Solução caseira para aftas

Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 19 novembro 2018

Chatas e incomodativas são os adjectivos perfeitos para qualificar as estomatites aftosas ou aftas. São também conhecidas como úlceras orais e são bastante comuns, nas zonas da boca e da garganta.

Não provocam grandes sintomas, apenas um ligeiro desconforto quando alguma acidez entra na boca, na forma de líquido ou de alimento, mas as suas causas são ainda desconhecidas.

Sabe-se que não é contagioso e que existem alguns factores que podem proporcionar o seu aparecimento, como as mordidelas acidentais na língua e nos lábios, o stress, algumas pastas de dentes, comidas ácidas, alterações hormonais, acidez estomacal, poucas horas de sono e falta de vitaminas e minerais, como a vitamina A e o ferro.

Existe também uma idade mais propícia para o aparecimento destas pequenas bolhas esbranquiçadas, que não tem qualquer tipo de pus. São os mais jovens que são mais afectados, incluindo os adultos jovens e com o avançar dos anos, a sua incidência diminui.

O tempo da sua duração também não é longo, durando de uma a duas semanas. A sua estadia é incomodativa, sobretudo quando a afta está localizada na gengiva ou na língua. Aí, o contacto directo com os alimentos e com a sua acidez, torna a experiência mais desconfortável.

Solução caseira para aftas

Para reduzir e eliminar rapidamente as aftas, existem alguns truques caseiros que podem ajuda-lo a fazê-lo. Saiba como se faz o chá de calêndula, uma flor parecida com a margarida, que tem um grande poder cicatrizante e que funciona directamente sobre a afta.

Para obter o chá, coloque uma colher de sopa de pétalas de calêndulas frescas, numa meia chávena de água fervente. Espere 10 minutos, para ocorrer a infusão. Depois, basta bochechar o chá, três vezes ao dia, de manhã, à tarde e à noite (logo após escovar os dentes).

Para ajudar a cicatrizar mais rapidamente, evite os condimentos na comida e alimentos muito ácidos, como o ananás ou a laranja.