Sintoma e Sinais do Molusco Contagioso

Revisado por Equipe Editorial a 15 janeiro 2018 - Publicado a 12 de outubro de 2014

O único sinal ou sintoma do molusco contagioso é o aparecimento de pequenas pápulas na pele. Estas massas peroladas ou da cor da pele são semelhantes a pequenas borbulhas com uma cratera central.

As pápulas podem eliminar uma substância com o aspecto de cera quando são espremidas. Nas crianças, as pápulas tendem a surgir na face, nos braços, nas pernas e nas pregas.

Nos adultos o molusco contagioso tende a surgir nos órgãos genitais, nas coxas e na parte inferior do abdómen, uma vez que a infecção é frequentemente transmitida por contacto sexual.

As pápulas apresentam-se geralmente agrupadas em uma ou mais áreas, mas podem igualmente surgir isoladamente em muitos locais do corpo.

A maior parte das pessoas apresenta menos de 20 pápulas mas, em casos raros, e eventualmente em pessoas com sistemas imunitários enfraquecidos, podem desenvolver-se algumas centenas de pápulas.

As pápulas começam por ter pequenas dimensões, mas podem crescer até atingir os 3 a 6 mm e, em casos raros, atingir maiores dimensões.

Muitas pessoas apresentam prurido no local das lesões, mas em algumas pessoas as pápulas não causam sintomas.

Qualquer pessoa pode sofrer de molusco contagioso, mas a grande maioria das pessoas que contraem esta doença são crianças que podem ou não sofrer concomitantemente de eczema ou outras doenças atópicas.

No entanto, as pessoas com infecção pelo VIH ou com outras doenças imunodepressoras podem ser mais facilmente infectadas. Neste caso as lesões localizam-se preferencialmente na face.

Conheça 12 Tratamentos Caseiros, Causas e Principais Sintomas do Molusco Contagioso