Primeiros Socorros e 7 Remédios Caseiros para Tratar Picada de Abelha e Vespa

Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 19 novembro 2018

A maioria das picadas de abelha causam apenas problemas temporários, tais como dor aguda, inchaço, vermelhidão e coceira provocada pela toxina deixado pela abelha.

Se você foi picado, remova o ferrão, lave a ferida, e aplicar um pouco de gelo. Use remédios naturais, como a aloe vera, cúrcuma, pasta de sândalo, calêndula, ou cebola, para aliviar o desconforto.

Algumas pessoas podem, no entanto, sofrem uma reacção alérgica grave e necessitar de ajuda médica de emergência.

Picada De Abelha

Você já foi picado por uma abelha enquanto estava à toa no jardim? As picadas de abelha podem doer muito, mas nem sempre a pessoa atacada vai parar no pronto-socorro.

Conheça as informações necessárias para decidir se você precisa correr para o atendimento médico ou, em vez disso, voltar sua atenção para os ingredientes disponíveis na cozinha ou plantas do jardim.

O que acontece após a picada de uma abelha?

Inchaço No Pé Causado Por Picada De Abelha

Quando uma abelha (principalmente uma abelha produtora de mel) pica, um ferrão farpado, que contém um saco de veneno anexado a ele, fica preso ao corpo da vítima.

O veneno e os germes (se for o caso) do corpo da abelha podem causar reações no corpo da pessoa picada.

As reações a uma picada de abelha se manifestam em três diferentes níveis: locais, sistêmicas ou anafiláticas.

Uma reação localizada é acompanhada de dor, inchaço, coceira e sensibilidade que podem piorar no decorrer de 2 a 3 dias antes de, então, diminuírem gradualmente.

Uma reação sistêmica ou generalizada costuma se estabelecer poucos minutos após a picada e é identificada por causar uma erupção cutânea completa, náuseas, chiado no peito, vômitos, dor de estômago ou até mesmo desmaios.

Uma reação anafilática é uma resposta sistêmica extrema. Ela pode se manifestar em poucos segundos, causando dificuldade para respirar, confusão, vômito e uma queda da pressão arterial.

Essa reação pode acarretar falência dos sistemas respiratório ou circulatório, podendo ser fatal na ausência de um pronto atendimento médico. (1)

Embora algumas pessoas extremamente sensíveis às picadas de abelha possam até morrer, há o relato de um homem que sobreviveu após levar 2.243 picadas! Tudo depende de como o corpo reage às toxinas.

As infecções causadas por picadas de abelha são extremamente raras e não são estudadas como um fenômeno médico.

No entanto, uma vítima com o sistema imunológico debilitado pode estar em perigo, se a picada da abelha levar a uma infecção. (2)

Cuidados imediatos após uma picada de abelha

Vermelhidão Causada Por Picada De Abelha

Procure por ajuda médica imediata, se:

  • Você for incapaz de respirar corretamente, vomitar, ou se sentir instável. Pode ser que também ocorram erupções cutâneas e perda de consciência. Esses são sinais de uma reação sistêmica ou de um ataque anafilático que indicam alergia a picadas de abelha.
  • A picada de abelha ocorrer próxima ou na boca ou nariz. Complicações nessas regiões podem comprometer a respiração. (3)

Porém, se a picada causar dor, vermelhidão, inchaço e coceira, você conseguirá respirar mais facilmente. (4)

Esta reação ainda será dolorida e desconfortável, mas não será perigosa como uma reação anafilática. Assim, você pode sanar o problema com algum prático remédio caseiro.

Compreendendo a alergia relacionada à picada

Quando alguém é alérgico a picadas de insetos, o sistema imunológico manifesta uma reação exagerada contra o veneno.

Em se tratando de uma pessoa alérgica à picada de abelha, após a primeira picada o corpo produz anticorpos chamados de imunoglobulinas E (IgE).

Com as picadas subsequentes, o veneno passa a interagir com esse anticorpo específico e provoca a liberação de substâncias que causam uma reação alérgica. (5)

Geralmente, quando uma pessoa é picada pela primeira vez as reações são bem leves. Contudo, as futuras picadas tendem a provocar reações graves — até 60% mais graves do que a reação provocada pela primeira picada.

Uma vítima alérgica deve receber cuidados médicos emergenciais o mais rapidamente possível.

Precauções especiais para crianças com alergias

As alergias costumam ser hereditárias. Logo, se você tiver alergia à picada de abelha, há chances de que seu filho também desenvolva o problema.

Caso seu filho não tenha esta alergia, você pode esperar por uma reação normal, com sintomas que serão amenizados com uma compressa fria, algum remédio tópico e…alguns abraços e beijos!

Todavia, caso você já saiba que seu filho é alérgico a estas picadas, existem certas precauções que precisam ser tomadas:

  • Certifique-se de que seu filho sempre use uma pulseira/colar de alerta médico.
  • Garanta também que ele leve consigo um kit para picadas de abelhas — que inclui um inalador para dilatar as vias respiratórias e ajudá-lo a respirar. (6)
  • Mantenha as unhas do seu filho bem cortadas. Se ele coçar a área afetada e romper a pele, isso poderá causar uma infecção bacteriana.

O que fazer: Primeiros socorros para dor, inchaço e irritação após picada de abelha

Depois de se assegurar que a picada não causou nenhuma reação grave, você pode tratá-la em casa com algumas medidas simples e remédios caseiros confiáveis. (7)

Remova o ferrão

Remover Ferrão De Abelha

Use suas unhas ou um par de pinças para remover suavemente o ferrão. Não o pressione com muita força, pois isso pode liberar mais veneno.

A ponta afiada de um cartão de crédito também pode ser útil. Outra alternativa é tentar retirar o ferrão após colocar e retirar uma bandagem adesiva sobre o ele. (8)

Limpe a área afetada

Lave a área com água e sabão e aplique uma bolsa de gelo para reduzir a dor e o inchaço. Se possível, mantenha a parte lesionada erguida.

Acalme a pele

Cremes anticoceira podem ajudar a aliviar a dor e a irritação. Você também pode usar uma loção de calamina ou um dos seguintes remédios naturais caseiros:

Remédios caseiros para aliviar picadas de abelha

Picada De Abelha No Rosto

Aloe vera

Os compostos fenólicos e ácidos graxos presentes na aloe vera (babosa) aceleram a cicatrização das feridas.

Graças às suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, a aloe vera também pode aliviar a coceira e tirar o inchaço. (9) (10)

Como usar: pegue uma folha de aloe vera, corte-a, extraia um pouco da seiva e a aplique sobre a região picada. Não tem aloe vera à mão? Você pode comprar o gel da planta.

Calêndula

óleo De Calêndula

A calêndula é um analgésico, anti-inflamatório e antibiótico natural e leve, sendo bastante benéfica para tratar problemas de pele. (11)

Como usar: folhas frescas ou secas, ou a raiz, podem ser umedecidas com água e aplicadas sobre a região da picada.

Você também pode deixar a planta de molho em água quente durante 10 a 15 minutos. Depois, basta filtrar, deixar esfriar e aplicar na área afetada.

Echinacea

Tintura De Echinacea Caseira

Erva com a capacidade de reforçar a imunidade, a equinácea ajuda a desinfectar o local picado pela abelha. Ela também ajuda a amenizar a dor e a cicatrizar a ferida, além de agir como uma purificadora do sangue.

Como usar: a echinacea pode ser aplicada sob a forma de tintura. (12)

Cebola

O uso de cebolas ajuda a reduzir a inflamação e a dor causadas pela picada.

Como usar: corte uma cebola e coloque os anéis sobre a área afetada. (13)

Chá preto

Chá Preto

Os antioxidantes presentes no chá preto podem ajudar a diminuir o inchaço.

Como usar: um sachê de chá umedecido e colocado sobre a picada proporcionará alívio. (14)

Pasta de Sândalo e Cúrcuma (turmérico, açafrão-da-terra)

As propriedades suavizantes do sândalo associadas à ação anti-inflamatória da cúrcuma diminuem o inchaço e a coceira, propiciando o alívio desejado.

Como usar: prepare uma pasta com porções iguais de sândalo e cúrcuma em pó misturadas na água e aplique-a sobre a área afetada. Aguarde secar. Depois, remova a pasta e limpe a pele. Reaplique outra camada depois de algum tempo. (15)

GheeGhee Manteiga Clarificada

A Ayurveda sugere a ingestão de ghee (uma manteiga clarificada indiana), que oferece uma ação interna anti-histamínica. Ela ajuda a reduzir os sintomas resultantes de uma reação alérgica leve.

Como usar: apenas adicione algumas colheradas de ghee em alimentos quentes, como arroz ou sopas.

Se após 3 a 4 dias os sintomas não desaparecerem ou houver qualquer piora quanto à severidade, é recomendável consultar um médico.

Embora nem todas as picadas possam ser prevenidas, pequenas precauções, como evitar roupas coloridas e/ou perfumes florais durante atividades feitas ao ar livre, como caminhadas ou passeios no parque, podem ajudar a afastar as abelhas.

Além disso, certifique-se de não perturbar as colméias. A maioria das espécies de abelhas não é agressiva e não ataca, desde que você as deixe em paz!

Saiba O que fazer em caso de picada de aranha