-->Sintomas de Fibromialgia - Educar Saúde

Sintomas de Fibromialgia

Publicado em 18/05/2015. Revisado por Dr. Davi Marinho de Araújo (Ortopedista - CREMEC 13177 / TEOT-SBOT 12704) a 18 dezembro 2018

A fibromialgia é uma condição de saúde que se caracteriza pelo aparecimento de dores em todo o corpo, prolongando-se durante períodos longos. Esta síndrome afeta sobretudo músculos, tendões, articulações e outros tecidos moles.

Sintomas de Fibromialgia

Sem causas definidas, há no entanto uma relação direta desta doença com problemas de depressão, ansiedade, distúrbios de sono, fadiga e dores de cabeça.

Além disso, há ainda outros fatores que podem estar relacionados com o aparecimento desta doença, como por exemplo a recorrência em pessoas da mesma família (genética), ou mesmo doenças autoimunes ou infeções virais.

Contudo, não existem ainda respostas cabais e claras sobre as causas da fibromialgia. Mais frequente em mulheres com idades entre os 35 e os 50 anos, esta doença pode no entanto também afetar elementos do sexo masculino. Neste artigo poderá conhecer melhor os sintomas de fibromialgia, e ainda, como se diagnostica e qual o tratamento para esta doença.

Sintomas de fibromialgia

Existem vários sintomas que acompanham a doença, sendo no entanto a mais marcante a dor crônica por todo o corpo durante pelo menos 3 meses. Esta dor é, em muitos casos, mais intensa na zona do pescoço e das costas. De seguida poderá conhecer os sintomas de fibromialgia. Estes incluem:

  • dores em todo o corpo;
  • aumento de sensibilidade à dor;
  • existência de vários pontos dolorosos;
  • fadiga frequente, sendo habitual acordar já sentindo cansaço;
  • distúrbios de sono (dificuldade em adormecer, acordar várias vezes ao longo da noite, sono muito leve, sono não reparador, etc.);
  • rigidez muscular, especialmente quando acorda de manhã;
  • dores de cabeça;
  • problemas de concentração e memória;
  • síndrome do cólon irritável (períodos de prisão de ventre ou diarreia).
  • sensação de pernas inquietas antes de se deitar;
  • formigamento dos pés e nas mãos;
  • dores abdominais;
  • tonturas.

Com o decorrer do tempo, podem ainda surgir sintomas do foro psicológico, como depressão e ansiedade. Estes sintomas aparecem sobretudo pela dificuldade em lidar com a doença, através de sentimentos como impotência, desespero e tristeza.

Como diagnosticar a fibromialgia

O diagnóstico da fibromialgia é realizado através da observação e análise dos sintomas por parte do médico reumatologista. Este irá assim verificar o histórico da dor do paciente, e ainda, analisar os pontos dolorosos. Um indivíduo como fibromialgia apresenta dor crônica e generalizada em todo o corpo, com uma duração mínima de 3 meses, e ainda, grande intensidade à dor em vários pontos, denominados de dolorosos.

É importante o paciente levar os exames realizados nos meses anteriores, caso os tenha feito, de modo que o médico possa despistar outros problemas de saúde.

Tratamento para fibromialgia

A fibromialgia é uma doença que não tem cura. Como tal, o seu tratamento tem o objetivo de aliviar os sintomas, e assim, melhorar a qualidade de vida do paciente. Depois de ser diagnosticada a fibromialgia, o médico reumatologista irá prescrever relaxantes musculares e medicamentos analgésicos de modo a aliviar a dor. Mais abaixo poderá saber mais sobre o tratamento medicamentoso para fibromialgia.

Como nesta doença podem vir associados episódios de ansiedade e depressão, caso esses sintomas surjam, deve ser consultado um psicólogo ou um médico psiquiatra e neurológico, para prescrever antidepressivos ou remédios para a ansiedade. Há ainda opções complementares ao tratamento medicamentoso, como por exemplo a fisioterapia para fibromialgia e tratamentos naturais. Confira.

Tratamento medicamentoso para fibromialgia

O tratamento medicamentoso para a fibromialgia pode consistir na toma de vários medicamentos, que incluem:

  • relaxantes musculares, para reduzir a rigidez muscular;
  • analgésicos, como por exemplo a Codeína, Paracetamol ou Tramadol, para amenizar as dores corporais;
  • indutores de sono, como por exemplo o Midazolan ou o Zolpidem, para ajudar a reequilibrar o sono;
  • anti convulsionantes, como por exemplo Gabapentina, já que possuem um efeito de alívio sobre a dor;
  • antidepressivos, como por exemplo a Duloxetina ou a Fluoxetina, para ajudar no tratamento de depressões;
  • medicamentos para a ansiedade, como por exemplo o Lorazepam ou o Diazepam, para ajudar no tratamento de sensação de ansiedade.

Fisioterapia para fibromialgia

A fisioterapia para fibromialgia, geralmente realizada com recurso a exercícios de alongamentos, massagens, eletroterapia com ultrassom ou laser, pode ser uma excelente forma de aliviar alguns sintomas da fibromialgia. O tratamento fisioterápico tem a função de melhorar a qualidade do sono e o fluxo sanguíneo, reduzindo dessa forma o cansaço habitual nesta doença.

Tratamento natural para fibromialgia

Os tratamentos naturais para a fibromialgia são opções muito interessantes para os indivíduos que sofrem desta doença, já que complementarmente ao tratamento clínico, podem ajudar a melhorar o bem-estar e a aliviar alguns sintomas. Assim, o tratamento natural para fibromialgia inclui essencialmente massagens e aromaterapia com óleos essenciais. Há ainda exercícios, como o pilates, yoga ou natação, que podem ser muito vantajosos no tratamento desta doença.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Dr. Davi Marinho de Araújo (Ortopedista - CREMEC 13177 / TEOT-SBOT 12704)

Ortopedista e Traumatologista - CREMEC: 13177 TEOT(SBOT): 12704

O Dr. Davi Marinho de Araújo realizou a sua Graduação na Universidade Federal de Campina Grande, terminando o curso em 26 de abril de 2008. R. Aprigio Veloso, 882-Bodocongó Campina Grande PB (83) 2101 1000

Residência Médica

Ortopedia e Traumatologia : Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Getúlio Vargas (2009,2010,2011) Av.Gen. San Martin-Cordeiro Recife-PE 50630-060.

Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) - TEOT: 12704

Membro titular da Associação Brasileira Ortopédica de Osteometabolismo (ABOOM), e do Comitê de Doenças Osteometabólicas da SBOT.

Treinamento em cirurgia de Pé e Tornozelo no serviço de Ortopedia e Traumatologia da Clínica Alemana de Santiago-CH, International intership program at Traumatology Department, ankle and foot Unit with MD Cristian Ortiz as tutor.

Treinamento na Especialidade

CURSO INTERNACIONAL AO-HASTES INTRAMEDULARES, realizado no Windsor Barra Hotel Rio de Janeiro RJ, 20 a 21 de maio de 2009.

AO PRINCIPLES OF FRACTURE TREATMENT COURSE, realizado em Fortaleza CE , de 4 a 6 de agosto de 2011.

CURSO AO TRAUMA PE E TORNOZELO, realizado em INDAIATUBA SP, de 24 a 26 de ABRIL de 2014.

CURSO AO TRAUMA AVANÇADO, realizado em RIBEIRAO PRETO SP , de 19 a 22 de AGOSTO de 2015.

Atividades laborais

Hospital Antonio Prudente, Fortaleza CE, atendimento clínico e procedimentos cirúrgicos, departamento de ortopedia e traumatologia, serviço de pé e tornozelo.

Membro titular do comitê de Ética Médica do Hospital Antonio Prudente, Fortaleza - CE, eleito para o atual biênio por processo eleitoral.

Hospital Gastroclinica, Fortaleza CE, atendimento clínico em emergência e procedimentos cirúrgicos.

Governo do Estado do Ceará , Policlínica Regional de Caucaia, médico ortopedista e traumatologista aprovado em concurso público.

Consultório Vittacura: Av Desembargador Moreira, 760 Meireles - Centurion Business Center - sala 809.

Também pode encontrar o Dr. Davi no Linkedin e no Google.