-->Sangue na Fralda do Bebê - Educar Saúde

Sangue na Fralda do Bebê

Publicado em 12/08/2014. Revisado por Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541) a 16 dezembro 2018

Quando aparece sangue na fralda do bebê ou recém-nascido, normalmente não é muito preocupante, mas convém consultar o médico de família ou pediatra.

A descoberta dos sintomas ou causas deve ser objeto de estudo, de forma detalhada e minuciosa. Só no caso de aparecimento de uma hemorragia em grande escala, com volumes exagerados é que se devem tomar medidas mais exaustivas e profundas.

E aí, sim, é motivo para grande preocupação por parte dos pais, cuidadores e médicos. Se a febre for superior ao normal para um bebé ou recém-nascido, acompanhado de hemorragia algo de errado se passa.

Abaixo você tem um índice com todos os pontos que discutiremos neste artigo:

Sangue nas fezes do bebé

Pode ter variadas causas, mas as mais comuns são:

– Assaduras e vermelhidão do rabo do bebé (principalmente durante a higienização do bebé)

– Prisão de ventre (o bebé sente dificuldades em excretar as fezes)

– Fissura anal (fezes extremamente duras do bebé)

– Alergias várias da pele (devido ao contato com fraldas, dermatites, etc.)

– Alergia ao leite (materno ou de biberão)

– Alergia a produtos lácteos de vaca e seus derivados (presença de gomos ou tiras de sangue)

– Vacina do rotavírus (efeitos secundários ou primários)

– Corantes alimentares (presentes em alguns alimentos)

– Sangue vivo (problemas no intestino ou no ânus do bebé)

– Sangue escuro com fezes (problemas na boca, esófago ou estômago)

Os bebés e recém- nascidos podem ter à partida, logo quando nascem, sintomas hemorrágicos, derivado de pequenas menstruações infantis.

Esta situação tem tendência natural e desaparece de forma espontânea ao fim de 2 dias no máximo. Durante todo o período de gravidez e parto, a criança esta em constante contacto com as substâncias, excrementos, e hormonas da mãe, quando o parto finaliza ocorre esta situação.

Isto deve-se unicamente e exclusivamente devido à ausência total de contato com as células maternas a que estavam habituados.

Tratamentos curativos

– Medicamentos prescritos pelo pediatra

– Cremes e loções hidratantes

– Beber muita água

– Ter uma alimentação variada e diversificada

– Introduzir fibras na alimentação do bebé ou recém-nascido de forma constante e abundante

– Espaçar e intercalar bem os horários alimentares

Sintomas de sangue nas fezes do bebé

– Cor vermelha ou avermelhada nas fezes do bebé, na fralda, toalhitas de limpeza ou papel higiénico

– Fezes pastosas, com mau cheiro e muito escuras

Tenha em atenção que muitas das vezes, há sintomas que podem ser apenas, efeitos secundários de outros medicamentos que o bebé toma.

Quando se identifica e nota presença de sangue nas fezes de uma criança, deve-se verificar, se é claro ou escuro, para um melhor diagnóstico inicial.

Ter em atenção

O sangue ou fezes muito escuras já é motivo para haver preocupação e problemas mais graves no diagnóstico.

O sangue mais claro e vivo pede apenas uma melhor e mais variada alimentação.

O médico será o seu melhor conselheiro…

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541)

Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541

A Dra Gizele Ferreira Cunha é Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto - SP - 2004. Além disso possui:

- Especialização em Alergia e Imunologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2009.

- Especialização em Pneumologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2007.

- Especialização em Pediatria pela Universidade de Ribeirão Preto - 2006 .

Endereço: Avenida Senador César Vergueiro, 571 - Ribeirão Preto - SP - Email: cviver@bol.com.br - Telefone: (16) 33291337

Também pode encontrar a Drª Gizele no Linkedin e Facebook