Solução Caseira Para Urticária

Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 19 novembro 2018

Solução Caseira Para Urticária

A urticária é uma doença de pele caracterizada por lesões cutâneas edematosas e eritematosas. A urticária é acompanhada, em geral por prurido (coceira).

As lesões são designadas por ramos e são o resultado do edema e vasodilatação da derme superficial. A duração da urticária varia de 2 a 6 horas após o seu início. A urticária não deixa marcas ou lesões de pele.

Remédios homeopáticos corretos para tratar crises de eczema e urticária

A urticária é provocada por reações alérgicas, no entanto existem várias causas alérgicas. A maioria dos casos de urticária dura menos de seis semanas (urticária aguda) e são o resultado de um conjunto alergias.

A urticária crónica, que dura mais de seis semanas raramente acontece devido a uma alergia. Assim, se sofre de urticária saiba que existe uma solução caseira que o poderá ajudar a aliviar esses sintomas e acabar com a vontade de andar sempre a coçar-se.

Esta solução caseira contra a urticária é um banho com farinha de aveia.

Preparação do Banho com Farinha de Aveia Contra a Urticária

Vai precisar de 200g de flocos de aveia e 10 gotas de óleo de alfazema. Primeiro terá de moer os flocos de aveia até conseguir uma farinha fina.

De seguida coloque a farinha de aveia e as gotas de óleo de alfazema numa banheira com água morna (meia banheira).

A pessoa que sofre de urticária deve permanecer cerca de 20 minutos dentro da banheira, no tradicional “de molho”, e quando sair deve deixar a pele secar sem esfregar!

A farinha de aveia e o óleo de alfazema irão proporcionar-lhe um banho relaxante, e como resultado verá os sintomas de comichão e irritação a aliviar.

Como referimos, a urticária pode dever-se a uma reação alérgica a uma substância, assim, recomendamos que tome o tal banho em aveia, que ajuda a aliviar os sintomas de urticária, mas também que consiga identificar qual a substância que lhe está a provocar a alergia e assim tentar manter-se afastada dela.

Fala-se de urticária aguda quando as lesões têm uma duração inferior a seis semanas e urticária crónica, quando as lesões são mais longas.