-->11 Remédios Caseiros para Apertar a Vagina Larga e Flácida - Educar Saúde

11 Remédios Caseiros para Apertar a Vagina Larga e Flácida

Publicado em 15/09/2016. Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 21 fevereiro 2019

Podem haver várias causar para a mulher ficar com a vagina larga, flácida, frouxa. Enquanto algumas mulheres adquirem esta flacidez vaginal como um traço de nascimento (hereditário), outras tendem a desenvolvê-lo após o parto.

Flutuações hormonais, gravidez, menopausa, peso em excesso, saúde, envelhecimento – Todos esses são fatores que afetam a vagina, e muitas vezes, têm o efeito colateral infeliz de alargar a região de sua tensão/força natural.

Qualquer que seja o caso, uma vagina larga e flácida, pode eventualmente levar à falta de interesse/desejo da mulher ou do parceiro por relações e, com o tempo, arruinar totalmente a intimidade e o relacionamento entre o casal.

falta-de-interesse-na-pratica-do-sexo

Sabe-se que a pele da vagina é elástica até um certo ponto e, tal como um elástico, pode eventualmente perder a sua elasticidade após qualquer pressão excessiva ou contínua.

Porque é que a Vagina fica larga?

A vagina da mulher diz-se “larga ou flácida” quando, tanto as paredes vaginais internas como a abertura ou o canal vaginal ficam muitos largos, ou não tão apertados como anteriormente.

De seguida mostramos as causas mais comuns para a mulher desenvolver esta característica.

Depois do Parto normal (Parto Vaginal)

depois-do-parto-parto-vaginal

O dia do parto é a essência da vida de qualquer mulher, e diz-se que a mulher só se completa depois de dar à luz. No entanto, os prazeres associados ao momento do parto têm o seu custo.

Um dos maiores sacrifícios que a mulher tem de pagar por este momento maravilhoso é o fato de perder a “vagina apertada”, a sua tensão e elasticidade, uma vez que o bebê nasce pela vagina e muitas vezes ela rasga (umas mais, outras menos), alargando todo o períneo – região localizada entre a vagina e o ânus.

Publicidade

É importante ententender que, durante o parto normal a musculatura vaginal e cervical contrai e expande repetidamente. É esta ação, juntamente com a saída do bebê pela vagina que resulta no enfraquecimento da musculatura vaginal.

Descubra O que acontece com a vagina depois do parto

Carícias e relações frequentes

A vagina contrai e expande sempre que a mulher tem relações ou simplesmente quando acaricia a região. Estas contrações e expansões repetidas da musculatura, vão fazer com que as paredes vaginais tenham a tendência para ficar enfraquecidas e perderem a sua elasticidade.

Do mesmo modo, aplicar muita força durante a penetração, pode igualmente danificar a abertura e todo o canal vaginal, levando a vagina a perder alguma da sua aderência e elasticidade.

Como sei se tenho a Vagina Larga ou Flácida?

Embora a maioria das mulheres seja capaz de sentir e “admitir” que a sua vagina ficou mais larga com o passar dos anos, algumas têm dificuldade em admitir o problema.

Abaixo descrevemos algumas dicas simples que a ajudarão a descobrir se a sua vagina está realmente larga.

1 – Inserir mais de dois dedos na vagina, sem qualquer resistência ou dor pode significar que a vagina está larga.

2 – Da mesma forma que, se você é capaz de inserir o dedo indicador na vagina sem sentir a contração das paredes vaginais no dedo (tente apertar as paredes vaginais em volta do dedo indicador ), então certamente, tem igualmente a vagina larga.

3 – Quando o parceiro começa a reclamar, ou a mulher já não é capaz de “sentir” os movimentos no interior e na entrada da vagina como antes, as hipóteses de ter o canal vaginal largo são muito grandes.

A vagina solta, não só reduz a sua sensibilidade na região, como também não permite que o parceiro atinja o clímax.

4 – Se você se acaricia com frequência e tem a necessidade de inserir objetos maiores para conseguir atingir a estimulação e satisfação desejadas, as chances de ter a vagina larga são muito grandes!

Publicidade

Então, o que fazer para a vagina ficar mais apertada?

Apesar da existência de alguns procedimentos cirúrgicos indicados para apertar o canal vaginal, indicamos também a prática de alguns métodos (exercícios) bem como o uso de alguns tratamentos caseiros. Este conteúdo tem caráter meramente informativo e não constitui a opinião de um médico. Não use medicamentos, suplementos, ervas, ou produtos para aplicação tópica sem antes consultar o médico.

Confira abaixo!

Os 11 Remédios Caseiros para Apertar a Vagina Larga

Na sequência mostramos alguns remédios caseiros e exercícios simples que podem ajudar a apertar efetivamente os músculos vaginais e reduzir o tamanho da abertura vaginal.

Saiba também se o Tamanho da sua Vagina é Normal?

Exercícios de Kegel

exercicios-de-kegel

Uma das soluções mais populares para apertar a vagina é optar por realizar exercícios de Kegel regularmente.

Frequentemente recomendado para mulheres pós-parto, os exercícios Kegel envolvem a contracção dos músculos da virilha, mais propriamente do músculo Pubiococcígeo, localizado na zona pélvica, com o objetivo de tonificar e fortalecer os músculos que apertam a vagina.

como-fazer-os-exercicios-de-kegel

Contraia e relaxe os músculos da virilha (tente localizar o músculo Pubiococcígeo) pelo menos 10 vezes, descanse, e repita novamente o exercício.

Tente realizar o exercício pelo menos 10 vezes (10 séries de 10 contrações, com alguns segundos de descanso entre elas), todos os dias.

Alternativamente, pode tentar contrair o músculo Pubiococcígeo enquanto urina, e segurar a urina durante 5 segundos antes de continuar. Repita o procedimento cada vez que precisar de urinar.

Publicidade

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Cone Vaginal

cones-vaginais-pesos-para-exercicios-vaginais

Outro método de treinamento, bastante usado, para apertar os músculos vaginais, emprega o uso de um cone vaginal que se parece com um tampão (absorvente interno), mas tem pesos ligados a ele.

Você precisa inserir o cone vaginal (com os pesos pendurados fora da extremidade) na vagina e tentar segurá-lo com a ajuda dos músculos vaginais durante alguns minutos antes de liberá-lo.

Basta repetir o procedimento, pelo menos, 5 vezes por dia e adicionar mais peso à medida que vai evoluindo (ganhando força nos músculos da vagina).

Conheça também as Cirurgias para Estreitar o Canal Vaginal

Pernas Levantadas

leg-raises-pernas-levantadas

Este simples exercício necessita apenas que você se deite de costas no chão e levante as pernas para cima, uma após a outra, tal como mostra a imagem acima. Não dobre as pernas, em vez disso mantenha-as em linha reta. Levante e abaixe as pernas alternadamente.

elevacao-lateral-de-pernas

Uma ligeira variação para este exercício envolve levantar as pernas lateralmente. Coloque-se lateralmente (tal como mostra a imagem acima). Mantenha as pernas novamente retas e levante.

Repita o movimento durante um minuto, e troque de lado. Continue o exercício por cerca de 10 minutos e tente realizá-lo, pelo menos, 5 vezes por dia para obter melhores resultados mais rápidos.

Publicidade

Leitura Recomendada sobre Vaginoplastia

Cremes para apertar a vagina

creme para apertar a vagina everteen

Existem alguns cremes sem receita médica com o objetivo de apertar a vagina. Geralmente são usados quando as soluções tradicionais, como as mencionadas acima não surtiram efeito. No entanto, eles trazem alguns riscos associados, como a secura vaginal, e não existem pesquisas científicas que apoiem os seus benefícios.

O que contêm na sua composição: Galmente contêm Extrato de Manjakani, extrato de Pueraria, aloe vera, extrato de hamamélis, entre outros extratos de plantas adstringentes.

Conheça os  6 Géis e Cremes que Prometem Apertar a Vagina

Como funcionam: O Extrato de Manjakani é um ingrediente usado na medicina, 100% natural, com propriedades que incentivam ao aperto da pele e á redução da flacidez. Quando aplicado na vagina pensa-se que pode melhorar o fluxo de sangue, fazendo com que a vagina “inche”, o que resulta numa sensação de vagina mais apertada.

Os cremes funcionam? Algumas mulheres que usaram estes cremes mostraram-se surpreendidas com os resultados, no entanto a maioria afirma que o efeito do extrato dura apenas algumas horas após a aplicação, e em alguns casos não oferece qualquer efeito positivo.

Efeitos colaterais: Algumas mulheres relataram o desenvolvimento de infecções, secura e irritação vaginal após o uso destes produtos.

Conclusão: O seu uso pode (ou não), ser útil em mulheres que desejam apertar a vagina nem que seja apenas temporariamente, para aumentar a sensação e satisfação durante a relação. No entanto, não aconselhamos o seu uso. Consulte o ginecologista sobre melhores alternativas.

Matéria recomendada sobre Labioplastia

Groselha Indiana (Alma)

groselha-indiana-alma

Este é um remédio caseiro bem simples usado desde os tempos antigos (na Índia) para apertar os músculos vaginais. Mais uma vez, não existem evidências que suportem a segurança e quaisquer benefícios para este fim. Na Índia, a Groselha, especialmente a groselha indiana (amla), é conhecida por ser uma das melhores soluções naturais para estreitar o canal vaginal. Os benefícios da groselha Indiana incluem também propriedades riquíssimas que ajudam a melhorar a pele, cabelo e toda a nossa saúde em geral.

Publicidade

Como é usada na Índia: Os textos publicados referem que a mulher deve colocar 10 a 12 groselhas Indianas numa panela e ferver bem em água. O extrato da fruta ao ficar misturado com a águam formar um liquido quase opaco. A  mistura deve ser colocada numa garrafa e armazenada em lugar fresco e seco. Geralmente a mistura é aplicada em toda a região vaginal antes de tomar banho.

Publicidade

Os textos publicados dizem que realizar este procedimento todos os dias pode ajudar a aumentar a elasticidade do músculo vaginal e fortalecer toda a região em poucas semanas, ou meses, dependendo do grau do problema. No entanto, mais uma vez referimos que, são necessários estudos credíveis que confirmem realmente a sua eficácia e segurança. Não se auto-medique. Consulte sempre o ginecologista antes de aplicar qualquer produto na vagina.

Recomendado Cirurgia Íntima

Aloe Vera

Na literatura tracidional, os tratamentos naturais para apertar as paredes da vagina também incluem o uso do aloe vera. A literatura diz que o gel extraído da planta de aloe vera pode ser útil em tornar os músculos vaginais mais apertados. No entanto, não existem quaisquer estudos que suportem tais afirmações, nem a segurança do seu uso nos gentais. Tenha cautela!

Retirar gel do Aloe Vera

Como é usado: A literatura antiga indica que a mulher deve usar uma folha grande de aloe e retirar o seu gel (tal como mostra a foto acima). De seguida o gel (cerca de 2 colheres de sopa) é aplicado nas partes externas e internas da vagina, durante alguns dias.

Os textos publicados indicam que as propriedades regenerativas da planta podem acabar com o prolapso da parede vaginal e fortalecer os músculos presentes na região de forma eficaz.  No entanto, mais uma vez, é preciso muita cautela! Nunca o faça sem antes consultar o ginecologista. São necessários mais estudos para confirmar a eficácia e segurança para este fim.

Recomendado Líquido no Útero: 18 Remédios Caseiros para aliviar Problemas no Útero

Curcuma comosa Roxb.

curcuma-comosa-roxb

A Curcuma Comosa Roxb. é uma planta da família do gengibre, conhecida na Índia pelos efeitos de aperto na vagina. Os textos publicados indicam que o uso regular de Curcuma comosa Roxb. pode impedir o prolapso (queda) da parede vaginal, reduzindo ao mesmo tempo muitas outras questões vaginais e não só. Atenção! Não existem quaisquer estudos que apoiem estas afirmações e a sua segurança.

Esta planta medicinal é utilizada na índia pelas suas propriedades anti-inflamatórias, no tratamento da hemorragia uterina pós-parto e útero inflamado.

As publicações realizadas sugerem que o extrato de Curcuma comosa possui uma forte actividade anti-inflamatória e tem um grande potencial a ser desenvolvido para uso como composto terapêutico para diversas doenças neurológicas associadas à inflamação.

Os usos tradicionais Indianos aplicam o rizoma da Curcuma comosa Roxb no alívio da dor uterina pós-parto, e na redução da inflamação do útero após o parto.

Publicidade

Têm sido realizados alguns estudos sobre os efeitos da Curcuma comosa Roxb, mostrando que a planta pode reduzir o colesterol no sangue, aumentar a espessura das células epiteliais que revestem a vagina, e diminuir a contração uterina.

A planta também é usada na Índia e Tailândia para tratar o prolapso (queda) da parede vaginal, apertar os músculos vaginais, e aliviar a síndrome pré-menstrual e cólicas menstruais.

Conheça 8 Causas de Prolapso Uterino

É utilizada desde os tempos antigos na Tailândia como um remédio para muitos outros problemas ginecológicos, incluindo a secura vaginal, afrontamentos, corrimento vaginal branco e amarelo excessivo, mau cheiro vaginal, e ciclos menstruais ausentes, excessivos ou irregulares.

A planta parece também aumentar o efeito dos hormônios ovarianos e testiculares, e pode ter um efeito estrogênico. É muito usada em Spas de luxo Tailandêses para dar um efeito lifting aos músculos flácidos, promover a circulação sanguínea e proporcionar brilho e uma boa saúde à pele.

Como apertar a vagina rápido, usando a Curcuma Comosa Roxb? Não existem plantas milagrosas. Apesar de oferecer realmente alguns benefícios na saúde, está longe que ser apoiada por pesquisas para esta finalidade. Mais uma vez, tenha cautela! Na Índia e Tailândia o seu uso é feito extraindo o suco da raiz e aplicando na zona genital.

Não administre quaisquer plantas ou extratos na região íntima sem antes consultar o ginecologista.

Recomendado Vulvoplastia – Cirurgia Íntima Feminina

Pueraria Mirifica

pueraria-mirifica

Embora a erva Pueraria Mirifica de nome científico (Pueraria candollei var. mirifica) seja muito popular pelas suas qualidades em aumentar os seios de forma natural, na Índia é também usada no tratamento deste drama para algumas mulheres.

O extrato da raiz tuberosa da Pueraria Mirifica é rico em fitoestrógenos, compostos químicos não esteróides, que se encontram nos vegetais, e ajudam a estimular o processo de regeneração dos tecidos na região pélvica, bem como das regiões genitais. Na Índia, o extrato da planta é aplicado a essas áreas para as paredes da vagina ficarem mais firmes. Note que nenhum desses benefícios é apoiado por pesquisas médicas.

Recomendado 13 Remédios Caseiros para aliviar a Vaginose Bacteriana

Manjakani (galhas de carvalho da espécie Quercus infectoria)

manjakani-galhas-de-carvalho-especie-quercus-infectoria

Publicidade

As galhas do carvalho, maçãs de carvalho (manjakani), da espécie Quercus Infectoria, crescem na Anatólia (Ásia Menor): Iraque, Curdistão e Turquia; bem como no Chipre e Grécia, e foram introduzidas na Europa em 1822.

É um fruto muito apreciado na Ásia pela sua capacidade em apertar o canal vaginal. Contém taninos, fitoestrógenos e propriedades adstringentes, que dizem funcionar de forma cumulativa sobre os músculos da parede vaginal, tornando-os mais elásticos.

Na Ásia, extrato do galho de carvalho (Quercus Infectoria) é aplicado diretamente na região vaginal para esta finalidade, geralmente antes do banho.

Outros possíveis benefícios do extrato:

  • impede o desenvolvimento de pele seca, oleosa bem como da acne
  • melhora a visão
  • Fortalece os dentes e os ossos
  • regula o ciclo menstrual
  • reduz o corrimento vaginal
  • elimina as infecções vaginais
  • diminu a dor associada com as cólicas menstruais e dores nas costas
  • o ácido gálico presente na planta previne a diabetes e a asma
  • auxilia na prevenção de câncer de mama e câncer do colo do útero

As galhas são extensivamente usadas na Malásia em combinação com outras ervas, para a mesma finalidade (como remédio caseiro para mulheres após o parto, ajudando a restaurar a elasticidade da parede uterina, e em muitos outros produtos vaginais). 

O extrato de manjakani foi também reivindicado pelos malaios de Kelantan como sendo altamente benéfico para as mulheres após o parto.

Até agora não foram relatados efeitos perigosos ou secundários após aplicação da planta. Além disso, os árabes, persas, indianos, malaios e chineses, usam-na tradicionalmente após o parto para tratar o corrimento vaginal e algumas infecções desencadeadas nesta fase.

Note que, por mais benefícios que determinada planta pareça oferecer, a maioria não tem qualquer apoio científico. Tratam-se apenas de usos populares dados a essas plantas que não têm qualquer fundamento científico, que até podem por em risco a saúde do indivíduo.

Recomendado 11 Remédios Caseiros para aliviar a Coceira na Vagina e Ardor

Hamamelis L. (Hamamélia)

Hamamélis (Hamamelis virginiana)

A casca do arbusto Hamamelis L. é considerado na Índia outro remédio caseiro bastante eficaz para a vagina larga. Para esta finalidade, as mulheres Indianas usam a casca seca, que depois é moída e transformada em pó. Em seguida, é misturada com água para preparar a solução herbal. É usada como um banho de assento para lavar os órgãos genitais.

Publicidade

Por ser conhecida como um adstringente maravilhoso, pensa-se que a hamamélis L. pode ajudar a apertar a vagina depois desta ficar frouxa. Mais uma vez, não existem estudos que suportem tais benefícios e segurança para esta finalidade.

Recomendado Sinéquias Uterinas: Diagnóstico, opções de tratamento e resultados

Acteia, erva-de-são-cristóvão (Actaea racemosa)

acteia-erva-de-sao-cristovao-actaea-racemosa

A Acteia, também conhecida como erva-de-são-cristóvão, de nome científico Actaea racemosa, é uma outra planta muito usada em alguns países para tonificar a vagina. A planta dispõe de níveis elevados de fitoestrogênios, que pensa-se que desempenhem um papel fundamental no sentido de tornar os músculos vaginais mais firmes.

Na Índia é usado o extrato feito com a água da planta e aplicado na região íntima diariamente. No entanto, não existem estudos que comprovem tais benefícios.

Recomendado Remédio caseiro para infecção vaginal

Dieta saudável

Realizar uma dieta com alimentos ricos em estrogênio é outra ótima maneira de aumentar a firmeza vaginal. Dê preferência a alimentos como as sementes de gergelim, romã, soja, frutos secos, linhaça, grão de bico e (todos estes alimentos ajudam a aumentar os hormônios naturais que irão fortalecer os músculos do assoalho pélvico.

Estes alimentos também são parte de uma dieta saudável e equilibrada, que irá contribuir para a sua saúde em geral. Leia mais sobre Estrogênio: O que é, para que serve, sintomas e alimentos.

Conclusão

Nenhum destes remédios caseiros ou ervas medicinais para apertar a vagina lhe garantem resultados e muito menos segurança. A melhor atitude a tomar é consultar um ginecologista e optar por métodos comprovados, como os exercícios de Kegel (que trabalham os músculos do assoalho pélvico). Apenas deve usar produtos para apertar a vagina (cremes, gel, etc.) quando esses são recomendados pelo ginecologista. Outra opção, são alguns procedimentos cirúrgicos como a labioplastia (vaginoplastia).

Importante: Viralizou-se pela Internet a ideia de que o vinagre era outro remédio milagroso para apertar a vagina. Não acredite em tudo o que lê ou vê na Internet, ok! Muita cautela!

Espero que o artigo sobre Remédios Caseiros para Apertar a Vagina Larga e Flácida tenha de alguma forma sido útil para você.

Entenda que, este conteúdo têm caráter apenas informativo e não constitui a opinião médica. Não use medicamentos, suplementos, ervas, ou produtos para aplicação tópica nos genitais sem antes consultar o ginecologista.

Publicidade

Leia também: Cirurgias para Apertar a Vagina

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653)

Nutricionista Clínica - CRN-6 nº 23653

A Drª Raquel Pires é Nutricionista, Health Coach e Personal Diet, com grande experiência em atendimento em consultório e Idealizadora do Projeto ESD (Emagrecimento sem Dor).

Formação Acadêmica

- Graduada pela Universidade Santa Úrsula. - Pós Graduada em Nutrição Clínica. - Pós Graduada em Prescrição de Fitoterápicos e suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. - Pós Graduada em Nutrição Aplicada ao Emagrecimento e Estética.

Também pode encontrar a Drª Raquel no Linkedin, Facebook e Youtube

Marcação de consultas 88-99685-0858

Publicidade