-->Substituição da dentição nas crianças - Educar Saúde

Substituição da dentição nas crianças

Publicado em 08/06/2010. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Pequenos banguelas – O que é preciso saber sobre a troca de dentição dos pequenos

A Fada do Dente, aquela que troca o dente de leite por um presente, é apenas uma história contada às crianças para ensiná-las sobre a mudança da dentição. Segundo a odontopediatra da Clínica Genesis, Celina Gavini, essa substituição começa a partir dos seis anos e meio. “Normalmente, os primeiros dentes a cair são os de baixo e da frente. Depois os superiores, laterais, caninos e molares até, aproximadamente, os 12 anos de idade”, afirma.

Para detectar possíveis complicações, é recomendável fazer uma radiografia panorâmica por volta dos cinco anos. “O Raio X revela se a criança tem todos os dentes permanentes para trocar com os de leite, se há desvio de erupção ou algo que atrapalhe seu nascimento”, explica Celina.

A especialista esclarece que é preciso deixar que a substituição ocorra naturalmente pois “arrancá-lo à força pode machucar a criança e causar traumas aos tecidos gengivais. Também não há problema em deixá-los mexer no próprio dente, desde que estejam com as mãos limpas. As mães devem ter o bom senso de levar os pequenos ao dentista quando o dente estiver doendo, ou com possibilidade de ser engolido”.

Na fase de dentição mista – dos de leite e permanentes, alimentos que exigem mais mastigação “ajudam no posicionamento correto dos dentes, no desenvolvimento dos maxilares e massageiam as gengivas. Também promovem a autolimpeza da boca, ao remover resíduos alimentares”, conclui.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.