Sintomas de candidíase e como curar

O aspecto avermelhado de algumas áreas dos órgãos genitais e a coceira excessiva são as evidências mais comuns de candidíase, geralmente acompanhadas por um corrimento espesso, branco ou acinzentado. No entanto, esses sintomas de candidíase apenas se referem à genitália, ou seja, a vagina e o pênis.

Você sabia que a doença também se pode manifestar na epiderme e na boca, por exemplo? Em quadros mais insólitos, ela pode até ocorrer na corrente sanguínea, e afetar órgãos internos, como o fígado, intestino e baço. Seja como for, o importante é estar atento aos sintomas que variam de acordo com a zona do corpo atingida pelo fungo Candida.

Para eliminar o problema, são necessárias cerca de 3 semanas de terapia com medicamentos antifúngicos. A forma de uso varia entre a oral e a tópica, que dependerá da orientação médica após a avaliação de cada caso.

Candidíase genital feminina ou masculina

Sintomas De Candidíase Genital

Na maioria das vezes, as pessoas não se contaminam com a candidíase através da atividade sexual. É por essa razão que não se trata de uma DST (doença sexualmente transmissível).

Na verdade, a candidíase surge devido ao enfraquecimento do sistema imunológico. Ela também pode ocorrer em situações específicas, como a gestação, momento marcado por alterações do pH da vagina. Há também a candidíase associada à ingestão de alguns medicamentos, como os corticosteroides e os antibióticos.

Quando se desenvolve na região genital, esses são os sintomas mais frequentes da doença:

  • pele irritada e com intenso aspecto avermelhado;
  • coceira persistente;
  • sensações dolorosas durante a saída da urina;
  • formação de placas brancas na glande peniana ou no interior vaginal;
  • dores durante a prática sexual com penetração;
  • corrimento granuloso e com coloração branca.

Vale destacar que, entre os homens, a candidíase costuma ser assintomática. Com isso, sempre a que parceira estiver contaminada é praticamente certo que o parceiro também apresente um quadro de candidíase. Logo, ambos precisam se tratar ao mesmo tempo. Veja como é realizado o tratamento para curar a candidíase genital.

Candidíase na pele

Sintomas De Candidíase Na Pele

O fungo causador da candidíase costuma se acumular nas regiões em que há dobras de pele. Então, é comum que a doença apareça nessas áreas corporais:

  • perto do umbigo;
  • parte anterior dos joelhos;
  • na coluna cervical (se houver excesso de pele);
  • região mamária.

Os sintomas são ardência, irritação cutânea e vermelhidão (consequência da coceira, outra evidência do problema). Quando afeta as unhas, a patologia assume o nome de micose, responsável pelos seguintes sintomas:

  • aumento da grossura das unhas;
  • deformidade das unhas;
  • aspecto amarelado;
  • liberação de secreção purulenta;
  • dores.

A micose é um problema que provoca muito incômodo. O tratamento consiste na adoção de esmaltes específicos, loções ou pomadas. Caso nenhum desses produtos seja efetivo na cura, os dermatologistas podem prescrever um tratamento medicamentoso oral.

Candidíase na boca e garganta

Candidíase Na Boca E Garganta

Ao atingir a região da boca, a candidíase causa queilite angular ou afta. Ambas são lesões que podem provocar os seguintes sintomas:

  • placas esbranquiçadas na língua;
  • problemas na hora de comer;
  • dores;
  • feridas nas extremidades dos lábios.

Essas lesões também podem provocar dores na cavidade interior das bochechas, além do palato e da língua. Algumas pessoas podem apresentar candidíase na garganta. Neste caso, também há formação de placas e aftas. No entanto, elas não são dolorosas.

A candidíase na boca é tratada mediante o uso de enxaguantes bucais com ação antifúngica. Além disso, é preciso que o paciente adote os seguintes hábitos simultaneamente ao período de tratamento:

  • evitar fontes alimentares com excesso de açúcar ou gordura, como sobremesas adocicadas, chocolates, biscoitos recheados e bolos;
  • praticar a escovação dental ao menos 3 vezes ao longo do dia.

Candidíase intestinal

Intestino

A candidíase intestinal acomete os indivíduos que estejam com a imunidade do organismo extremamente debilitada. Esse é um quadro comum em pacientes que possuem algum tumor maligno ou uma doença imunossupressora — a AIDS é um bom exemplo. Os principais sintomas são:

  • aparecimento de placas esbranquiçadas na massa fecal;
  • flatulência excessiva;
  • indisposição física fora do normal e constante.

Como é possível notar, esses sintomas são comuns a outras patologias. A certeza de que se trata de candidíase é obtida somente após uma avaliação clínica. Além de investigar as fezes do paciente, o médico também pode realizar uma colonoscopia — um tipo de endoscopia.

Como curar a candidíase

A terapia varia de acordo com a área do corpo acometida pela candidíase. De qualquer forma, qualquer tratamento terá a adição de compostos antifúngicos. Essas medicações (a nistatina é muito usada) estão disponíveis sob as formas líquida, em comprimido e tópica.

Na sequência mostramos os remédios mais comuns para:

Candidíase na boca ou garganta

  • nistatina;
  • fluconazol.

A posologia costuma ser de até 7 dias de uso.

Tratamento natural: É necessário que o paciente evite tabagismo, além de suspender o consumo de bebidas alcoólicas e refeições com excesso de açúcar. Os dentes devem ser escovados diariamente — com uma frequência de 3 vezes.

Candidíase genital feminina ou masculina

  • fluconazol;
  • clotrimazol;
  • gyno-dartarin.

O paciente precisa usar os medicamentos até 7 dias.

Tratamento natural: Não praticar sexo com o parceiro durante 14 dias. A mulher ainda deve evitar roupa íntima com tecido sintético. Quanto ao uso de absorventes, ela não deve permanecer com o mesmo por um período superior a 3 horas — aproximadamente.

Candidíase intestinal

  • fluconazol;
  • anfotericina B;

É preciso manter o consumo do remédio por até 7 dias.

Tratamento natural: Nesse caso, é importante efetuar uma readequação alimentar, priorizando alimentos com baixos teores de açúcar e gordura. Simultaneamente, é interessante ingerir iogurtes com lactobacilos.

Candidíase na pele ou unhas

  • diflucan;

O tratamento com esse medicamento tópico varia entre 3 e 6 meses.

Tratamento natural: O paciente precisa manter a região afetada o mais seca possível. Caso necessário, as mãos devem ser cobertas com luvas emborrachadas. Quanto aos pés, é recomendável substituir os pares de meias todos os dias, além de evitar caminhar com os pés descalços.

Já o tratamento da candidíase que atinge rins, bexiga ou a corrente sanguínea é intravenoso. O procedimento deve ser conduzido em ambiente hospitalar durante 2 semanas.

A alimentação, em qualquer um dos casos, deve ser predominantemente composta de itens que diminuam a acidez da corrente sanguínea. Uma receita aconselhável para ajudar na cura é espremer 1 limão em 1 L de água. Essa bebida deve ser ingerida sempre que o paciente estiver com sede.

O que pode causar

Ambientes úmidos ou com temperaturas elevadas favorecem o desenvolvimento da candidíase. Outros aspectos que colaboram para a patologia são:

  • relação sexual sem uso de preservativo;
  • compartilhamento de toalhas;
  • estresse excessivo;
  • diarreia prolongada;
  • consumo de antibióticos por períodos muito longos;
  • quimioterapia durante um intervalo alongado;
  • constipação intestinal;
  • demora na troca do absorvente;
  • utilização de roupas íntimas com material sintético.

Ao longo do artigo, foram mencionados os sintomas de candidíase para os diversos locais afetados pela doença. Independentemente do contexto, deve-se frisar que a doença está intimamente ligada ao comprometimento das ações de defesa do organismo contra micro-organismos nocivos.

Esse é o contexto criado por grandes variações hormonais e até mesmo pela presença de outras patologias, como o diabetes e a AIDS. As mulheres devem ficar especialmente atentas aos períodos menstruais e à gravidez, pois são fases em que a taxa de hormônios sofre uma profunda oscilação.

VOLTAR PARA »

Referências
A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.

Sintomas de candidíase e como …