Segurança a Bordo – Bebé – Cadeira Auto – Bebe confort

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Segurança a bordo: uma questão de vida e de amor

A segurança do seu bebé passa também pelo seu conforto. Irritabilidade, choro e recusa em sentar-se… são alguns dos sintomas que caracterizam uma cadeira-auto inadaptada e desconfortável.

COMO ESCOLHER UM SISTEMA DE RETENÇÃO (CADEIRA-AUTO)?

Para escolher uma cadeira-auto que garanta segurança e bem-estar ao seu filho, deve ter em conta o seu peso, bem como, a duração das viagens. Existem sistemas de retenção para crianças dos 0 aos 12 anos.

GRUPO 0: do nascimento aos 10 kg

A Alcofa (para respeitar a posição deitada durante as viagens longas)

Bébé Confort | Windoo

Até aos 6-7 meses, o recém-nascido não consegue manter a cabeça direita. Além disso, dorme ainda 18 a 20 horas por dia.
Um recém-nascido deve permanecer deitado durante o maior tempo possível e sobretudo em viagens superiores a 1h30. “Só a alcofa permite ao recém-nascido viajar e dormir na posição deitada de costas. Esta, garante um sono reparador, um crescimento e um despertar saudáveis, e ainda um bom desenvolvimento psicomotor.” Dr. Lavaud, Comité Medical da Bébé Confort “

As alcofas oferecem mais conforto graças ao seu colchão. Protegem o bebé das agressões exteriores (chuva, vento, sol, frio) e são mais espaçosas, permitindo uma total liberdade de movimentos.

– GRUPO 0+: do nascimento aos 13 kg

Bébé Confort | Creatis A baby-coque (A Cadeirinha)

As baby-coques são leves e maneáveis graças à sua pega de transporte. Instalam-se e retiram-se rapidamente do banco do automóvel e facilitam a vida nas viagens curtas. No entanto, cuidado! Não utilize estas cadeiras de forma abusiva. Os médicos recomendam não deixar a criança numa baby-coque mais do que 1h30 por dia.

De facto, se o bebé dormir na posição semi-deitada demasiado tempo, pode agravar ou mesmo desencadear problemas respiratórios ou osteo-articulares (relaxamento muscular durante o sono pode provocar uma pressão exagerada na coluna vertebral). É frequente constatar-se uma utilização inadequada deste tipo de produto.

– GRUPO 0+/1: dos 0 aos 18 kg – de costas ou de frente para a estrada

Bébé Confort | Iseos Safe Side

Aos 6 meses, pode acontecer que o seu bebé já esteja grande demais para ser transportado numa alcofa ou numa baby-coque (cadeirinha). No entanto, deve continuar a viajar na posição de costas para a estrada até que atinja o peso mínimo de 9 kg (1 ano aproximadamente). É por isso que existem cadeiras do grupo 0+/1.
Estas permitem transportar a criança até aos 9 kg, na posição de costas para a estrada e, mais tarde, de frente para a estrada.

– GRUPO 1: dos 9 aos 18 kg – de frente para a estrada

Maxi-Cosi |1 Priori XP

A criança já é suficientemente grande e pode viajar sentada. É possível instalá-la na posição de frente para a estrada numa cadeira-auto que permanecerá no automóvel.

– GRUPO 1/2/3: dos 9 aos 36 kg – de frente para a estrada

Bébé Confort | Trianos Safe Side

Indicada dos 4 aos 10 anos.
Arnês 5 pontos integrado para utilização em grupo 1.
Utilização nos grupos 2/3 com o cinto do automóvel

– GRUPO 2/3: dos 15 aos 36 kg – de frente para a estrada

Maxi-Cosi | Rodi XP   /   Bébé Confort | Hipsos Safe Side

Devido ao seu tamanho, a criança não pode ainda sentar-se em boas condições de segurança, conforto e equilíbrio directamente no banco traseiro do automóvel. O assento elevatório permite que a criança se sente numa posição mais elevada de modo a posicionar o cinto de 3 pontos correctamente, nomeadamente ao nível da bacia e dos ombros. Este, deve passar por baixo dos apoia-braços para evitar que a criança deslize e que o cinto magoe o seu abdómen em caso de colisão.

COMO INSTALAR O SISTEMA DE RETENÇÃO NO AUTOMÓVEL ?

– GRUPO O

A alcofa

Bébé Confort

A alcofa instala-se sempre no banco traseiro do veículo, perpendicularmente à estrada. Para a segurança do seu bebé, fixe sempre a alcofa com o cinto 3 pontos do banco traseiro e prenda o seu bebé com a ajuda do arnês da alcofa.

Para uma maior segurança em caso de colisão lateral, é indispensável colocar a cabeça no lado oposto à porta do veículo. Aconselha-se que experimente qualquer tipo de configuração antes de comprar.

– GRUPO 0+

A baby-coque

A baby-coque instala-se, sempre, de costas para a estrada com a ajuda do cinto 3 pontos do automóvel. O percurso do cinto está indicado graças às peças de cor azul (cor regulamentar). Pode ser instalada em qualquer lugar dos passageiros do automóvel, à frente e atrás.

Para maior segurança, mantenha a cadeira na posição de costas para a estrada.

Desactive sempre o airbag se instalar a cadeira à frente.

De facto, nesta posição, em caso de colisão frontal ou traseira violenta, as consequências de danos físicos no bebé serão menos graves ao nível do pescoço e das vértebras cervicais, do bebé, zonas particularmente frágeis nos primeiros meses de vida.

– GRUPO 1

Bébé Confort

Uma cadeira do grupo 1 instala-se de frente para a estrada. O percurso do cinto está indicado graças ás peças de cor vermelha (cor regulamentar).

– GRUPOS 1/2/3 e 2/3

Bébé Confort

Uma cadeira do grupo 1/2/3 com arnês fixa-se com a ajuda do cinto de segurança seguindo os indicadores vermelhos. O arnês serve para prender a criança (para utilizar até os 18 kg).

Para uma cadeira do grupo 1/2/3 sem arnês ou do grupo 2/3, o cinto de segurança do automóvel coloca-se directamente sobre a criança, prendendo ao mesmo tempo a criança e a cadeira.

Pode instalar-se uma cadeira-auto, além das do grupo 0+, à frente?

Em Portugal, o transporte de crianças está definido pelo artigo 55 do código de estrada, que diz:

1 – As crianças com menos de 12 anos de idade e menos de 150 cm de altura, transportadas em automóveis equipados com cintos de segurança, devem ser seguras por sistema de retenção homologado e adaptado ao seu tamanho e peso.

2 – O transporte das crianças referidas no número anterior deve ser efectuado no banco da retaguarda, salvo nas seguintes situações:

a) Se a criança tiver idade inferior a 3 anos e o transporte se fizer utilizando sistema de retenção virado para a retaguarda, não podendo, neste caso, estar activada a almofada de ar frontal no lugar do passageiro;

b) Se a criança tiver idade igual ou superior a 3 anos e o automóvel não dispuser de cintos de segurança no banco da retaguarda, ou não dispuser deste banco.

3 – Nos automóveis que não estejam equipados com cintos de segurança é proibido o transporte de crianças de idade inferior a 3 anos.

4 – Nos automóveis destinados ao transporte público de passageiros podem ser transportadas crianças sem observância do disposto nos números anteriores, desde que não o sejam nos bancos da frente.

5 – Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 120 a € 600 por cada criança transportada indevidamente.

Relembramos que é necessário desactivar o airbag do automóvel aquando da utilização de costas para a estrada, de cadeiras do grupo 0+/1.

Comprei uma cadeira homologada, mas não é compatível com o comprimento dos cintos do meu carro.

O comprimento dos cintos dos automóveis está definido no regulamento 16, mas infelizmente, por vezes, esse comprimento não é respeitado. O comprimento útil dos cintos para as cadeiras está também definido no regulamento 44/03.

Para este tipo de problema, alguns construtores de cadeiras-auto propõem produtos com 2 possibilidades de passagem dos cintos. A passagem dos cintos por baixo da baby-coque permite, então, utilizar menos cinto do que o sistema de passagem por cima da mesma (para os grupos 0+).

Em todos os casos é indispensável experimentar a cadeira-auto no seu automóvel antes de a comprar.

CONSELHOS DE COMPRA…

1- Onde comprar a sua cadeira-auto?

Dirija-se de preferência a uma loja especializada. Encontrará pessoal qualificado para o aconselhar. Não hesite em pedir uma demonstração da instalação da cadeira no seu automóvel.

2- Quando deve comprar a sua cadeira-auto?

No caso da alcofa e da baby-coque, a compra das mesmas deverá ser feita antes de entrar na maternidade. Assim, terá tempo de experimentar a instalação da cadeira no seu automóvel para que possa transportar, pela 1ª vez, o seu bebé em segurança. Depois, mude de cadeira logo que esta não esteja adaptada ao peso da criança.

3- Como escolher a sua cadeira-auto?

• Escolha um modelo homologado

Compre obrigatoriamente um modelo homologado conforme o regulamento europeu R44/03. Um logo ECE R44/03 deve aparecer na embalagem ou no produto (etiqueta, folheto informativo…).

• Escolha uma cadeira adaptada ao peso do seu filho

Para escolher a cadeira-auto adaptada ao peso do seu filho é preciso, antes de mais, conhecer o seu peso.

• Verifique se pode ser instalada correctamente no seu carro.

Peça para fazer uma demonstração da instalação no seu carro. Isso permitirá:

– Verificar se os cintos de segurança são suficientemente longos para instalar correctamente a cadeira

– Ver como se instala

• O conforto

Experimente instalar o seu filho na cadeira. Ele deve estar à vontade e ter uma boa posição. No caso de modelos parecidos, escolha sempre, a cadeira mais confortável (qualidade de confecção, acolchoados…). Pense no seu filho e nos quilómetros que vai passar na sua cadeirinha.

4- Porquê comprar uma baby-coque com base de suporte?

O interesse em ter uma base de suporte é não ter que mexer no cinto de segurança do automóvel a cada instalação. Uma vez fixo o suporte com o cinto, é só encaixar a cadeirinha.

Mas atenção, nem todos os modelos são idênticos. Em alguns, é mesmo necessário posicionar o cinto sobre a cadeirinha a cada instalação. Neste caso, o simples facto de encaixar a baby-coque na base de suporte não é sinónimo de boa instalação e pode pôr em risco a vida do seu filho.

5- Os produtos em segunda mão são aconselháveis?

Um produto usado, sem folheto informativo, vendido sem conselho, pode não estar em bom estado para ser utilizado e não garantir a segurança que o comprador espera de um produto novo. Contrariamente à venda chamada em primeira-mão (lojas), a venda em segunda-mão não está coberta pela regulamentação.

O produto pode não estar conforme as normas de segurança e nada garante que não sofreu nenhum acidente. Cuidado! Uma cadeira-auto que já sofreu uma colisão pode, tal como um capacete de mota, ter as suas qualidades de protecção deterioradas sem que se veja.

Guia da Gravidez