-->Os 11 Remédios Caseiros para Tuberculose com Plantas - Educar Saúde

Os 11 Remédios Caseiros para Tuberculose com Plantas

Publicado em 04/07/2014. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 19 novembro 2018

A tuberculose pode enfraquecer e até mesmo debilitar qualquer pessoa.

Os tratamentos com ervas naturais e os remédios caseiros podem ser a alternativa perfeita para curar o corpo e nutrir-lo de saúde.

Remédios Caseiros Para Tuberculose

Desde a pimenta preta, facilmente disponível, ao alho e à groselha indiana, são vários os remédios que podem vir em seu auxílio. Juntamente com estes, realizar uma boa alimentação e obter a luz solar necessária, pode ser a única ajuda que precisa!

A Infecção causada pela tuberculose atinge um número assustador, estimado em 10,4 milhões de pessoas em todo o mundo. Estes são os dados de 2015.

Conheça os 8 Principais Sintomas da Doença

O tratamento para a tuberculose assenta na toma de medicamentos antibióticos durante um período normalmente de seis meses.

Contudo, este período pode durar muito mais tempo, se o tratamento não for devidamente seguido. Como os sintomas desaparecem ao fim de um mês, muitos pacientes param a toma do antibiótico, provocando o fortalecimento das bactérias que não morreram no tratamento.

O tratamento médico completo é assim essencial para a cura da infecção, e não deve ser substituído por qualquer solução caseira.

Nos últimos anos, as estirpes resistentes de Mycobacterium tuberculosis, bactérias que causam a tuberculose, fizeram com que o tratamento fosse cada vez mais desafiador para a medicina. Isto faz com que a naturopatia seja cada vez mais útil para a sociedade.

Ao contrário dos tratamentos tradicionais de seis a nove meses de medicação, os remédios naturais dão uma “olhada holística” na sua saúde.

Publicidade

O bom é que muitos destes remédios caseiros podem ajudar quando o problema se manifesta no útero, pulmões, nódulos linfáticos, ou em outras partes do corpo. É sempre bom lembrar que, apenas devemos usar estas terapias complementares após consultar o médico.

Remédios caseiros para tratar a tuberculose Naturalmente

Exposição solar

Para quem procura remédios caseiros para a tuberculose óssea, a luz do sol pode ser o aliado que precisa. Baixos níveis de vitamina D no nosso corpo estão associados a um risco aumentado de desenvolver tuberculose ativa.

Enquanto poderia-mos tomar suplementos de vitamina D, o sol é sem dúvida a melhor forma natural de aumentar os níveis de vitamina D no organismo sem arriscar no consumo excessivo desta vitamina.

Como obtê-lo: Cerca de 15 minutos, se você é de pele clara e um par de horas se você for de pele escura. Certifique-se de expor a pele ao sol diretamente.

Alho

Suplemento De Alho

O Alho é bem conhecido pelas suas propriedades anti-inflamatórias. O Extrato de alho também foi reconhecido como útil na luta contra a Mycobacterium tuberculosis, o agente patogénico responsável pela infecção tuberculosa.

Ainda mais convincente é a sua capacidade em inibir o crescimento de formas multi-resistentes de bactérias, as estirpes que conseguem escapar à medicina convencional.

Estes benefícios levaram os pesquisadores a sugerir que o extrato de alho pode ser considerado como uma alternativa bem sucedida. No entanto, não têm sido realizados grandes estudos clínicos e é melhor usá-lo apenas como terapia suplementar.

Como usar: É importante usar o alho fresco devido à resposta imune protetora que ele cria. Esmague alguns dentes de alho e adicione-os a um molho de salada ou ao seu prato favorito se conseguir “aguentar” o seu forte sabor picante. Outra opção é ferver o alho esmagado com leite e beber.

Abacaxi

Abacaxi

Publicidade

A bromelaína, uma enzima encontrada no abacaxi, é outro tratamento natural para a tuberculose. Os pesquisadores descobriram que a fruta pode ajudar a aumentar as proteínas que provocam a morte celular dos patógenos causadores de doenças.

A Bromelaína encontrado no caule do abacaxi, ajuda a reduzir a formação de células espumosas – algo típico de uma infecção por Mycobacterium tuberculosis.

Isto, junto com outras ações da bromelina como a redução dos níveis de glutationa livre (GSH), pode ajudar a eliminar as bactérias do corpo.

Para quem procura especificamente por remédios naturais para a tuberculose nos pulmões, o suco de abacaxi pode também ajudar nessa vertente. Foi descoberto que o suco de abacaxi ajuda a diluir o muco e estimular a sua expulsão, algo conhecido como expectoração.

Como usar: Basta realizar um simples suco de abacaxi caseiro, usando também o caule. Beba um copo todos os dias como parte de uma dieta equilibrada, e saudável. Escusado será dizer que, para quem é alérgico a abacaxis, este é um remédio a evitar!

Banana

Banana

A fruta tropical que tem muito mais a oferecer do que você pensa. As pesquisas mostram que o extrato da haste onde o agrupamento de banana está ligado, pode ajudar a combater bactérias as causadoras da doença.

O fruto em si é abundante em vitamina C, o que ajuda a construir a força do sistema imunitário para combater a infecção. Além disso, o fruto é facilmente digerido, mesmo por aqueles cujos sistemas digestivos são mais fracos.

Como usar: O suco da banana deve ser recém-extraído e bebido imediatamente. Relatos sugerem que beber o suco de banana diariamente pode ajudar a batalhar contra a doença.

No entanto, tal como acontece com qualquer outro remédio natural para a tuberculose, não se esqueça de consultar primeiro o médico e não pare o seu regime de medicamentos.

Publicidade

Chá de gengibre

Gengibre Em Pó

Se a náusea está a matar o seu apetite e causando-lhe perda de peso, use um pouco de chá de gengibre para aliviar o desconforto. Ele pode prevenir náuseas e reduzir a vontade de vomitar.

Como usar: Basta preparar o chá de gengibre com água fervente e adoçar com mel de manuka de preferência.

Groselha indiana

Phyllanthus Emblica, O Amalaki, Groselha Indiana Ou Amla

A Groselha indiana, também conhecida como amla, sarandi, ou Phyllanthus emblica é um remédio herbal rico em antioxidantes. É um fruto muito usado na Ayurveda.

Tem propriedades antitussígenas que ajudam a reduzir a tosse associada à tuberculose dos pulmões. Também ajuda a reduzir os espasmos, inflamação e a secreção de muco nas vias aéreas.

A Groselha indiana também pode ajudar a combater os efeitos colaterais da medicação usada para a doença, tais como a possibilidade de danos no fígado.

Um estudo publicado indica que a groselha indiana tem um efeito hepatoprotetor. Desta forma, complementar a sua medicação regular com a fruta ou extrato em pó, pode ajudar a reduzir o risco de toxicidade hepática.

Como usar: Adicione uma colher de sopa de extrato em pó de Amla, misture com uma quantidade igual de mel, adicione água e beba. O pó do extrato não tem um sabor muito fácil de beber, portanto, em vez de usar água, pode usar suco de abacaxi.

Acácia-branca (Moringa oleifera)

Sementes De Acácia Branca (Moringa Oleifera)

Publicidade

As folhas e as sementes da planta acácia-branca (Moringa oleifera) mostram atividade antimicobacteriana significativa.

A acácia-branca é também rica em proteínas, aminoácidos, compostos fenólicos com propriedades antioxidantes, vitaminas, e β-caroteno, todos os quais são nutrientes vitais para alguém com um sistema imunitário enfraquecimento da infecção.

É ainda uma planta com propriedades anti-inflamatórias e anti-espasmódicas, tornando-a um bom remédio para a infecção dos pulmões e dos gânglios linfáticos.

Como usar: Pode tentar algumas receitas que fazem uso da planta – o caril, por exemplo. Alternativamente, ferva a planta, sementes e tudo, em água e beba todos os dias. Pode adicionar uma pitada de pimenta preta para melhorar o sabor.

Descubra os Benefícios do Mel de Acácia

Pimenta preta

Oleo Essencial Das Sementes Da Pimenta Preta

O que nos leva ao nosso próximo lutador da infecção! A Pimenta preta ajuda a melhorar a eficácia de alguns medicamentos contra a tuberculose. Por exemplo, sabe-se que tem a capacidade de aumentar a biodisponibilidade ou os níveis de rifampicina.

Também pode ajudar a exercer um efeito protetor sobre o trato gastrointestinal.

Publicidade

Como usar: Adicione uma pitada de pimenta a algumas ervas como o chá preto ou em sopas, saladas e caldos.

Alternativamente, pode moer alguns grãos de pimenta preta com mel e comer uma colher desta mistura todos os dias.

Pode também beber uma mistura de pimenta preta – Simplesmente ferva a pimenta em água e adoce o líquido resultante com mel. A Pimenta preta assada em manteiga ou gheed clarificada também é uma boa opção.

Publicidade

Vitaminas do complexo B e ferro

É sabido que uma nutrição precária pode permitir a prosperação da infecção, uma vez que o corpo não é forte o suficiente para combater o patógeno.

Certifique-se de consumir alimentos integrais e vegetais de folhas verde escuras como a couve ou o espinafre ou até mesmo adicionar vegetais do mar, como algas, arame (Eisenia bicyclis), e wakame para obter a dose diária recomendada de ferro e vitaminas do complexo B.

Leite

Copo De Leite

O leite é outro alimento usado no tratamento da infecção. Esta fonte saudável de cálcio e vitaminas pode ajudar a fortalecer o corpo e combater ou contrariar o desperdício de tecidos típicos dos pacientes com tuberculose.

Ele também é um laxante natural incrível para aqueles atormentados pela prisão de ventre devido à doença.

A Medicina Unani sugere beber um copo de leite todas as manhãs para ajudar no tratamento da condição. É também um excelente complemento natural para aqueles com tuberculose óssea na coluna, devido à sua combinação de nutrientes, tais como cálcio, potássio, e vitaminas do complexo B.

Chá de Cavalinha

Chá De Cavalinha

A cavalinha é uma planta medicinal que contém ácido silícico. Esta substância, muito utilizada antes de surgirem os medicamentos antibióticos, irá assim complementar o tratamento médico, ajudando a aliviar os sintomas da doença.

Ingredientes:

– talos de cavalinha (4 g);

Publicidade

– um copo cheio de água.

Como preparar:

Coloque a água numa panela, levando de seguida ao lume. Depois de levantar fervura, adicione os talos de cavalinha e desligue.

Tape, deixe arrefecer durante 15 minutos e coe. Os pacientes com a doença devem beber uma xícara de chá de cavalinha diariamente. Esta alternativa não é indicada para grávidas ou mulheres a amamentar.

Cortar nos alérgenos alimentares, gorduras trans e alimentos refinados

Outro passo importante para a recuperação da doença ou evitar uma recorrência da infecção é comer alimentos frescos e saudáveis.

Isto significa cortar nos alimentos potencialmente nocivos como os aditivos químicos presentes nos alimentos, conservantes, alimentos refinados como o pão branco ou açúcar refinado, ácidos gordos trans tipicamente utilizados em bolos embalados, biscoitos, bolachas, donuts, margarina, e outros alimentos processados.

Para quem é alérgico a determinados alimentos, é importante evitar estes também – laticínios, glúten, soja e nozes são os criminosos comuns.

Plantas medicinais usadas pelos Bapedi para tratar a tuberculose

Abaixo listamos algumas espécies de plantas usadas pelos curandeiros Bapedi, da Província de Limpopo, para tratar a doença. As pesquisas documentam 21 espécies de plantas pertencentes a 20 gêneros. Destas, 13 espécies são indígenas da província de Limpopo (61,9%).

Agapanthus: 1 xícara de extrato cozido durante 10 minutos é tomado por via oral três vezes por dia.

Artemisia afra: Folhas cozidas durante 15 minutos ou uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes por dia.

Publicidade

Cannabis sativa: Folhas maceradas em água morna por 24 horas e uma xícara de decocção tomada por via oral três vezes por dia.

Carica papaya (mamão): Fumaça das folhas inalada duas vezes ao dia

Combretum: Cozido por 20 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes ao dia.

Chironia baccifera: Cozido por 20 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes por dia.

Eucomis pallidiflora: Cozido por 5-8 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes por dia.

Merwilla plumbea: Cozido por 25 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes ao dia.

Hypoxis hemerocallidea: Cozido por 5 a 20 minutos e uma xícara de extrato é ingerida três vezes por dia.

Hortelã-verde (Mentha spicata): Folhas embrulhadas e fumadas duas vezes por dia.

Ficus carica L (figueira-comum: Cozido por 10 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes por dia.

Ficus platypoda: Cozido por 20 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes ao dia.

Publicidade

Myrothamnus flabellifolius (Arbusto da ressurreição): Cozido por 5 a 15 minutos e uma
xícara do extrato tomado por via oral três vezes por dia.

Eucalyptus camaldulensis: Cozido por 5 a 20 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes por dia.

Pellaea calomelanos: Cozido por 15 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes ao dia.

Eriobotrya japonica (nespereira): Cozido por 10 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes ao dia.

Citrus lemon (Lima, limão-siciliano): Folhas esmagadas, embrulhadas e fumadas três vezes ao dia.

Zanthoxylum capense: Cozido por 10 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes ao dia.

Salix mucronata: Ingerir Seis frutas cruas três vezes por dia. Sementes moídas em pó e cinco colheres de sopa tomadas por via oral com água morna três vezes por dia.

Lippia javanica: Cozido por 5 minutos e uma xícara de extrato tomado por via oral três vezes por dia. Ou, colocar em água quente e inalar o valor três vezes por dia.

Aframomum melegueta (Pimenta-da-guiné): Cozido por 10 minutos e uma xícara de extrato é tomado por via oral três vezes ao dia.

Referências

Publicidade

Data and Statistics. Centers for Disease Control and Prevention.
Treatment for TB Disease. Centers for Disease Control and Prevention.
How do I get the vitamin D my body needs?. Vitamin D Council.
Tuberculosis. University of Maryland Medical Center.
Incidência da Tuberculose em Portugal

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858

Publicidade