Síndrome de Sjogren

SÍNDROME DE SJOGREN – SINTOMAS, CAUSAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO
Destruição das glândulas exócrinas, resultando em ressecamento das mucosas e conjuntivas, secundário ao infiltrado inflamatório.
Ressecamento da boca (xerostomia) e dos olhos (ceratoconjuntivite seca), diminuição da produção de lágrimas, aumento das
parótidas, cáries graves, perda do paladar e olfato.
Às vezes associada à glomerulonefrite, acidose tubular renal, cirrose biliar, pancreatite, disfunção neuropsiquiátrica, polineuropatia, pneumonite intersticial, tireoidite, defeitos da condução cardíaca.
Mais de 50% dos casos apresentam anticorpos citoplasmáticos, anti-Ro (SS-A) e anti-La (SS-B).
Lacrimejamento diminuído, medido pelo teste de Schirmer em papel filtro; a biopsia das glândulas salivares menores do lábio
inferior confirma o diagnóstico.
Forma secundária pode ser observada em pacientes com artrite reumatóide, LES, esclerose sistêmica, polimiosite ou poliarterite.

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL
. Sarcoidose
. Sialolitíase
. Tuberculose
. Linfoma
. Macroglobulinemia de Waldenstrom
. Anticolinérgicos
. Irritação crônica causada pelo fumo

SÍNDROME DE SJOGREN TRATAMENTO
Alívio sintomático do ressecamento com lágrimas artificiais, goma de mascar, sialogogos.
Agentes colinérgicos, como a pilocarpina.
Cuidados meticulosos com os dentes e exclusão de confeitos contendo açúcar.
Corticosteróides ou azatioprina; ciclofosfamida para neuropatia periferica, pneumonite intersticial, glomerulonefrite e vasculite.

Dica
Considerar a sarcoidose ou a parotidite antes defazer o diagnóstico de síndrome de Sjogren.
Referência
kassan SS, Moutsopoulos HM: Clinical manifestations and early diagnosis of Sjogren syndrome