Taurina – Efeitos Colaterais, Benefícios, Fontes e Precauções

Breve introdução sobre o aminoácido taurina, os seus efeitos colaterais, benefícios, fontes de alimentos, segurança e precauções.

taurina

A taurina é um aminoácido não essencial, um dos mais abundantes no organismo humano.

Está particularmente presente nos músculos e ossos esqueléticos, no coração, no intestino e no sistema nervoso central.

Este aminoácido é resultado final da metabolização da metionina e da cisteína, sendo produzido principalmente no fígado.

A taurina encontra-se em grande quantidade no leite materno, sendo essencial para o desenvolvimento dos recém nascidos. Pelo contrário, a taurina é raramente encontrada nos leites em pó básicos para crianças e no leite de bovino.

Fontes

A taurina está normalmente presente em muitos alimentos de origem animal, como carne, peixe, marisco, podendo ainda ser encontrado em quantidades mais reduzidas em algumas plantas, tais como a beterraba ou o feijão.

Este ácido é ainda normalmente adicionado em bebidas energéticas (Red Bull) por exemplo.

Quais os benefícios e efeitos da taurina

Até há bem pouco tempo atrás, o benefício atribuído a este aminoácido estava relacionado com a sua função na formação dos ácidos biliares, fundamentais para que o organismo pudesse absorver as gorduras.

No entanto, foram descobertas cada vez mais vantagens que este ácido oferece às várias funções fisiológicas humanas.

  • Vai ajudar no desenvolvimento do sistema nervoso.
  • A taurina tem propriedades antioxidantes.
  • Tem também um efeito desintoxicante no organismo, visto facilitar a eliminação de toxinas.
  • A taurina irá ajudar a manter a saúde do sistema cardiovascular, fortalecendo o músculo cardíaco, e ajudando a diminuir a tensão arterial.
  • Ajuda a baixar os níveis do colesterol mau no sangue.
  • Promove a saúde dos olhos, pois protege as células fotorecetoras da retina, além de regular a pressão osmótica do olho.
  • Tem uma ação fundamental no desenvolvimento do recém-nascido, sendo por isso, cada vez mais utilizada nos leites em pó para bebés.
  • Irá dar um importante contributo no desenvolvimento ao longo da infância, prevenindo o atraso do crescimento.

Efeitos Colaterais, Contra indicações e Segurança

A taurina é segura para adultos e crianças, quando tomada por via oral e em quantidades adequadas.

A taurina tem sido usada com segurança em adultos em estudos com duração de até um ano. Tem sido dada com segurança para crianças para um máximo de 4 meses.

As pessoas que participaram nos estudos de pesquisa não relataram quaisquer efeitos secundários relacionados com o uso de taurina.

Precauções especiais e avisos

Gravidez e amamentação: Não se sabe o suficiente sobre a segurança da taurina na gravidez e durante a amamentação. Evite usá-la nesta fase.

Transtorno Bipolar (distúrbio bipolar): Existe alguma preocupação de que tomar taurina em exagero possa piorar este distúrbio.

Existe o relato de um caso na WebMd, em que um homem de 36 anos de idade, com transtorno bipolar foi hospitalizado após o consumo de várias latas de uma bebida energética contendo taurina, cafeína, inositol, e outros ingredientes (Energy Drink Red Bull) durante um período de 4 dias.

Não se sabe se está relacionado com a taurina, cafeína, inositol, outro ingrediente, ou uma combinação dos ingredientes.