Solarios, Bonzeamento Artificial – rugas e Cancro

Publicado em 27/05/2010. Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018

Para adeptos de solarios, bronzeamento artificial, as rugas são piores do que ter um cancro. Saiba porquê…

Publicidade

Estudo sugere que jovens sensibilizam-se mais com os efeitos que os solários podem causar na aparência do que com o risco de desenvolver um cancro de pele.

Como é sabido, a frequência de solários para obter um tom de pele bronzeado, em especial por parte dos jovens, aumenta o risco de desenvolvimento de melanomas e outros cancros da pele. No entanto, é a preocupação com a aparência que pode reduzir o recurso a este tipo de bronzeamento artificial, avança um estudo publicado nos Archives of Dermatology, dia 17 de Maio. A investigação norte-americana envolveu 430 jovens adultas do sexo feminino que habitualmente frequentavam solários.

A um total de 200 jovens foi entregue um pequeno livro com informações sobre o histórico e contexto sociocultural actual do bronzeamento em solários, juntamente com dados sobre os efeitos potencialmente nocivos deste para a pele. O livro também recomendava a redução do uso dos solários e oferecia opções mais saudáveis para melhorar a aparência, como a prática de exercício físico, moda que não exige um bronzeado ou a utilização de auto-bronzeadores.

Publicidade

As 230 restantes jovens não receberam o livro. Os resultados do estudo revelam que a advertência sobre os efeitos na aparência foi responsável pela diminuição, em 35 por cento, das visitas ao solário. Segundo o investigador principal, Joel Hillhouse, da East Tennessee State University, Johnson City, EUA, “o medo de ter um aspecto horrível superou tudo, foi a intervenção mais persuasiva, independentemente do motivo pelo qual as jovens frequentavam o solário”.

Deste modo, os cientistas concluíram que “uma intervenção de saúde resulta melhor para os indivíduos que apresentam fortes motivações relacionadas com a saúde, enquanto que uma intervenção centrada na aparência seria recomendada para indivíduos com preocupações de aparência”.

Saiba mais sobre:
Autor
Equipe Editorial

Todos os artigos desenvolvidos pela nossa equipe editorial baseiam-se em evidências científicas, sendo todos eles revisados por médicos da sua especialidade, esforçando-nos sempre para ser objetivos e apresentar os dois lados do argumento. Pode consultar a nossa equipe de especialistas Aqui

A nossa equipe concentra-se assim em garantir que o conteúdo, os produtos e os serviços fornecidos pela plataforma mantenham os mais elevados padrões de integridade médica, ajudando a garantir que todas as informações que o usuário recebe, sejam precisas, e baseadas em evidências, atuais e confiáveis.

Para além disso, todo o conteúdo é revisado e atualizado continuamente para garantir a sua precisão.

O processo de atualizações é simples.

Sabemos que os padrões de tratamento para algumas condições, como o câncer e a diabetes (por exemplo) mudam e estão em constante evolução, de modo que, existem conteúdos que devem ser revisados com maior frequência, de forma a garantirmos que a informação existente e recém-publicada reflita sempre as informações mais precisas e atuais. Saiba mais sobre nós Aqui

Se encontrou alguma imprecisão ou erro nos nossos conteúdos, informe-nos através da nossa página de Contato.

Publicidade

Solarios, Bonzeamento Artificial – rugas e Cancro