidratar bem o local antes de dormir.

Seguir este procedimento deve ajudar a manter a coceira bem longe. Se o hidratante não ajudar, considere alterar o hidratante.

Melhore o seu sistema imunitário

Algumas vitaminas e minerais, como a vitamina C e a quercetina (flavonóide natural), podem ajudar a reduzir a gravidade provocada pelas reações alérgicas. Na verdade, realizar uma dieta saudável e variada vai dar ao seu corpo o impulso que necessita para se curar mais rápido.

Para saber mais sobre alergias, confira o artigo sobre Alergia na Pele.

O estresse também afeta o sistema imunológico e a capacidade natural do corpo se curar a si mesmo. Este estudo médico interessante explica como o estresse enfraquece o sistema imunológico e como a nossa pele reage às nossas emoções.

Este estudo para mim faz todo o sentido! Ainda me lembro quando mudei para um trabalho mais estressante. As minhas mãos nessa altura estavam num estado lastimável, piores que nunca.

No mínimo, tente dormir as horas recomendadas de acordo com a sua idade (veja a imagem abaixo).

o-numero-de-horas-que-devemos-dormir-varia-de-acordo-com-a-idade

Preparar e consumir alimentos

Alguns alimentos podem criar reacções cutâneas negativas quando tocados ou comidos. Se você é alérgico ao níquel, por exemplo (se a joalharia barata lhe causa erupções), existe uma pequena possibilidade de você ser alérgico a alimentos que contenham níquel.

Como com qualquer coisa, as intolerâncias alimentares variam de pessoa para pessoa – é por isso que você deve realizar o teste de alergia.

A minha mãe realizou um teste de alergia que revelou hipersensibilidade aos citrinos, vinho, mofo e árvores! Como uma ávida jardineira, foi obrigada a deixar de fazer algumas dessas coisas.

É sempre bom sabermos o que o nosso corpo não gosta. Dessa forma, podemos estar mais conscientes das coisas que podemos e não podemos tocar.

Pessoalmente, acho que o leite e os limões são os meus alimentos problemáticos. Sempre que os ingiro, acabo com a pior eczema de sempre. . . minhas mãos ficam cheias de bolhas e desenvolvo urticária por todo o peito. É estranho, porque as minhas alergias alimentares desenvolve-se repentinamente.

Depois de realizar uma desintoxicação intensa, é que percebi que sofri de uma sensibilidade alimentar durante todo esse período. Ainda bem que o descobri na altura, caso contrário hoje teria a pele horrível! Além disso, como forma de Bônus, a minha acne que voltava sempre a longo prazo, desapareceu por completo depois de eliminar os alimentos ruins da minha dieta.

Acho também que os alimentos ácidos em geral, como o tomate por exemplo, agravam a inflamação quando os manuseio, preparo, corto etc… Usar luvas pode ajudar neste caso. Certifique-se apenas que você não é alérgico ás próprias luvas!

Conclusão

Descubra o que está na causa da dermatite de contato e, em seguida, evite a exposição tanto quanto possível. Se puder, elimine o contato ou consumo completamente. Escolher diferentes produtos de higiene pessoal e detergentes domésticos é uma boa forma de começar.

Como todos sabemos, os fabricantes mudam as formulações dos produtos ao longo do tempo. Verifique sempre a lista de ingredientes, conservantes e “males ocultos”.

Se o produto estiver repleto de palavras que você não consegue pronunciar “é fake”, coloque o produto de volta na prateleira e escolha outro com melhores intenções 🙂 .

Se não conseguir descobrir a causa para o seu problema, consulte um médico ou especialista da pele. Só eles lhe podem testar as alergias e sensibilidades.

O meu coração vai para todos os que sofrem diariamente com esta reação inflamatória da pele miserável!